Agricultura Orgânica: incentivo para a sustentabilidade

Neste 28 de julho, Dia do Agricultor, chamamos a atenção para a agricultura orgânica, que enfatiza o uso e a prática de manejo sem a utilização de fertilizantes sintéticos de alta solubilidade e agrotóxicos, além de reguladores de crescimento e aditivos sintéticos para a alimentação animal.

O alimento orgânico é produzido por agricultores que protegem o ambiente para as futuras gerações, ao fazer a rotação das culturas ( que promove a diversidade biológica), conservando e renovando o solo, e protegendo as fontes de água.

Esse modo de produção assegura o fornecimento de alimentos orgânicos saudáveis, mais saborosos e de maior durabilidade; não utilizando agrotóxicos preserva a qualidade da água usada na irrigação e não polui o solo nem o lençol freático com substâncias químicas tóxicas; por utilizar sistema de manejo mínimo do solo assegura a estrutura e fertilidade dos solos, evitando erosões e degradação, contribuindo para promover e restaurar a rica biodiversidade local.

Por esse conjunto de fatores, a agricultura orgânica viabiliza a sustentabilidade da agricultura familiar e amplia a capacidade dos ecossistemas locais em prestar serviços ambientais a toda a comunidade do entorno, contribuindo para reduzir o aquecimento global.

Como aproveitar sobras de alimentos

Aproveitar sobras de alimentos é uma atitude consciente, econômica e contrária ao desperdício, que, infelizmente, ainda é tão frequente em nosso país, onde milhares de pessoas passam fome todos os dias. Além disso, vale a pena estar a par de alguns “truques” culinários. Pensando nisso, assim como na importância desse ato, selecionamos algumas dicas de como aproveitar sobras de alimentos para o preparo de pratos saborosos.

Aproveite as sobras de carne:

Escondidinho de carne moída

Ingredientes: Carne moída já pronta; 1 kg de aipim; catupiry; manteiga; 1 gema.

Preparo:

Coloque o aipim para cozinhar em água com sal, até ficar bem mole. É importante ser um aipim de boa qualidade de forma que possa ser amassado sem muito sacrifício.
Depois de cozido, amassar o aipim até que este vire um purê. Coloque um pouco de manteiga para fazer a liga.

Pegar os ramequins e forrar com o purê de aipim; colocar a carne moída de forma que possa acomodar o catupiry e, por último, fazer uma tampa com o purê e fechar o ramequim. Pincelar com a gema de ovo e colocar no forno na temperatura de 180°. 

Aproveite as sobras de arroz:

Arroz cremoso com milho, cenoura e requeijão.

Ingredientes: 5 xícaras (chá) de arroz cozido; ½ xícara (chá) de uva passa; 1 cenoura ralada; 1 lata de milho escorrida;  ¾ de xícara (chá) de leite; 1 colher (sopa) de manteiga; 1 pote de requeijão; 1 xícara (chá) de queijo parmesão ralado; Sal e pimenta a gosto;  ½ xícara (chá) de salsa picada.

Preparo:

Misture o arroz, a uva passa, a cenoura e o milho. Coloque em um refratário untado com manteiga. Reserve. No liquidificador, bata o leite, a manteiga, o requeijão, o parmesão, o sal e a pimenta. Misture a salsa e despeje sobre o arroz. Leve ao forno pré-aquecido a 200°C durante 30 minutos ou até dourar. Sirva em seguida.

Dica: Nesse arroz você pode misturar os legumes de sua preferência e ainda usar sobras de arroz.

Coxinha com massa de arroz:

Ingredientes: Massa: 3 xícaras (chá) de sobras de arroz; 2 xícaras (chá) de leite; 2 colheres (sopa) de queijo parmesão ralado; 1 colher (sopa) de margarina; Sal a gosto; 2 xícaras (chá) de farinha de trigo.

Recheio: 1 peito de frango temperado cozido e desfiado; 2 cebolas picadas; 2 dentes de alho; 1 colher (sopa) de azeite; 1 tomate sem pele e sementes picado; 1/2 xícara (chá) de azeitonas verdes; Salsa a gosto; Sal e pimenta a gosto; 2 claras; Farinha de rosca para empanar.

Preparo:

Massa: Em uma panela, coloque o arroz, o leite, o queijo, a margarina e o sal. Leve ao fogo e quando ferver, coloque de uma só vez a farinha. Mexa com força até que a massa solte do fundo da panela. Deixe cozinhar por 3 minutos e desligue o fogo. Cubra a massa e deixe esfriar.

Recheio: Em uma panela, aqueça o azeite, doure a cebola e o alho. Junte o tomate, o frango, e tempere com o sal e a pimenta. Cozinhe por 2 minutos, acrescente a azeitona, a salsa e desligue o fogo. Coloque a massa sobre uma superfície enfarinhada e sove. Faça bolinhas no tamanho desejado. Abra cada bolinha e recheie com o frango. Molde as coxinhas. Passe na clara de ovo batida e na farinha de rosca. Frite no óleo quente até dourar.

Dica: Aproveite sobras de arroz para preparar as coxinhas.

Refresco de café:

Já experimentou refresco de café? Guarde as sobras de café dentro das formas de gelo. Para o refresco, junte água e açúcar e um cubo de café gelado. Muito refrescante e estimulante no calor. Aproveite do mesmo modo as sobras de chá, acrescentando um pouco de limão.

Dica:

As sobras de alimentos podem ser reaquecidas sem ressecar e sujar panelas. Embrulhe em quadrados de papel alumínio com as pontas firmemente viradas para baixo e colocadas no forno quente, por meia hora. Galinha, legumes, purê de batatas e outros alimentos ficam realmente mais saborosos.

Aumente o bife de carne moída, bife de hambúrguer, acrescentando legumes cozidos e amassados (use sobras de legumes).

Semana Mundial do Meio Ambiente

Comemorada entre os dias 30 de maio e 5 de junho, a Semana Mundial do Meio Ambiente busca chamar atenção em relação à ação política dos povos e dos países para o aumento da preservação ambiental e da conscientização.

A ONU (Organização das Nações Unidas) almeja, nesse período, estabelecer e personalizar questões ambientais, possibilitando a cada indivíduo a percepção de sua responsabilidade e como se tornar um agente de mudança, apoiando formas de desenvolvimento justo e sustentável.

O meio ambiente engloba todas as cosias vivas e não vivas existentes na Terra, ou ainda em determinada região dela, que vem a afetar ecossistemas e a vida dos seres humanos. O meio ambiente é o conjunto de leis, condições, influências e da infraestrutura física, biológica e química que rege, abriga e permite a vida em todas as formas possíveis.

Objetivos:

- Redução da poluição;

- Redução do consumo de combustíveis não-renováveis pela sociedade;

- Desenvolvimento de fontes alternativas de energias, que são renováveis ou não poluem;

- Proteção de ecossistemas;

- Preservação de espécies em perigo de extinção;

- Estabelecimento de reservas naturais para proteção da biodiversidade e de ecossistemas dos quais a vida em nosso planeta depende;

- Conscientização para um consumo sustentável;

- Tratamento adequado de resíduos, por meio de reciclagem ou reaproveitamento.

Para o jardim: recicle a água de cozimento

 

Já que os alimentos cozidos liberam nutrientes, por que jogar fora a água usada no seu cozimento? Deixe-a esfriar e depois use para dar às plantas do jardim. Mas atenção: quando cozinhar qualquer um dos alimentos a seguir, não adicione sal à água, pois é nocivo para muitas plantas.

Ovos cozidos deixam cálcio na água de cozimento; use-a para regar plantas solanáceas, que adoram cálcio: tomates, batatas, berinjelas e pimentões.

Espinafre: As plantas também precisam de ferro. A água do espinafre lhes fornece ferro e, ainda, uma boa dose de potássio.

Massas: A água com amido vai estimular a liberação de nutrientes de plantas no solo, o que significa que o amido pode ser melhor para as plantas do que para você.

Batata: Todos os mesmos benefícios da água de cozimento de massas acima.

Reduza, reutilize, recicle

Reduza, reutilize e recicle: adote essa abordagem tríplice e se surpreenda com a economia que fará. 

A preferência por produtos que precisam de pouca ou nenhuma embalagem é um modo fácil de reduzir o que entra em sua casa e o que acaba no aterro sanitário. Reutilizar em vez de jogar fora é econômico – além de ser divertido inventar maneiras criativas para reaproveitar artigos domésticos. E tudo o que você encaminhar para a reciclagem, retornará em outros produtos.

Dicas para reduzir o lixo:

-Experimente usar sacos de papel, em vez de plástico, para embalar frutas e legumes no mercado.

-Leve sacolas reutilizáveis com você quando fizer compras.

- Prefira produtos que venham com o mínimo de embalagem, que usem embalagens recicláveis ou que venham em recipientes recarregáveis e/ou retornáveis. Algumas lojas de produtos naturais até incentivam os clientes a levarem seus próprios recipientes.

-Prefira produtos que podem ser reutilizados, como baterias recarregáveis, em vez das opções descartáveis.

Lista de reciclagem

Podem ser reciclados:

-garrafas e potes de vidro: remova as tampas;

- Papéis: jornais, revistas, catálogos de telefone, envelopes, embalagens, papelão, caixas de pizza;

-Latas de aço;

-Latas de aço de aerossol;

-Tampas de aço de potes de geleia;

-Tampas de metal de garrafas;

-Latas de alumínio;

-Embalagens de leite e suco;

- Garrafas PET;

-Lixo de jardinagem ( primeiro, use como adubo).

Reduza o lixo!

Reduza, reutilize e recicle: adote essa abordagem tríplice e se surpreenda com a economia que fará. 

A preferência por produtos que precisam de pouca ou nenhuma embalagem é um modo fácil de reduzir o que entra em sua casa e o que acaba no aterro sanitário. Reutilizar em vez de jogar fora é econômico – além de ser divertido inventar maneiras criativas para reaproveitar artigos domésticos. E tudo o que você encaminhar para a reciclagem, retornará em outros produtos.

Dicas para reduzir o lixo:

-Experimente usar sacos de papel, em vez de plástico, para embalar frutas e legumes no mercado.

-Leve sacolas reutilizáveis com você quando fizer compras.

- Prefira produtos que venham com o mínimo de embalagem, que usem embalagens recicláveis ou que venham em recipientes recarregáveis e/ou retornáveis. Algumas lojas de produtos naturais até incentivam os clientes a levarem seus próprios recipientes.

-Prefira produtos que podem ser reutilizados, como baterias recarregáveis, em vez das opções descartáveis.

Lista de reciclagem

Podem ser reciclados:

-garrafas e potes de vidro: remova as tampas;

- Papéis: jornais, revistas, catálogos de telefone, envelopes, embalagens, papelão, caixas de pizza;

-Latas de aço;

-Latas de aço de aerossol;

-Tampas de aço de potes de geleia;

-Tampas de metal de garrafas;

-Latas de alumínio;

-Embalagens de leite e suco;

- Garrafas PET;

-Lixo de jardinagem ( primeiro, use como adubo).

 

Caixas de papelão: use e reuse

Os chineses inventaram o papelão no começo do século XV, prevendo, assim, há centenas de anos, a demanda de caixas para comida chinesa. Em 1871, o nova-iorquino Albert Jones patenteou a ideia de colar papel corrugado entre dois papelões para criar um material rígido o suficiente para ser usado na remessa de mercadorias.

Mas foi apenas em 1890 que outro americano, Robert Gair, inventou a caixa de papelão corrugado. As caixas eram pedaços planos de papelão previamente cortados e que se dobravam, transformando-se em caixas, exatamente como as caixas de papelão que conhecemos hoje.

Antes de dispensar caixas de papelão, pense em como elas ainda podem ser úteis e reutilizadas. Confira algumas dicas:

Proteção contra a poeira: mantenha a poeira longe de pequenos utensílios, ferramentas elétricas ou teclados, por exemplo. Corte as abas de uma caixa de papelão de modo que a mesma fique sobre o objeto, adorne-a ou cubra-a com papel adesivo e use-a como proteção contra poeira.

Faça um jogo americano de mesa: corte vários pedaços de 30 cm x 45 cm de papelão e cubra-os com papel adesivo colorido.

Armazene os enfeites de Natal: quando desmontar a árvore de Natal, embrulhe os enfeites em jornal ou papel de seda e guarde-os numa caixa de papelão vazia ou numa caixa de bebidas alcoólicas com divisórias. Neste caso, cada segmento da caixa tem capacidade para armazenar vários enfeites.

Garagem para carros de brinquedo: Vire de lado uma caixa de papelão grande e deixe as crianças usarem-na como “garagem” para seus veículos de brinquedo. Elas também podem usar caixas menores como garagem de carros, ônibus e caminhões em miniatura.

Faça um relógio de sol com papelão: é uma ótima maneira de mostrar às crianças a mudança da órbita solar com o passar dos dias. Pegue um pedaço de 10 x 10 cm de papelão e finque uma haste ao meio. Se necessário, aparafuse ou pregue uma tábua pequena à ponta da haste, para mantê-la na vertical. Coloque o relógio num local ensolarado. De hora em hora, peça às crianças que marquem onde a sombra da haste aparece no papelão. Verifique novamente no dia seguinte, e o relógio de sol parecerá preciso. Mas verifique uma semana depois, e as sombras não se alinharão às marcas nas horas certas. Quando, curiosas, as crianças tentarem descobrir o motivo, d ê a elas uma pista: a Terra está inclinada sobre seu eixo.

Cápsula orgânica transforma pessoas falecidas em árvores

Desenvolvido pelos designers Anna Citelli e Raoul Bretzel, o projeto italiano “The Capsula Mundi” surgiu da ideia de se criar uma alternativa ecologicamente sustentável para caixões.

Uma cápsula orgânica e biodegradável seria capaz de transformar um corpo em decomposição em nutrientes para uma árvore!

O primeiro passo seria colocar o corpo do (a) falecido (a) dentro da cápsula para, então, enterrá-la. Em seguida, uma árvore ou semente é plantada por cima, para aproveitar a matéria orgânica.

É a transformação do cemitério em uma floresta de memórias. Não seria mais necessário derrubar árvores para construir caixões.

Vida gerando mais vida!

A cápsula orgânica e biodegradável transformaria um corpo em decomposição em nutrientes para uma árvore.

Fonte: capsulamundi.it

Aproveite as sobras de alimentos pra preparar pratos saborosos

Aproveitar sobras de alimentos é uma atitude consciente, econômica e contrária ao desperdício, prática ainda tão frequente, inclusive no Brasil, onde milhares de pessoas passam fome todos os dias. Além disso, vale a pena estar a par de alguns “truques” culinários. Pensando nisso, assim como na importância desse ato, selecionamos algumas dicas de como aproveitar sobras de alimentos, para fazer pratos saborosos e que vão deixar muita gente com água na boca!

Aproveite as sobras de carne:

Escondidinho de carne moída

Ingredientes: Carne moída já pronta; 1kg de aipim; catupiry; manteiga; 1 gema.

Preparo:

Coloque o aipim para cozinhar em água com sal, até ficar bem mole. É importante ser um aipim de boa qualidade de forma que possa ser amassado sem muito sacrifício.
Depois de cozido, amassar o aipim até que este vire um purê. Coloque um pouco de manteiga para fazer a liga.

Pegar os ramequins e forrar com o purê de aipim; colocar a carne moída de forma que possa acomodar o catupiry e, por último, fazer uma tampa com o purê e fechar o ramequim. Pincelar com a gema de ovo e colocar no forno na temperatura de 180°. 

Aproveite as sobras de arroz:

Arroz cremoso com milho, cenoura e requeijão.

Ingredientes: 5 xícaras (chá) de arroz cozido; ½ xícara (chá) de uva passa; 1 cenoura ralada; 1 lata de milho escorrida;  ¾ de xícara (chá) de leite; 1 colher (sopa) de manteiga; 1 pote de requeijão; 1 xícara (chá) de queijo parmesão ralado; Sal e pimenta a gosto;  ½ xícara (chá) de salsa picada.

Preparo:

Misture o arroz, a uva passa, a cenoura e o milho. Coloque em um refratário untado com manteiga. Reserve. No liquidificador, bata o leite, a manteiga, o requeijão, o parmesão, o sal e a pimenta. Misture a salsa e despeje sobre o arroz. Leve ao forno pré-aquecido a 200°C durante 30 minutos ou até dourar. Sirva em seguida.

Dica: Nesse arroz você pode misturar os legumes de sua preferência e ainda usar sobras de arroz.

Coxinha com massa de arroz:

Ingredientes: Massa: 3 xícaras (chá) de sobras de arroz; 2 xícaras (chá) de leite; 2 colheres (sopa) de queijo parmesão ralado; 1 colher (sopa) de margarina; Sal a gosto; 2 xícaras (chá) de farinha de trigo.

Recheio: 1 peito de frango temperado cozido e desfiado; 2 cebolas picadas; 2 dentes de alho; 1 colher (sopa) de azeite; 1 tomate sem pele e sementes picado; 1/2 xícara (chá) de azeitonas verdes; Salsa a gosto; Sal e pimenta a gosto; 2 claras; Farinha de rosca para empanar.

Preparo:

Massa: Em uma panela, coloque o arroz, o leite, o queijo, a margarina e o sal. Leve ao fogo e quando ferver, coloque de uma só vez a farinha. Mexa com força até que a massa solte do fundo da panela. Deixe cozinhar por 3 minutos e desligue o fogo. Cubra a massa e deixe esfriar.

Recheio: Em uma panela, aqueça o azeite, doure a cebola e o alho. Junte o tomate, o frango, e tempere com o sal e a pimenta. Cozinhe por 2 minutos, acrescente a azeitona, a salsa e desligue o fogo. Coloque a massa sobre uma superfície enfarinhada e sove. Faça bolinhas no tamanho desejado. Abra cada bolinha e recheie com o frango. Molde as coxinhas. Passe na clara de ovo batida e na farinha de rosca. Frite no óleo quente até dourar.

Dica: Aproveite sobras de arroz para preparar as coxinhas.

Refresco de café:

Já experimentou refresco de café? Guarde as sobras de café dentro das formas de gelo. Para o refresco, junte água e açúcar e um cubo de café gelado. Muito refrescante e estimulante no calor. Aproveite do mesmo modo as sobras de chá, acrescentando um pouco de limão.

Dica:

As sobras de alimentos podem ser reaquecidas sem ressecar e sujar panelas. Embrulhe em quadrados de papel alumínio com as pontas firmemente viradas para baixo e colocadas no forno quente, por meia hora. Galinha, legumes, purê de batatas e outros alimentos ficam realmente mais saborosos.

Aumente o bife de carne moída, bife de hambúrguer, acrescentando legumes cozidos e amassados (use sobras de legumes).

Pinheirense é exemplo de empresa sustentável em matéria da Rede Record

As sacolas retornáveis da Pão Pinheirense aparecem com destaque em matéria produzida pela Rede Record sobre sustentabilidade.

Parceiros da empresa como o empresário Daniel Hollanender, que aparece no vídeo, aderiram à campanha que visa conscientizar o maior número de clientes sobre as vantagens de substituir as tradicionais sacolas plásticas pelas ecobags. Todos saem ganhando – consumidores, empresários e o meio-ambiente.

Confira o vídeo: