Motivos para consumir manteiga ghee

A preocupação cada vez maior com a saúde e com a procedência dos alimentos tem levado muitas pessoas a selecionar melhor tanto os produtos que consomem quanto a maneira como eles são preparados.

Tradicionalmente indiana, a manteiga ghee é produzida a partir do leite de vaca ou de búfala. Trata-se de uma manteiga pura, pois toda a água e os elementos sólidos e toxinas da gordura do leite e lactose são completamente removidos. Ghee é manteiga clarificada, o que significa que foi cozida para separar os sólidos de leite e a gordura do leite. A espuma no topo – que contém os alérgenos – é retirada.

O resultado é um óleo dourado, brilhante e transparente, que não fica rançoso. Esse é o ouro líquido que aparece nas antigas escrituras indianas, e que você poderá usar no preparo de todos os alimentos. Por não estragar facilmente, não precisa de refrigeração.

Motivos para consumir a manteiga ghee:

-  a ghee tem todo o sabor da manteiga, sem os alérgenos: ghee é feita de manteiga, mas os sólidos de leite e impurezas foram removidas.

- não contém lactose, sendo de fácil digestão, podendo ser consumida por intolerantes à lactose;

- não precisa ser armazenada na geladeira, pois tem uma grande durabilidade, embora fique líquida como óleo;

- é rica em vitaminas lipossolúveis: A, E, K e D;

- é uma gordura mais pura e ajuda a reduzir o colesterol e os triglicerídios;

- pode ser utilizada na preparação de refeições porque é estável em temperaturas elevadas;

- melhora o aparelho digestivo e estimula o sistema imunitário: rica em ácido butírico, um ácido gordo de cadeia curta. As bactérias intestinais benéficas convertem as fibras em ácido butírico e, em seguida, usam isso para dar energia e suporte à parede intestinal.

É importante lembrar que esses benefícios são obtidos a partir do consumo de pequenas quantidades de manteira ghee na dieta, que deve ser incluída em uma alimentação balanceada.

Como fazer a manteiga ghee em casa:

- Colocar a manteiga em uma panela, de preferência de vidro ou inox, e levar para o fogo médio até derreter e começar a ferver. Também pode-se usar o banho-maria;

- Com o auxílio de uma escumadeira ou colher, retire a espuma que irá se formar na superfície da manteiga, tentando não mexer na parte líquida. Todo o processo dura cerca de 30 a 40 minutos;

- Espere a manteiga esfriar um pouco e coe o líquido com uma peneira para retirar os sólidos que se formam no fundo da panela, pois eles são formados pela lactose.

- Coloque a manteiga em um frasco de vidro esterilizado e armazenar na geladeira no primeiro dia, para que ela fique com consistência dura. Em seguida, a manteiga pode ser armazenada em temperatura ambiente.

Para que a manteiga dure mais tempo, é importante armazená-la em um frasco de vidro que pode ser esterilizado colocando-o em água fervente por cerca de 10 minutos. Em seguida, deve-se deixa o frasco secar naturalmente sobre um pano limpo, com a boca virada para baixo para que não entre impurezas do ar no frasco. Após a secagem, deve-se tampar bem o frasco e utilizá-lo quando precisar.

Tenha seu jardim medicinal

Que tal cultivar seu próprio jardim medicinal? Basta investir um pouco de tempo, adquirir as sementes, para, em seguida, poder preparar infusões, chás e bálsamos.

É importante escolher um local ensolarado e um solo fértil para preparar o jardim. As plantas perenes vão passar de estação a estação, enquanto as anuais devem ser replantadas ou transplantadas.

Manjericão: Anual. Colha as folhas novas do “rei das ervas” quando precisar. Usos: flatulência, falta de apetite, cortes e arranhões.

Camomila: Anual. Utilize as flores para infusões e pomadas. Usos: indigestão, ansiedade, inflamações cutâneas.

Tanaceto: Perene. Utilize flores e folhas para chás. Mastigue as folhas para aliviar a dor de cabeça. Usos: dores de cabeça, artrites, problemas da pele.

Erva-cidreira ou melissa: Perene. Da família da menta, a erva-cidreira é uma versátil erva medicinal. Usos: ansiedade, insônia, feridas, herpes, picadas de insetos, flatulência.

Salsa: Bianual. Semelhante à sua prima crespa P. crispum, essa erva é carregada de nutrientes. Usos: flatulência, dificuldade de respirar.

Sálvia: Perene. Seu nome significa “curar”, refletindo sua utilização primitiva como erva medicinal e não culinária. Usos: inflamações da boca e da garganta.

Hipérico: Perene. Suas folhas brilhantes e flores amarelas são as partes principais dessa erva. Usos: depressão leve a moderada.

Tomilho: Perene. O ativo principal do tomilho, o timol, é um forte antisséptico. Usos: tosses, congestão, indigestão, gases.

Salada no inverno: receitas nutritivas

Nos dias frios, muita gente dispensa a salada, alegando que esse prato só combina com os dias mais quentes. Mas além de saudáveis, há vários tipos de saladas que podem ser muito bem apreciadas durante o inverno. Selecionamos duas receitas deliciosas:

Salada de atum com feijão branco:

Ingredientes (serve 4 pessoas)

  • 1 cabeça de alho
  • 1/4 de xícara de azeite de oliva extravirgem
  • 2 colheres de sopa de queijo parmesão ralado
  • 1 e 1/2 colher de sopa de suco de limão
  • 4 filés de anchova em conserva (sem o óleo)
  • Pimenta-do-reino moída na hora a gosto
  • 1 lata de feijão branco cozido escorrido
  • 5 xícaras de alface romana picada
  • 5 fatias de tomate seco picadas
  • 2 colheres de sopa de cheiro verde picado
  • 1 lata de atum (sem o óleo)

Preparo

1. Preaqueça o forno a 200 graus, deixando uma grelha no meio. Enquanto isso, corte a cabeça do alho ao meio, na horizontal, e embrulhe cada metade em um pedaço de papel-manteiga. Leve ao forno e asse por 30 minutos, ou até ficar bem macio. Retire do forno com cuidado, descasque os dentes e bata em um processador até formar uma pasta (ou amasse com um garfo). Disponha para uma tigela e e acrescente o azeite, o parmesão, o suco de limão, as anchovas e 1/2 colher de chá de pimenta. Mexa bem até formar um molho cremoso.
2. Misture os feijões com a alface, 3 colheres de sopa do molho de alho, o cheiro verde e 1/2 colher de chá de pimenta. Divida em quatro pratos diferentes, cobrindo a salada com o atum. Coloque o restante do molho por cima e sirva em seguida.

Salada de Huevos Rancheros:

Ingredientes (serve 4 pessoas)

  • 1 lata de feijão preto cozido escorrido
  • 3 colheres de sopa de coentro picado grosseiramente
  • 2 e 1/2 colheres de sopa de suco de limão
  • 1 colher de sopa de pimenta chipotle (ou molho de pimenta vermelha)
  • 1/2 colher de chá de cominho
  • 1 dente de alho picado
  • 1 pitada de sal
  • 1 abacate maduro
  • 1 colher de sopa de azeite de oliva extravirgem
  • 4 ovos grandes
  • 1 xícara de rúcula
  • 1/2 xícara de salsa verde mexicana

Preparo

1. Com um garfo, amasse em uma tigela os feijões com um pouco de coentro, 1 e 1/2 colher de sopa de suco de limão, o chipotle, o cominho, o alho e 1/4 de colher de chá de sal. Corte o abacate ao meio, remova a semente e remova a polpa cuidadosamente com o auxílio de uma colher. Depois corte em fatias e coloque 1 colher de sopa de suco de limão e a pitada de sal.
2. Em uma panela antiaderente, aqueça um pouco de azeite em temperatura média. Quebre os ovos e frite-os até cozinhar a clara. O ideal é que a gema fique mole (se não gostar, pode fritar mais). Divida a mistura de feijão em quatro pratos, cubra com a rúcola, o abacate, a salsa verde e os ovos. Sirva com o Pão tipo Sueco.

Tahine caseiro com Pão Sueco

Preparada com sementes de gergelim, o tahine é uma pasta saborosa, saudável e muito versátil, comumente usada no preparo do homus (pasta de grão de bico), babaganoush (pasta de berinjela), para temperar falafel, em diversos molhos de saladas, e até de doces. 

Experimente preparar o tahine caseiro e servi-lo com o Pão Sueco da Pinheirense.

Tahine caseiro – Ingredientes:

1 xícara de gergelim sem casca
Azeite de oliva – de 3 colheres a 1/3 de xícara

Preparo:

Leve ao fogo médio uma panela ou frigideira de fundo grosso e, assim que estiver quente, coloque as sementes de gergelim. Mexendo com frequência, espere até que o gergelim comece a dourar, cuidando para que não queime. Esse processo é muito rápido.

Depois que as sementes estiverem tostadas, deixe esfriar e coloque-as no processador. Adicione 3 colheres de azeite de oliva e bata no processador, desligue, limpe as laterais e bata novamente. Adicione azeite de oliva até obter a consistência desejada.

Guarde a pasta na geladeira, ela dura por meses. A receita rende 3/4 de xícara de pasta. Sirva com o pão tipo sueco Pinheirense. 

Sopa detox: inhame com espinafre

As sopas detox são ricas em vitaminas e minerais, pobres em gordura, sendo uma excelente opção para desintoxicar o organismo, aumentar as defesas naturais e controlar o peso.

Ingredientes

5 inhames médios sem casca
1 colher (café) de gengibre em cubos
1 cebola média picada
2 dentes de alho
1 xícara (chá) de espinafre picado
2 colheres (sopa) de farinha de linhaça dourada
200 ml de água
1 colher (chá) de tomilho e alecrim triturados
Pimenta-do-reino a gosto

Modo de preparo

Refogue o alho e a cebola em panela antiaderente.
Junte o inhame e a farinha de linhaça.
Tempere com pimenta-do-reino a gosto.
Acrescente a água.
Ao levantar fervura, coloque o gengibre.
Quando o inhame estiver macio, amasse-o com a concha.
Adicione o espinafre e ferva por mais dois minutos, até as folhas amolecerem.
Sirva no prato e acrescente o tomilho e alecrim triturados.

Você pode servir a sua sopa detox com os pães pinheirense – sueco ou de forma. Todos os nossos produtos são integrais, artesanais e isentos de conservantes. 

Sanduíche da estação: cogumelos, queijo e cebola caramelizada

Nesta época do ano, costumamos priorizar alimentos mais encorpados, numa preparação para o inverno. O sanduíche artesanal feito com o pão integral Pinheirense, combinado ao sabor exótico dos cogumelos, as cebolas caramelizadas e um pouco de rosbife (para criar uma refeição completa e com mais proteína), é uma ótima pedida em diferentes ocasiões. Você pode acrescentar algumas folhas de rúcula ou espinafre, para aumentar o valor nutritivo e deixá-lo com um visual ainda mais bonito.

Ingredientes:

  • 2 fatias de pão integral Pinheirense (artesanal, integral e isento de conservantes)
  • 3 fatias finas de rosbife
  • Cebola caramelizada (o quanto baste)
  • 3 folhas de rúcula ou espinafre
  • Cogumelos fatiados
  • 1 queijo fundido (tipo Polenguinho) ou requeijão/cottage light
  • Azeite para refogar
  • Sal e pimenta-do-reino a gosto
Preparo:
  • Numa frigideira, aqueça o azeite e junte os cogumelos e o rosbife. Tempere a gosto.
  • Mantenha a cebola caramelizada à temperatura ambiente.
  • Grelhe as fatias de pão e monte o sanduíche, começando com o queijo. Se preferir, pode umedecer o pão com um pouco de requeijão light ou queijo cottage.
  • Espere a carne esfriar um pouco e arrume sobre o pão, juntamente com os cogumelos e a cebola caramelizada.
  • Complete com as folhas de rúcula ou de espinafre bem lavadas e secas. Pronto!

Pão Sueco com patê de atum

O Pão Sueco Pinheirense é artesanal, integral e isento de conservantes e outros produtos químicos. Além de saboroso, é versátil, acompanhando diferentes pratos e receitas, em ocasiões diversas.

Experimente combinar o pão sueco Pinheirense com patê de atum – fonte de proteínas, ômega 3 e selênio. Confira a receita:

Patê de atum: 

Ingredientes: 1 lata de atum sólido em água; 2 colheres de sopa de maionese light; 1/2 cebola pequena; 5 azeitonas verdes; 1 colher de sopa de cebolinha picada; 1 colher de sopa de cheiro verde picado; 1 fio de azeite.

Preparo: 

Pique a cebola em pedaços bem pequenos. Fatie as azeitonas. Em uma tigela, misture todos os ingredientes, tomando cuidado pra deixar o atum com pedacinhos. Guarde na geladeira por no máximo 3 dias.

Lanches saudáveis e naturais

Feitos com pães integrais, carnes magras e vegetais frescos, os sanduíches naturais são uma opção saborosa para saciar a fome sem cair nas armadilhas dos fast-foods. Um sanduíche feito com a carne branca de frango, por exemplo, pode oferecer inúmeros benefícios à saúde de seu corpo. O frango não somente é fonte de proteína magra, mas contém diversas vitaminas. Confira uma receita de sanduíche natural de frango com mistura verde, que, além de saborosa e nutritiva, é super fácil de fazer:

Ingredientes:

500 gramas de peito de frango cozido e desfiado;

1 pacote de pão de forma integral Pinheirense;

1 xícara de salsinha picada;

1 xícara de salsão picado;

1 xícara de aipo cortado;

2 xícaras de casca de melancia;

1 limão para temperar;

1 xícara de maionese light;

Modo de Preparo:

Cozinhe o peito de frango, desfie e armazene em um refratário;

Lave a melancia, descasque-a e rale a casca com o auxilio de um ralador;

Leve as cascas ao fogo até a fervura e verifique se possuem maciez, nesse caso, retire do fogo;

Pique e corte todos os ingredientes e misture-os;

Acrescente a maionese e tempero com sal e limão a gosto;

Disponha o recheio sobre uma fatia do pão de forma integral Pinheirense e ponha a segunda fatia sobre o recheio;

Sirva o sanduíche em seguida.

Receita para um dia chuvoso

Em dias chuvosos, a vontade é de ficar embaixo do edredom, curtindo um bom filme e comendo guloseimas. Mas é possível substituir a pizza, o salgado gorduroso e doces cheios de calorias por alimentos saudáveis e também saborosos. Experimente o pão de queijo com mussarela de búfala, tapioca e linhaça:

Ingredientes:

  • 1 e ½ xícara de tapioca granulada
  • 3 xícaras de leite de inhame ou outro leite vegetal (coco, amêndoas, etc).
  • ¼ de xícara de óleo de coco, girassol ou azeite de oliva extra virgem
  • 1 ovo caipira
  • 1 xícara de mussarela de búfala, ou queijo sem lactose ou tofu (se optar por tofu, tempere com azeite, sal e orégano)
  • ¼ colher de sopa de sal marinho moído
  • 4 xícaras de polvilho doce
  • 2 colheres de sopa de linhaça
Preparo:
Aqueça o leite com o óleo de coco e despeje em uma tigela onde já esta a tapioca granulada. Reserve até esfriar. Quando a tapioca estiver fria, acrescente a mussarela de búfala, o ovo, e o polvilho aos poucos, até que fique em ponto de pão de queijo, desgrudando das mãos, mas não totalmente. Fica ainda mole. Passe água nas mãos para não grudar e faça bolinhas.

Asse em forno preaquecido a 180°, por 25 a 30 minutos.

Natal 2017: rabanada light com pão integral

A rabanada, um dos pratos mais apreciados do Natal, é uma receita originalmente preparada com pão amanhecido, leite condensado, leite, baunilha, ovos, açúcar e canela. Por ser muito calórica, foram feitas algumas adaptações que, ao contrário do que muita gente pensa, não tiraram o sabor desse quitute tão apreciado.

A versão que divulgamos aqui é mais saudável e menos calórica, preparada com pão integral, leite desnatado e adoçante.

Ingredientes:

- 4 fatias de pão integral Pinheirense

- 1 ovo

- 1/2 xícara de chá de leite condensado

- 1 colher de sopa de canela em pó

- 1 colher de chá de adoçante em pó

Preparo:

Bata bem o ovo até ficar espumoso. Corte as fatias de pão bem grossas e molhe no leite, depois passe no ovo batido. Leve para grelhar em uma frigideira antiaderente. Em seguida, passe em um prato com a canela e o adoçante.