Dicas de conservação dos pães Pinheirense

A Pinheirense produz, artesanalmente, deliciosos pães integrais de forma e Tipo Sueco. Devido ao fato de não utilizarmos produtos químicos e conservantes, a validade de nossos produtos, comparada a dos pães industrializados, é menor. A seguir, disponibilizamos algumas dicas de conservação dos Pães Pinheirense:

Pão tipo Sueco:

Para conservá-lo sempre fresco, guardá-lo em vasilha de vidro devidamente fechada.

Pão Integral:

Até quatro dias: guardá-lo em lugar fresco;

a partir do quinto dia: guardar na geladeira por até 10 dias;

após dez dias: conservá-lo no congelador.

O Pão de cada dia

Dentre as vantagens do pão, pode-se destacar que é uma boa fonte de carboidratos complexos, além de ser rico em niacina, riboflavina e outras vitaminas B; algumas variedades fornecem boas quantidades de ferro; pães de cereal integral contêm alto teor de fibras.

Os carboidratos devem compor em torno de 50% das calorias ingeridas diariamente em dietas balanceadas. São importantes fontes de energia, principalmente para o cérebro, e garantem que o corpo poupe suas preciosas proteínas musculares da queima metabólica.

O tipo de farinha utilizada e a maneira como ela e os demais ingredientes interagem resultam nos diversos tipos de pão e em suas texturas e sabores específicos. Quando a farinha de trigo é amassada com algum líquido, as proteínas de glúten absorvem a água, resultando numa massa elástica que acumula gás do levedo de fermentação; Formam-se bolhas de dióxido de carbono, resultando numa textura leve.

O centeio e outros tipos de farinha possuem quantidades variadas de glúten, mas nenhuma se equipara à do trigo – razão pela qual os pães produzidos com outros cereais tendem a ser pesados e grossos. Para fazer um pão de centeio, de cevada ou de outros cereais e obter uma textura mais leve, adiciona-se um pouco de farinha de trigo à massa.

O sabor e a textura também sofrem influência do tipo de líquido misturado à massa – água, cerveja, leite e suco de frutas são as opções mais comuns. Açúcar e mel podem ser utilizados para “alimentar” o levedo e fazer com que o pão cresça mais rápido. Uma pequena quantidade de sal é necessária para fortalecer o glúten e controlar o ritmo de multiplicação do levedo. Manteiga, ou outra gordura, costuma ser adicionada para conferir sabor a pães industrializados.

Sempre verifique os ingredientes. Os pães produzidos em grandes quantidades apresentam vários conservantes, emulsificantes e alvejantes ou corantes, para prolongar o período de validade e melhorar a apresentação do produto.