Saiba como se prevenir das viroses no verão

Durante o verão, casos de viroses ocorrem com maior frequência, e medidas preventivas devem ser tomadas. Enjoo, vômito, diarreia e cansaço são alguns dos principais sintomas que acometem pessoas expostas ao calor excessivo e à água e alimentos contaminados.

Vale lembrar que virose se refere a toda infecção por vírus. Porém, os médicos utilizam o termo para se referir às gastroenterites virais, que têm como principais causadores o enterovírus, o coronavírus e o rotavírus.

Saiba como se prevenir das principais viroses no verão:

Bicho-geográfico: a larva A. braziliense invade o corpo e vaga pelas camadas superficiais da pele, fazendo linhas parecidas com mapas, causando coceira e irritação. Prevenção: usar algum calçado na areia ou em gramados suspeitos. Tratamento: compressas de gelo aliviam os sintomas. Há casos que carecem de pomadas.

Dengue, zika e chikungunya: vírus transmitidos por picadas do mosquito Aedes aegypti são um tormento no período de chuvas. Prevenção: elimine todos os reservatórios de água parada de sua casa. Tratamento: os remédios atuam contra a febre alta e as dores articulares.

Hepatite A: oculto em água e alimentos sujos, o vírus se instala no fígado. Em situações raras, progride para uma hepatite fulminante. Prevenção: não coma em lugares sem condições básicas de higiene. Tratamento: fazer repouso auxilia. Álcool deve ser abolido por três meses.

Micose: fungos tiram vantagem do tempo quente e da umidade, para proliferar na pele, nas unhas e no cabelo. Prevenção: seque-se bem após o banho, dando maior atenção aos pés, axilas e virilha. Tratamento: pomadas ou medicamentos orais.

Otite: inflamação de algumas das estruturas responsáveis pela audição. Fungos e bactérias são os vilões. Prevenção: seque bem o ouvido, tomando cuidado com as hastes flexíveis. Tratamento: analgésicos e antimicrobianos.

Candidíase: o fungo Candida albicans vive normalmente na região genital, sobretudo em mulheres. Se ele se propaga demais, causa coceiras e aumento nas secreções. Prevenção: não fique com o biquíni molhado por muitas horas; evite tomar muito leite; prefira roupas largas e calcinhas de algodão. Tratamento: creme feito à base de nitrato de miconazol.

Verminoses: quem gosta de viajar e se aventurar pela natureza precisa ficar atento com lombrigas, tênias, esquistossomos e outros vermes. Prevenção: lave e cozinhe bem os alimentos. Só tome água filtrada. Tratamento: remédios da classe dos vermífugos.

Aposte na hidratação constante, beba muito líquido, alimente-se bem, coma muitas frutas, legumes e verduras. Dê preferência aos alimentos integrais e sem conservantes.