Como limpar pisos de madeira

Limpar o piso de madeira com chá de ervas? Sim, desde que este seja combinado com mais alguns ingredientes. Os ácidos de tanino presentes em algumas ervas – nesse caso, a hortelã – acabam com a sujeira sem danificar o acabamento do piso. Torça o esfregão várias vezes ao limpar, pois se o piso ficar muito molhado, a tábua do assoalho pode deformar.

Para fazer um chá de hortelã forte e concentrado, use 6 saquinhos de chá para 1 litro de água e deixe em infusão por 2 a 3 horas, pelo menos.

- 1 litro de água

- 6 saquinhos de chá de hortelã

- 1 litro de vinagre branco

- 2 colheres de sopa de óleo mineral para bebês

- 1 colher de chá de detergente

- Em uma panela grande, ferva 1 litro de água, tire a panela do fogo e adicione 6 saquinhos de chá de hortelã. Deixe em infusão durante 2 horas.

- Despeje o chá em um balde e adicione o vinagre, o óleo mineral e o detergente. Misture com uma colher grande

- Mergulhe um esfregão limpo na solução, esprema ou torça-o e comece a esfregar.

Cozinha: adesivos para cobrir os azulejos

Nosso lar merece toda atenção, carinho e cuidado necessário, para que possamos desfrutá-lo com prazer e satisfação. De acordo com as possibilidades financeiras de cada pessoa, é possível, sim, deixar cada cantinho da casa muito agradável e aconchegante tanto para os seus moradores quanto para as visitas.

E a cozinha, claro, sendo um local especial da casa, onde preparamos nossos alimentos e, em muitos lares, considerada, ainda, como o local ideal para desfrutar de todas as refeições e estabelecer conversas e momentos de confraternização ao lado de parentes e amigos, merece investimentos que a deixem sempre convidativa.

Tendências atuais de decoração são os desenhos e materiais próprios para cobrir os azulejos da cozinha. Há desde estampas com apelo retrô até aquelas com imitações de ladrilho hidráulico.

As alternativas mais usadas para proteger e finalizar as paredes da cozinha continuam sendo o azulejo (ou porcelanato) e a tinta acrílica, que podem ser aplicados numa base de massa feita de cimento e areia (emboço) ou, no caso de reforma, na cerâmica existente.

Além dos fatores estéticos, a decisão sobre qual caminho seguir depende do orçamento e do tempo disponível para a obra. Se você optar por não remover o revestimento antigo, economizará a mão de obra de demolição e a retirada de entulho. Com o objetivo de evitar surpresas durante e após a reformulação, observe alguns cuidados.

Ao trocar os azulejos, verifique se a espessura do novo modelo é parecida com a do anterior para não haver necessidade de adaptar a guarnição das portas e janelas ou de substituir o acabamento dos registros hidráulicos. Já no caso de pintura ou sobreposição das peças cerâmicas, confira se a base está totalmente limpa e desengordurada.

Atenção: não pode existir infiltração ou vazamento de água, e convém retirar as unidades soltas e sem resistência mecânica (quebradiças ou com a superfície fraca).