Pães integrais com kümmel

Os pães integrais com kümmel – de forma e tipo sueco- fazem parte da nossa linha de produtos artesanais e sem conservantes. Usada para fins medicinais e na culinária, o kümmel é uma planta herbácea, também considerada aromática.

O sabor das sementes dessa planta é parecido com o da erva doce. De origem europeia, o Kümmel (no Brasil, mais conhecido como alcarávia) ajuda na digestão.

Muito usado para aromatizar bolos, bolachas, pães, carne de porco e outras carnes gordurosas, além de ser aproveitado em queijos e sopas, é fundamental no preparo dos licores Wolfschmidt Kümmel, Mentzendorff Kümmel e Gilka Kümmel, da aguardente da escandinávia “Aquavit”, e do queijo tipo “Tilsit” alemão.

O sabor característico dos pratos preparados no sul da Alemanha e na Áustria é obtido com a utilização do Kümmel, geralmente misturado ao alho para o preparo de carnes e vegetais. Outra utilização clássica pode ser observada no Sauerkraut (Chucrute – preparado com repolhos fermentados e juníperos). No norte da África, especialmente na Tunísia, a alcarávia é utilizada no preparo de uma pasta apimentada chamada de harissa.

Versáteis, os Pães Pinheirense podem ser servidos junto a diferentes receitas e em várias ocasiões. Aproveite! Seu paladar e sua saúde agradecem!

Pão Sueco com Kümmel

A Pinheirense fabrica o Pão tipo Sueco com Kümmel que além de ser um produto artesanal, integral e sem conservantes, apresenta em sua composição essa planta herbácea, também considerada aromática, usada para fins medicinais e na culinária.

O sabor das sementes dessa planta é parecido com o da erva doce. De origem europeia, o Kümmel ( no Brasil, mais conhecido como alcarávia) ajuda na digestão.

Muito usado para aromatizar bolos, bolachas, pães, carne de porco e outras carnes gordurosas, além de ser aproveitado em queijos e sopas, é fundamental no preparo dos licores Wolfschmidt Kümmel, Mentzendorff Kümmel e Gilka Kümmel, da aguardente da escandinávia “Aquavit”, e do queijo tipo “Tilsit” alemão.

O sabor característico dos pratos preparados no sul da Alemanha e na Áustria é obtido com a utilização do Kümmel, geralmente misturado ao alho para o preparo de carnes e vegetais. Outra utilização clássica pode ser observada no Sauerkraut (Chucrute – preparado com repolhos fermentados e juníperos). No norte da África, especialmente na Tunísia, a alcarávia é utilizada no preparo de uma pasta apimentada chamada de harissa.

Super versátil, o Pão Sueco pode ser servido junto a diferentes receitas e em várias ocasiões. Aproveite! Seu paladar e sua saúde agradecem!

Experimente o Pão tipo Sueco com Kümmel

A Pinheirense fabrica o Pão tipo Sueco com Kümmel, que além de ser um produto artesanal, integral e sem conservantes, apresenta em sua composição essa planta herbácea, também considerada aromática, usada para fins medicinais e na culinária.

O sabor das sementes dessa planta é parecido com o da erva doce. De origem europeia, o Kümmel ( no Brasil, mais conhecido como alcarávia) ajuda na digestão.

Muito usado para aromatizar bolos, bolachas, pães, carne de porco e outras carnes gordurosas, além de ser aproveitado em queijos e sopas, é fundamental no preparo dos licores Wolfschmidt Kümmel, Mentzendorff Kümmel e Gilka Kümmel, da aguardente da escandinávia “Aquavit”, e do queijo tipo “Tilsit” alemão.

O sabor característico dos pratos preparados no sul da Alemanha e na Áustria é obtido com a utilização do Kümmel, geralmente misturado ao alho para o preparo de carnes e vegetais. Outra utilização clássica pode ser observada no Sauerkraut (Chucrute – preparado com repolhos fermentados e juníperos). No norte da África, especialmente na Tunísia, a alcarávia é utilizada no preparo de uma pasta apimentada chamada de harissa.

Dicas de Saúde: Kümmel

Essa planta herbácea, também considerada aromática, é usada para fins medicinais e na culinária. A Pinheirense fabrica o Pão de Trigo Integral com Kümmel e o Pão tipo Sueco com Kümmel.

Pão tipo Sueco com Kümmel

O sabor das sementes dessa planta é parecido com o da erva doce. De origem europeia, o Kümmel ( no Brasil, mais conhecido como alcarávia) ajuda na digestão.

Muito usado para aromatizar bolos, bolachas, pães, carne de porco e outras carnes gordurosas, além de ser aproveitado em queijos e sopas, é fundamental no preparo dos licores Wolfschmidt Kümmel, Mentzendorff Kümmel e Gilka Kümmel, da aguardente da escandinávia “Aquavit”, e do queijo tipo “Tilsit” alemão.

O sabor característico dos pratos preparados no sul da Alemanha e na Áustria é obtido com a utilização do Kümmel, geralmente misturado ao alho para o preparo de carnes e vegetais. Outra utilização clássica pode ser observada no Sauerkraut (Chucrute – preparado com repolhos fermentados e juníperos). No norte da África, especialmente na Tunísia, a alcarávia é utilizada no preparo de uma pasta apimentada chamada de harissa.