Cistos mamários: tratamento e prevenção

Embora sejam comumente confundidos com tumores, de modo geral, os cistos não têm necessariamente relação com o câncer de mama. Os cistos simples são estruturas ovaladas ou arredondadas que apresentam líquido em seu interior e podem se apresentar em tamanhos diferentes.

Há cistos muito pequenos e praticamente imperceptíveis ao toque e, alguns, muito grandes, dolorosos, que chegam a causar uma diferença na superfície da mama. Nesses casos, é mais difícil diferenciá-los dos nódulos sólidos com base somente no exame clínico.

Em resumo, o cisto simples na mama pode ser definido como um caroço que não caracteriza o câncer de mama, nem aumenta o risco do seu aparecimento no futuro. É uma alteração mamária benigna, que acomete a maior parte das mulheres em idade reprodutiva e, geralmente, não apresenta sintomas, não sendo necessário nenhum tipo de tratamento específico.

Do ponto de vista oncológico (risco de ser câncer) apenas os cistos com conteúdo sólido podem ser preocupantes. Os cistos simples devem ser manejados de forma rotineira em relação à realização de mamografia e ultrassonografia mamária no que se refere ao rastreamento do câncer de mama, isto é, devem ser feitos anualmente. No entanto, podem necessitar de punção de agulha fina para evacuar o líquido, quando são muito grandes e se tornam perceptíveis, ou quando causam dor (também em função do grande volume).

Prevenção

Fibras: Os alimentos ricos em fibras não devem faltar em nenhum plano de alimentação, já que têm muitos benefícios para o corpo. Dentre os recomendados para prevenir o desenvolvimento de cistos nos seios estão:

  • Aveia
  • Leguminosas
  • Abacate
  • Pera
  • Maçã
  • Brócolis
  • Arroz integral
  • Pães integrais
Vegetais crucíferos: Esse tipo de verdura contém um composto chamado indol 3-carbinol, que pode contribuir para reduzir a capacidade dos estrogênios de se colar ao tecido mamário. Você pode escolher as seguintes:

  • Couve
  • Couve-de-bruxelas
  • Brócolis
  • Couve-flor
  • Nabo
  • Rabanete
  • Extrato de chá verde

Seu alto teor de antioxidantes contribui para combater a ação dos radicais livres que se acumulam no corpo e que estão associados ao desenvolvimento de tumores benignos e malignos.

É recomendável tomar uma xícara de chá verde por dia como um remédio natural para prevenir o câncer de mama.

Diminua o consumo de carboidratos:

Os tecidos mamários são sensíveis aos alimentos ricos em gordura e carboidratos refinados, já que os mesmos aumentam o estrogênio.

Ao produzir esses hormônios em excesso o tecido mamário se estimula e aumenta o risco de sentirmos dor, sofrermos de inflamações, cistos ou tumores.

Os alimentos que devemos evitar são:

  • Carnes processadas
  • Carnes vermelhas
  • Laticínios
  • Frituras e doces
  • Pão branco
  • Xarope de bordo
  • Bolos
  • Comidas rápidas e pré-cozidas
  • Molhos industrializados
Exame de rotina: quando cistos são detectados, é recomendável fazer o devido acompanhamento médico, realizando, ao menos uma vez por ano, o exame de ultrassonografia das mamas. Em alguns casos, a punção, para a retirada do (s) cisto (s) será indicada.

Menopausa: nutrientes essenciais

A menopausa é definida como o fim do ciclo menstrual mensal da mulher e costuma ser associada a sintomas como: oscilações dos níveis de estrogênio, que podem causar ondas de calor, sudorese noturna, insônia, secura vaginal, dificuldades de concentração, aumento de peso, dentre outros.

Confira os nutrientes que são essenciais nesse período da vida da mulher:

Vitamina E: Considerada útil para o alívio de ondas de calor, oferece alguma proteção cardíaca. Ingeridas duas vezes por dia teria uma eficácia levemente superior na redução das ondas de calor do que o placebo. Apesar de alguns alimentos, como nozes, amêndoas e sementes, gema de ovo e germe de trigo conterem vitamina E, seria necessária a ingestão de suplementos para alcançar doses terapêuticas.

Cálcio: Ajuda a prevenir o desenvolvimento da osteoporose. Boas fontes são leite e seus derivados, sardinha, amêndoa, brócolis e espinafre. Para absorver cálcio, o corpo necessita de vitamina D, que pode ser produzida pela pele através da exposição ao sol; fontes alimentares dessa vitamina são leite fortificado e margarina, ovos e óleos de peixe.

Magnésio: Combinado com cálcio, ajuda a manter a densidade óssea. Encontrado em grãos integrais, leite e derivados, tofu, nozes, sementes e legumes.

Fitoestrogênio: Ajuda a aliviar ondas de calor. Também previne doenças cardíacas e osteoporose. Alimentos ricos em fitoestrogênio são aqueles à base de soja, a linhaça, o grão-de-bico e vários legumes.

 

Nutrientes importantes para a Menopausa

A menopausa é definida como o fim do ciclo menstrual mensal da mulher e, costuma ser associada a sintomas como: oscilações dos níveis de estrogênio, que podem causar ondas de calor, sudorese noturna, insônia, secura vaginal, dificuldades de concentração, aumento de peso, dentre outros.

Confira os nutrientes que são importantes nesse período da vida da mulher:

Vitamina E: Considerada útil para o alívio de ondas de calor, oferece alguma proteção cardíaca. Ingeridas duas vezes por dia teria uma eficácia levemente superior na redução das ondas de calor do que o placebo. Apesar de alguns alimentos, como nozes, amêndoas e sementes, gema de ovo e germe de trigo conterem vitamina E, seria necessária a ingestão de suplementos para alcançar doses terapêuticas.

Cálcio: Ajuda a prevenir o desenvolvimento da osteoporose. Boas fontes são leite e seus derivados, sardinha, amêndoa, brócolis e espinafre. Para absorver cálcio, o corpo necessita de vitamina D, que pode ser produzida pela pele através da exposição ao sol; fontes alimentares dessa vitamina são leite fortificado e margarina, ovos e óleos de peixe.

Magnésio: Combinado com cálcio, ajuda a manter a densidade óssea. Encontrado em grãos integrais, leite e derivados, tofu, nozes, sementes e legumes.

Fitoestrogênio: Ajuda a aliviar ondas de calor. Também previne doenças cardíacas e osteoporose. Alimentos ricos em fitoestrogênio são aqueles à base de soja, a linhaça, o grão-de-bico e vários legumes.