Antepasto de flor de bananeira

São vários os benefícios da flor da bananeira à saúde: por possuir substâncias que ajudam a prevenir o crescimento bacteriano patogênico, ajuda a curar infecções. Além disso, diabéticos podem consumi-la para reduzir o nível de açúcar no sangue e aumentar a hemoglobina no corpo, pois as flores são ricas em fibras e ferro que auxiliam na produção de glóbulos vermelhos; melhora a lactação, ajuda a curar o sangramento excessivo, mantém o útero saudável, restringe a prisão de ventre durante a gravidez; combate os radicais livres, doenças neurais, como o Mal de Parkinson e Alzheimer, podem ser prevenidas; auxilia na perda de peso; por ser rica em vitaminas C, A, E, fibra, potássio e magnésio, melhora o humor e diminui a ansiedade.

Existem diferentes receitas culinárias que usam o umbigo da banana, como saladas e pastas, por exemplo. Para prepará-lo, é preciso cortá-lo e conservá-lo em água e limão, para não escurecer, e depois ferver por duas a três vezes, para tirar o gosto cortante e amargo de banana verde- original do ingrediente. Em seguida, basta acrescentar o ingrediente de sua escolha ou simplesmente refogar com um pouco de cebola e alho.

Veja como preparar um delicioso antepasto de flor de bananeira:

Ingredientes:

4 corações de bananeira; ½ xicara de chá azeitonas pretas fatiadas; ½ xicara de chá de pimentão vermelho e amarelo em tirinhas finas; ½ xícara de chá de cebola cortada em tirinhas finas; ½ xicara de chá de azeite extra virgem; limão; orégano; sal a gosto.

Preparo: Em um pirex, coloque água, limão e uma pitada de bicarbonato. Pique o coração de bananeira em fatias e deixe-o de molho nessa água por 20 minutos. Após escorrer e jogar em água fervendo com bicarbonato e limão, escorrer e repetir novamente esse procedimento em água fervendo por somente 5 minutos. Reserve. Numa frigideira com azeite, sele rapidamente os pimentões, a cebola, o orégano e, quando desligar, acrescente a azeitona, o azeite e o limão. Misture tudo ao umbigo da bananeira. Sirva com os pães Pinheirense.

Como prevenir problemas na tireoide

Com forma bem parecida com a de uma borboleta, a glândula tireoide é localizada na parte anterior do pescoço, logo abaixo do Pomo de Adão. Reguladora da função de importantes órgãos como o coração, o cérebro, o fígado e os rins, ela produz os hormônios T3 (triiodotironina) e o T4 (tiroxina).

Quando a tireoide não funciona de maneira correta, pode liberar hormônios em quantidade insuficiente, causando o hipotireoidismo,  ou em excesso, ocasionando o hipertireoidismo. Nessas duas situações, o volume da glândula pode aumentar, o que é conhecido como bócio. 

Veja como prevenir problemas na tireoide:

Crie o hábito de comer peixe, principalmente de águas frias e profundas do oceano. Além de serem ricos em ácidos graxos ômega-3, são excelentes fontes de iodo, fundamental para o funcionamento da glândula tireoide, além de minerais como o selênio e o magnésio.

Minimize o consumo de açúcar e farináceos. Em se tratando de alimentação e tireoide, altos níveis de açúcar no sangue podem desregular o funcionamento da sua glândula tireoide.

Consuma alimentos ricos em iodo. Em pequenas quantidades, ele é necessário para a função da glândula tireoide, assim como o metabolismo das gorduras, produção de hormônios sexuais e uma série de processos bioquímicos. Cãibras musculares, dores de cabeça, depressão, pés frios, mãos geladas e ganho de peso podem ser sinal de deficiência dessa substância. Deficiências de iodo podem aumentar a suscetibilidade para doenças como o câncer de mama e a pólio.

Alguns alimentos ricos em iodo são: frutos do mar, sal não refinado, algas marinhas, caldo de peixe caseiro, manteiga (não margarina), abacaxi, alcachofra, aspargos e uma série de verduras de coloração mais escura. Para que possa ser utilizado pelo organismo, o iodo requer níveis adequados de vitamina A, que são obtidos através da ingestão de manteiga e gorduras de origem animal em moderação (de animais criados soltos, e não em cativeiro ou à base de ração).

Azia: controle e prevenção

A maioria das pessoas como rápido demais e, ao fazer isso, absorve muito ar juntamente com o alimento, o que contribui para distender o estômago e gerar arrotos – que também forçam o estômago a jogar o conteúdo para cima.

Experimente comer bem devagar. Você irá ingerir menos calorias, pois o corpo terá mais tempo para se sentir satisfeito, mesmo que tenha ingerido menos comida. Embora o conselho tradicional seja cortar da dieta certos alimentos, como tomate, comidas picantes, frituras e álcool, não é o que costuma acontecer de fato. Sendo assim, aprenda quais alimentos contribuem para a sua azia. Pegue um caderno e, ao longo de uma semana, liste os alimentos consumidos a cada refeição. Depois, anote se houve azia e quanto tempo depois de comer ela começou.

Caminhe em vez de se deitar após as refeições; levante a cabeceira da cama com travesseiros para evitar o refluxo do ácido gástrico, e pense até em comer de pé se isso facilitar.

Quanto mais perto você estiver do peso saudável, menos de azia e DRGE (doença de refluxo gastroesofágico) apresentará. O peso extra aumenta a pressão no abdome. Pessoas acima do peso também são mais propensas a desenvolver hérnia de hiato, que ocorre quando a parte superior do estômago se projeta para cima, atravessando o diafragma e indo para a cavidade torácica, aumentando o refluxo. 

Descobriu-se que as bebidas gaseificadas e os benzodiazepínicos, prescritos para ansiedade e ou insônia, podem causar azia à noite, interrompendo o sono.

Experimente a acupuntura: estímulos leves no punho reduzem o relaxamento na porção inferior do esôfago.

Consulte um especialista do sono: o tratamento se chama pressão positiva contínua nas vias respiratórias. O paciente dorme com uma máscara sobre o nariz, conectada a uma máquina que libera ar pressurizado, para manter as vias respiratórias abertas. Funciona por meio do aumento de pressão na parte de trás da garganta, evitando que o conteúdo do estômago suba em direção ao esôfago. Visto que, em geral, a DRGE e a apneia obstrutiva do sono ocorrem juntas, uma ida a um especialista do sono pode valer a pena.

Propriedades medicinais do gengibre

Há muito tempo (desde a antiguidade no Oriente), o gengibre é um ingrediente relevante na medicina popular, e sua notoriedade é justificada pelos seus benefícios para a saúde.

Vegetal nativo da Ásia, é uma raiz tuberosa usada tanto na culinária quanto na medicina. A planta assume diversos benefícios terapêuticos: tem ação bactericida, é desintoxicante e ainda melhora o desempenho do sistema digestivo, respiratório e circulatório. O gengibre também é um reconhecido alimento termogênico, capaz de acelerar o metabolismo e favorecer a queima de gordura corporal.

Contra o enjoo: Gengibre cristalizado ou bebidas à base de gengibre com um sabor mais acentuado aliviam os enjoos da gravidez, a náusea decorrente da intoxicação alimentar, de gastroenterite ou da quimioterapia contra o câncer. O gengibre pode ser encontrado em cápsulas para quem acha o gosto muito forte ou sente irritação na mucosa bucal.

Contra a dor: Como bloqueia a ação da prostaglandina (uma substância química parecida com hormônio que causa infecção), o gengibre também pode ajudar as pessoas que sofrem de enxaquecas e com o problema da artrite.

Cure o resfriado com chá de gengibre: Uma boa maneira para aliviar os calafrios e a congestão decorrentes do resfriado é preparar um chá de gengibre da seguinte maneira: deixe ferver um ou dois pedaços de raiz de gengibre por dez minutos. Acrescente uma pitada de canela para aumentar o sabor.

Para espantar o frio: o gengibre possui um alto potencial calorífico, tanto se usado externamente quanto internamente. É recomendado principalmente para as pessoas que sentem muito frio e para as estações mais frias. Em épocas de calor, lembre-se que o consumo pode aumentar a transpiração.

Perdendo peso: esta propriedade calorífica também promove a aceleração do metabolismo, muito útil para quem quer emagrecer.

Previne as doenças cardiovasculares e favorece a circulação: no entanto, se você está tomando medicação pode interferir em sua ação, por isso, procure um médico antes de consumir

Algas marinhas contra o câncer

Excelente fonte de diversos nutrientes essenciais, inclusive proteínas, a maioria das algas é rica em iodo, importante substância para o organismo, pois atua na produção dos hormônios que regulam o metabolismo do corpo através da glândula tireoide.

Estamos falando de um vegetal muito versátil, que pode, inclusive, ser utilizado para realçar o sabor de diversos pratos, como saladas, carnes, sopas e frutos do mar. A alga é classificada de acordo com sua cor – vermelha, azul-esverdeada, marrom e verde.

No Japão, a alga marinha representa 25% da alimentação. Além de possuírem poucas calorias, a grande maioria fornece cálcio, cobre, ferro, potássio e magnésio. Benefícios para a saúde: aprimora o funcionamento do cérebro, previne o estômago contra a gastrite e a úlcera gástrica, melhora a saúde cardíaca, desintoxica o organismo, regula o metabolismo.

Mulheres japonesas, cujas dietas são ricas em algas marinhas, têm menores taxas de câncer no ovário, mama e câncer do endométrio. Segundo um estudo da Universidade de Berkeley, uma dieta contendo algas marinhas reduz as chances de ocorrência de câncer. Além disso, por conterem fucoidan, um carboidrato complexo, funcionam como um poderoso anti-inflamatório.

Temperos com algas

Folhas ou tiras de algas secas, conhecidas como nori, dão um sabor salgado diferente por causa do seu elevado teor de sódio. Vendida, geralmente, em lojas orientais e de comidas naturais, a alga nori é usada como tempero para saladas, sopas e macarrão. Também é utilizada como invólucro para fazer porções de arroz e sushi.

Reduza o consumo de sal

 

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda o consumo de menos de 2 g de sódio por dia, o que equivale a 5 g de sal. Contudo, no Brasil, a população consome, aproximadamente, 12 gramas.

O excesso de sal causa muitos males à saúde e ao corpo, como a retenção de líquido, a elevação da pressão arterial, risco de Acidente Vascular Cerebral (AVC), insuficiência cardíaca, osteoporose, insuficiências renal, dentre outros.

Confira cinco formas de reduzir o sal e proteger a sua saúde:

1- Use temperos que não contenham sódio, como ervas frescas, alho fresco ou em pó, cebola desidratada em flocos (em vez de sal de cebola), mostarda desidratada, coentro, limão, menta, cominho, tomilho, manjericão, folhas de louro secas, gengibre, pimenta, pimentão, cebolinha e salsa.

2- Prepare seu próprio molho para saladas em vez de comprar a versão enlatada. Use vinagres temperados em vez de sal para temperar a comida.

3- Coma mais frutas, verduras e legumes frescos ou congelados. Se preferir vegetais enlatados, selecione os com sódio reduzido. Compre batata fresca e evite as empacotadas; pepino fresco e não picles. Adicione temperos e ervas no lugar do sal à água em que cozinhar os legumes.

4- Coma peixe fresco ou congelado no lugar das variedades enlatadas ou desidratadas. Prefira rosbife fatiado ou frango a carnes processadas, à bolonhesa ou salame.

5- Reeduque seu paladar: experimente a comida antes de adicionar sal. Prepare os alimentos desde o início em vez de comprar alimentos pré-preparados. Adapte suas receitas prediletas usando metade da quantidade de sal indicada.

Mais saúde: Pão Sueco com Gergelim

Assim como os demais produtos da Pinheirense,  o Pão tipo Sueco com Gergelim é integral, artesanal e isento de conservantes. Os muitos benefícios da semente de gergelim para a saúde derivam de seu teor nutricional, incluindo vitaminas, minerais, óleos naturais, e compostos orgânicos que consistem em cálcio, ferro, magnésio, fósforo, manganês, cobre, zinco, fibra, tiamina, vitamina B6, folato, proteína e triptofano.

O gergelim também auxilia no tratamento da hemorroida, do diabetes, na perda de peso, na prevenção do envelhecimento precoce, na manutenção de ossos saudáveis, além de melhorar a respiração, evitar a asma e ajudar na prevenção de doenças cardiovasculares.

Mais saúde: pão integral com nozes e passas

 

Já experimentou o Pão Integral de nozes e passas da Pinheirense?! Para quem valoriza uma alimentação saudável e saborosa, fica a dica. Além de integral, nossos pães são feitos artesanalmente e não apresentam conservantes em sua composição. Seu paladar e sua saúde agradecem!

Confira os benefícios das nozes e da uva-passa para a saúde:

Nozes: Ricas em vitamina E e potássio;

A maioria é rica em minerais, incluindo cálcio, ferro, manganês e zinco;

Boa fonte de ácido fólico, niacina e outras vitaminas do complexo B, e de proteína.

Uva-passa: Rica em pectina e bioflavonóides;

Contém fitoquímicos que podem diminuir os riscos de doenças do coração, câncer e derrames;

Lanche ou sobremesa doces e pouco calóricas.

Benefícios da auriculoterapia

A auriculoterapia é uma especialidade da Medicina Chinesa e que apresenta um sistema independente da acupuntura. Através da auriculoterapia é possível tratar cerca de 200 enfermidades, dentre as quais: enfermidades de carácter funcional, enfermidades de carácter neurótico e psicótico: cefaleias, neurastenia, insônia, dor, etc.

Um dos mais antigos métodos terapêuticos praticados na China, a auriculoterapia já era referida nos textos antigos como o Huang Ti Nei Jing, onde se relata a estreita relação do pavilhão auricular com o resto do corpo.

Os pontos auriculares funcionam como uma memória do histórico patológico das pessoas, portanto, o diagnóstico através destes, fornece o desenvolvimento cronológico das enfermidades e a preparação para processos patológicos que ainda não se manifestaram clinicamente.

A orelha é considerada na Medicina Tradicional Chinesa (MTC) um microssistema, no qual podem ser acionados, através de mecanismo reflexo, pontos relacionados aos órgãos e vísceras, tecidos e estruturas do corpo humano.

Após diagnóstico energético, os pontos auriculares puncionados através de microagulhas, sementes ou cristais, estimulam o Sistema Nervoso Central que reage de forma reflexa, produzindo alívio de dores, da ansiedade, desintoxicação, tonificando deficiências e dispersando excessos de energia, enfim, reestabelecendo o funcionamento normal do organismo.

Assim como a Acupuntura, ela promove o equilíbrio das energias Yin e Yang dos órgãos e vísceras, sendo em si uma técnica completa, porém mais simples, econômica, de rápida aplicação e destituída de efeitos colaterais.

Para algumas patologias a auriculoterapia mostrou-se superior a outras técnicas, como no caso de tratamento da obesidade e vícios, especialmente do fumo e do álcool.

Invista na saúde: pães integrais com aveia

O Pão de Trigo Integral com Aveia e o Pão Tipo Sueco Light com Aveia fazem parte da linha de produtos artesanais e sem conservantes produzidos pela Pinheirense. Além de saborosos, os nossos pães são saudáveis e possuem combinações variadas de sementes, que trazem inúmeros benefícios à saúde e mais qualidade de vida.

Benefícios da aveia:

A aveia apresenta efeitos benéficos sobre o colesterol, pressão arterial, níveis de açúcar no sangue, saciedade e saúde gastrointestinal.

Excelente fonte de fibra solúvel, cálcio, ferro, manganês, folacina, vitamina E, tiamina, niacina, riboflavina e outras vitaminas do grupo B, ajuda na redução tanto do nível de açúcar no sangue quanto dos níveis de insulina, um fator importante no controle do diabetes.

O farelo de aveia é rico em betaglucano, o que ajuda a reduzir os níveis de colesterol, diminuindo os riscos de infartos. Alguns estudos demonstram que a aveia não apenas diminui o colesterol LDL, mas também aumenta os níveis do bom colesterol, o HDL.

Por possuir um valor elevado de saciedade, o que significa que leva um longo tempo para ser digerida, a sensação de fastio é mais duradoura. Acredita-se que tanto a proteína como as fibras de aveia contribuem para esse efeito.