Pós dia do lixo: alimentos anti-inflamatórios

Resultado de imagem para dia do lixo

Seguir uma dieta à risca não é nada fácil, até mesmo porque, diferentemente de atletas de alta performance e de algumas pessoas SUPER disciplinadas, temos vida social, participamos de confraternizações diversas, onde, muitas vezes, respeitar o regime alimentar é improvável.

O famoso “dia do lixo” é aquele momento em que muitos aproveitam para extravasar e comer de tudo. Há até quem defenda esse “ritual”, alegando que é benéfico para a dieta e para a saúde. Especulações à parte, vale a pena consumir certos alimentos para aliviar a inflamação e desintoxicar o organismo, no dia seguinte à “farra alimentar”. É o que explicam Rachita Reddy, MD, e Violet Santana, nutricionista e autora do Operation Cleanse.

Quinoa: “Os grãos integrais reduzem a gordura e diminuem centímetros da sua cintura porque são absorvidos na corrente sanguínea a um ritmo lento”, explica Reddy. Ela recomenda a ingestão de quinoa e outros grãos integrais como cevada, arroz integral, triguilho e aveia após uma refeição lixo, uma vez que todos eles têm fibra, o que evita a inflamação e um pico de açúcar. “Evitar picos de açúcar significa que o açúcar em seu corpo não será armazenado como gordura”.

Salmão: está no topo de qualquer lista de alimentos anti-inflamatórios. Os ácidos graxos ômega 3 neste peixe são aquilo que você pode chamar de “gorduras saudáveis” que contribuem para a função cerebral saudável e um menor risco de câncer e doenças crônicas, como a doença de Alzheimer, degeneração macular, esclerose múltipla e artrite reumatoide. Um estudo de 2013 no jornal Immunity descobriu que os ácidos graxos ômega-3 ajudam a bloquear a resposta inflamatória do corpo. Além disso, esse peixe rico em proteínas é rico em vitaminas e minerais como o potássio, o selênio e a vitamina B12.

Abacate: 

“Apesar de o abacate ser rico em gorduras saudáveis, ele não é tão rico em calorias como as pessoas pensam”, diz Santana. Ela recomenda comer esta fruta após refeições lixo, pois ela é naturalmente rica em gorduras insaturadas saudáveis para o coração, fibras, vitaminas A, C, E, K e B, potássio e antioxidantes. Os benefícios anti-inflamatórios dos abacates são tão fortes que podem até compensar as escolhas alimentares pouco saudáveis. Um estudo de 2013 descobriu que simplesmente adicionar um abacate a um hambúrguer poderia limitar a resposta inflamatória no corpo.

Pasta de quinoa e Pão Pinheirense

A quinoa foi classificada como uma das melhores fontes de proteína do reino vegetal. Alimento rico em ferro, fibras, fósforo, cálcio, vitaminas A, B1, B2, B3, B6, C e E, a quinoa tem alto poder nutritivo. Existem várias receitas à base desse poderoso grão e, no post de hoje, selecionamos a de pasta de queijo branco com quinoa, que cai super bem com os Pães Pinheirense, tanto os de forma integral quanto os tipo Sueco. Experimente e faça você mesmo:

Ingredientes100 g de queijo branco amassado; 1 xícara de quinoa cozida; salsa e cebolinha picada; azeite de oliva; 2 colheres de maionese Light.

Preparo: Basta misturar todos os ingredientes, gelar e servir. A pasta de queijo branco com quinoa pode ficar na geladeira por até uma semana. Cuidado para não deixar a sua receita muito salgada, pois a quinoa absorve muito sal durante o cozimento ;)

Todos os produtos da linha light da Pinheirense contêm quinoa, além de serem livres de conservantes. Experimente!

O poder dos grãos

Podemos enumerar diversas vantagens provenientes do consumo de grãos: excelente fonte de carboidratos ricos em amido e em fibras, também são fonte de niacina, de riboflavona, assim como de outras vitaminas B e de ferro.

Mais baratos do que a carne, o peixe e outros gêneros alimentícios de primeira necessidade, possuem baixo teor de gordura e, quando usados junto com o feijão e outros legumes e grãos, tornam-se uma fonte completa de proteínas.

Os nutricionistas costumam nos incentivar a comer mais produtos à base de grãos em substituição a outros alimentos com alto teor de gordura. Recomendam, também, ingerirmos mais alimentos ricos em amido à base de grãos, como pães, cereais, massa e arroz, dentre outros.

Confira alguns tipos de grãos:

Aveia: utilizada nos cereais matinais, pães, biscoitos e bolos, o farelo de aveia tem alto teor de fibras solúveis, que pode ajudar a baixar os níveis de colesterol. Também ajuda o corpo a aproveitar de forma mais eficiente a insulina, fator relevante para o controle do diabetes.

Centeio: Contém um pouco de glúten, motivo pelo qual o pão de centeio e o pumpernickel (pão de centeio alemão) são mais pesados e úmidos.

Quinoa: um grão antigo, tem mais carboidrato e menos proteína do que a maior parte dos grãos. Este grão macio pode ser encontrado em grão integral ou em pasta, e é ótimo quando servido em saladas. É tolerado por pessoas que sofrem de doença celíaca.

Trigo: É um dos cereais mais consumidos no mundo. Durante a moagem, o farelo (a casca externa) e o germe (localizado na base do grão) são removidos, o que faz o produto final ser menos nutritivo do que o trigo integral. Este, por sua vez, é mais indicado, pois contém tanto o farelo quanto o germe do trigo. O germe do caroço de trigo é uma fonte concentrada de diversos nutrientes, incluindo as vitaminas B, o ferro, o zinco, o fósforo, o potássio e as fibras.

Dicas de saúde: quinoa, proteína completa

A quinoa, muitas vezes classificada como um grão, é, na verdade, da família do espinafre, e fornece um equilíbrio de aminoácidos essenciais muito próximo do nível ideal fixado pela FAO – Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura. Além disso, a quinoa foi classificada como “uma das melhores fontes de proteína do reino vegetal, pela Academia Nacional de Ciências dos EUA.

 

Alimento rico em ferro, fibras, fósforo, cálcio, vitaminas A, B1, B2, B3, B6, C e E, a quinoa tem alto poder nutritivo. O consumo regular deste cereal previne doenças como câncer de mama, osteoporose e problemas cardíacos; controla os sintomas da menopausa, contribui com o sistema imunológico, reduz problemas gastrointestinais, gera vitalidade, acelera a cicatrização, renova as fibras musculares e facilita a digestão, sem contar que ajuda a combater anemias, problemas urinários, tuberculose e doenças do fígado. Os benefícios são vários!

É um alimento útil às crianças por conter lisina, um componente relacionado ao desenvolvimento da inteligência, da rapidez de reflexos e funções como memória e aprendizagem.

Embora as folhas verdes da quinoa sejam comestíveis, são as sementes que são usadas com mais freqüência. Por cozinhar rapidamente, transforma-se em um prato delicado, com um leve sabor de cereais, que se presta a diversos usos. Pode substituir o arroz, a batata e outros alimentos com amido.

A Pinheirense fabrica o Pão Sueco com Linhaça e Quinoa – uma delícia!

Todos os produtos fabricados pela Pinheirense contêm combinações variadas de sementes e são ideais para quem busca uma alimentação saudável:

  • Pão de Trigo Integral
  • Pão de Trigo Integral com Aveia
  • Pão de Trigo Integral com Linhaça
  • Pão com Sementes
  • Pão de Trigo Integral com Kümmel
  • Pão tipo Sueco
  • Pão tipo Sueco com Kümmel
  • Pão tipo Sueco com Alho
  • Pão tipo Sueco com Gergelim
  • Pão tipo Sueco com linhaça
  • Pão Sueco com Gergelim e Girassol
  • Pão tipo Sueco Tradicional Light
  • Pão tipo Sueco com Soja Light
  • Pão tipo Sueco com Aveia Light
  • Pão Sueco com Linhaça e Quinoa
  • Pão Sueco com Centeio, Sarraceno e Castanhas
  • Pão de Nozes com Passas
  • Pão de Centeio com Sarraceno