Por que consumir água de coco

Você já deve saber que a água de coco traz inúmeros benefícios à saúde, mas, talvez, não conheça, de fato, o quão poderosa ela seja, já que apresenta propriedades antivirais, antibacterianas, anti-inflamatórias e antioxidantes, ajudando a prevenir e a combater diferentes tipos de doenças.

Beneficia o funcionamento cerebral e do sistema nervoso

Além de ser uma importante fonte de magnésio, a água de coco também tem uma quantidade relevante de potássio, que é uma das mais importantes substâncias para o sistema nervoso, assim como o cérebro, funcionarem bem. Consumindo água de coco com regularidade, é possível suprir mais de 13% da necessidade diária, com apenas um copo.

Diminui o cansaço e o estresse

Quando estamos com sede é sinal de que já estamos desidratados. Esse estado provoca uma lentidão nas funções do organismo, nas atividades cerebrais, levando ao cansaço mental e na diminuição das funções musculares, promovendo a fadiga. Os minerais presentes na água de coco (magnésio e potássio) auxiliam na redução do cansaço e do estresse. Por reidratar o corpo, a bebida também diminui a fadiga e o mal-estar.

Rejuvenesce e previne contra o câncer

A água de coco contém citocininas, que protegem as células do envelhecimento e previnem contra o câncer. As citocininas são hormônios vegetais responsáveis pela divisão celular, por isso atuam na renovação das células, garantindo uma pele jovem e saudável. Além disso, diminui a possibilidade de surgirem células cancerígenas, devido à rápida divisão celular (quando a célula se divide e dá origem a duas células idênticas, conhecido, também, como mitose). A divisão celular é o processo responsável pela reposição de células mortas, regeneração dos tecidos saudáveis do corpo e pelo crescimento do indivíduo.

Melhora a digestão

A água de coco atua como um tônico digestivo que se usa para tratar doenças tropicais, incluindo a gripe estomacal, disenteria, prisão de ventre e parasitas. O consumo ajuda a melhorar a digestão graças às suas enzimas bioativas.

Controle do colesterol

A água de coco auxilia no controle do colesterol alto. O seu consumo regular contribui para a diminuição das placas de ateroma nas artérias, baixando o colesterol e melhorando o funcionamento do coração.

Combate a ressaca

Ao ingerir bebida alcoólica, estimulamos a eliminação de água através da urina. Os efeitos dessa desidratação causam os famosos sintomas da ressaca: dor de cabeça, fadiga, mal-estar, sede, tontura e náuseas. Beber água de coco (cerca de 500 ml a 1000 ml) horas depois ou no dia seguinte a bebedeira promoverá a reposição dos líquidos e eletrólitos perdidos, amenizando os desconfortos. A quantidade exata dependerá de cada organismo e do tanto de álcool consumido.

Fortalece o sistema imunológico

A água de coco é rica em vitamina C, que aumenta a produção de glóbulos brancos, células que fazem parte do sistema imunológico e que têm a função de combater microorganismo e estruturas estranhas ao corpo. O nutriente aumenta os níveis de anticorpos no organismo.

Coração e rins saudáveis

O potássio encontrado na água de coco é um nutriente extremamente importante para manter em equilíbrio a quantidade de sal e água que os rins excretam. Sem o potássio, os rins não conseguem eliminar sódio com eficiência. E o excesso de sódio no organismo, por sua vez, retém água e aumenta a pressão arterial, também conhecido como hipertensão.

Perda de peso

A água de coco auxilia na perda de peso por possuir baixa densidade calórica e fornecer vitaminas e minerais importantes para os processos metabólicos de geração de energia. Por se tratar de uma bebida natural – não contém corantes nem conservantes- e ser fonte de nutrientes, ela pode ser inserida em dietas que objetivam perda ou manutenção de peso e reeducação alimentar. Deve-se ressaltar, no entanto, que ingeri-la isoladamente não é suficiente para emagrecer, é necessário adotar hábitos de vida saudáveis, reduzir o consumo de alimentos industrializados altamente calóricos e fazer atividades físicas.

Ajuda a combater a candidíase

Como o coco tem função fungicida, a ingestão da água de coco ajuda no tratamento para equilibrar a flora vaginal e controlar a candidíase. O óleo de coco aplicado topicamente também pode ajudar no tratamento.

Benefícios dos pães com aveia

O Pão de Trigo Integral com Aveia faz parte da linha de produtos artesanais e sem conservantes produzidos pela Pinheirense. Além de saborosos, os nossos pães possuem combinações variadas de sementes, que trazem inúmeros benefícios à saúde.

Benefícios da aveia:

A aveia apresenta efeitos benéficos sobre o colesterol, pressão arterial, níveis de açúcar no sangue, saciedade e saúde gastrointestinal. Excelente fonte de fibra solúvel, cálcio, ferro, manganês, folacina, vitamina E, tiamina, niacina, riboflavina e outras vitaminas do grupo B, ajuda na redução tanto do nível de açúcar no sangue quanto dos níveis de insulina, um fator importante no controle do diabetes.

O farelo de aveia é rico em betaglucano, o que ajuda a reduzir os níveis de colesterol, diminuindo os riscos de infartos. Alguns estudos demonstram que a aveia não apenas diminui o colesterol LDL, mas também aumenta os níveis do bom colesterol – o HDL.

Por possuir um valor elevado de saciedade, o que significa que leva um longo tempo para ser digerida, a sensação de fastio é mais duradoura. Acredita-se que tanto a proteína como as fibras de aveia contribuem para esse efeito.

Óleo de coco fortalece o sistema imunológico

Considerado um superalimento, o óleo de coco (extra-virgem) é uma gordura do bem, que, por apresentar a combinação do ácido láurico e do ácido cáprico, fortalece o sistema imunológico, combatendo bactérias, vírus e fungos. Você pode consumir, diariamente, de duas a três colheres de sopa do óleo. Confira os demais benefícios desse alimento:

Aumenta o colesterol bom

O óleo de coco é eficaz para aumentar os níveis de colesterol HDL, que é conhecido como o colesterol “bom”. Pesquisas feitas com mulheres com obesidade abdominal mostraram que a HDL aumentou para aquelas que consumiram o óleo de coco. Em contraste, as mulheres que consomem óleo de soja apresentaram uma diminuição no colesterol HDL.

Diminui a sensação de fome:

O óleo de coco pode ser um alimento funcional para alguns praticantes de musculação: em primeiro lugar, pelos fatores termogênicos apresentados do alimento. Elevando a temperatura corpórea, consegue-se, portanto, acelerar o metabolismo. Além disso, para indivíduos com dietas restritas em carboidratos, ele pode ser uma boa opção para o pré-treino, pois servirá rapidamente de energia ao corpo.

Faz bem para a pele:

Manter a pele hidratada faz parte de um dos benefícios do óleo de coco. Muitas mulheres já descobriram que ele é um hidratante maravilhoso para as pernas, braços e cotovelos. Você pode usá-lo em seu rosto também; embora isso não seja recomendado para pessoas com pele muito oleosa.

Ele também pode ajudar a reparar calcanhares rachados. Basta aplicar uma camada fina nos calcanhares na hora de dormir e calçar meias.

Combate infecções

O óleo de coco virgem tem fortes propriedades antibacterianas, que podem ajudar a combater infecções. Isso porque auxilia no retardo do crescimento da bactéria intestinal Clostridium difficile, que é a responsável por causar diarreia grave. Suas propriedades também são ótimas para combater várias outras bactérias e leveduras.

Cicatrização de feridas

Estudos feitos em ratos, cujas feridas foram tratadas com óleo de coco, mostraram uma redução dos marcadores inflamatórios, e o aumento da produção de colágeno, um componente importante da pele. Como resultado, as feridas foram curadas muito mais rápido.

Para acelerar a cicatrização de pequenos cortes ou arranhões, aplique um pouco de óleo de coco diretamente na ferida e cubra com uma bandagem.

Combate a candidíase

A Cândida albicans é um fungo responsável por infecções, que normalmente ocorrem em áreas quentes e úmidas do corpo, como a boca ou a vagina. O óleo de coco é um aliado ao combate da candidíase.

Melhora a saúde do fígado

A gordura saturada do óleo de coco protege o fígado de danos causados pelo álcool ou por toxinas. Em uma pesquisa, foi observada a diminuição nos marcadores inflamatórios do fígado e um aumento da atividade das enzimas hepáticas benéficas. Por isso, tenha sempre ele por perto. 

Melhora a função cerebral

Os triglicerídeos de cadeia média (TCM) se transformam em cetonas, que podem atuar como uma fonte alternativa de energia para o seu cérebro. Vários estudos têm encontrado benefícios impressionantes desse óleo para distúrbios cerebrais, incluindo epilepsia e doença de Alzheimer.

Protege o cabelo

Um estudo comparou os efeitos do óleo de coco, óleo mineral e óleo de girassol no cabelo. O óleo de coco pode ajudar a reduzir a perda de proteína do cabelo, quando aplicado antes ou após a lavagem. Este resultado ocorreu com os cabelos danificados e também saudáveis. Isso porque o ácido láurico, o ácido gordo principal do óleo de coco, consegue penetrar a haste do cabelo de modo que a maioria das outras gorduras não consegue.

Como consumir o óleo de coco

O óleo de coco pode acompanhar tanto pratos doces quanto salgados e, o melhor, pode ser aquecido, afinal, estamos falando de lipídios já saturados. 

É possível preparar omeletes, shakes, sucos, bolos, tortas, entre outros pratos, usando o óleo de coco. Também cai super bem com frutas, iogurte e mingau de aveia.

Pão Sueco com Gergelim: integral e sem conservantes

Assim como os demais produtos da Pinheirense, o Pão tipo Sueco com Gergelim é integral, artesanal e isento de conservantes.

Os muitos benefícios da semente de gergelim para a saúde derivam de seu teor nutricional, incluindo vitaminas, minerais, óleos naturais, e compostos orgânicos que consistem em cálcio, ferro, magnésio, fósforo, manganês, cobre, zinco, fibra, tiamina, vitamina B6, folato, proteína e triptofano.

O gergelim também auxilia no tratamento da hemorroida, do diabetes, na perda de peso, na prevenção do envelhecimento precoce, na manutenção de ossos saudáveis, além de melhorar a respiração, evitar a asma e ajudar na prevenção de doenças cardiovasculares.

Pão com sementes: integral e sem conservantes

O tempo passou, mas a Pinheirense se mantém fiel às suas raízes e, sobretudo, à qualidade. E a clientela, também! Ao longo de seus 80 anos, a Pinheirense se tornou um desses raros exemplos em que a tradição do antigo se renova no frescor de cada fornada.

Aliados à produção artesanal, estão os grãos rigorosamente selecionados e ingredientes ricos em fibras e efeitos medicinais, como quinoa, semente de abóbora, semente de girassol, linhaça, castanha do Pará, castanha de caju, kümmel, gergelim, aveia, etc. 

Entre os nossos produtos está o Pão de forma integral com sementes – saboroso e muito saudável! Todos os nossos pães são isentos de conservantes.

Sanduíche natural: alternativa saudável ao fast-food

Feitos com pães integrais, carnes magras e vegetais frescos, os sanduíches naturais são uma opção saborosa para saciar a fome sem cair nas armadilhas dos fast-foods.  Um sanduíche feito com a carne branca de frango, por exemplo, pode oferecer inúmeros benefícios à saúde de seu corpo.

O frango não só é fonte de proteína magra, mas contém diversas vitaminas. Confira uma receita de sanduíche natural de frango com mistura verde, que, além de saborosa e nutritiva, é super fácil de fazer:

Ingredientes:

500 gramas de peito de frango cozido e desfiado;

1 pacote de pão de forma integral Pinheirense;

1 xícara de salsinha picada;

1 xícara de salsão picado;

1 xícara de aipo cortado;

2 xícaras de casca de melancia;

1 limão para temperar;

1 xícara de maionese light;

Modo de Preparo: Cozinhe o peito de frango, desfie e armazene em um refratário; lave a melancia, descasque-a e rale a casca com o auxilio de um ralador; leve as cascas ao fogo até a fervura e verifique se possuem maciez, nesse caso, retire do fogo; pique e corte todos os ingredientes e misture-os; acrescente a maionese e tempero com sal e limão a gosto; disponha o recheio sobre uma fatia do pão de forma integral Pinheirense e ponha a segunda fatia sobre o recheio; sirva o sanduíche em seguida.

Por que consumir clara de ovo

A clara de ovo é composta por 90% de água e 10% de proteínas. Cerca de 55% das proteínas da clara de ovo são formados pela albumina, que é considerada uma proteína de alto valor biológico (ou seja, é muito bem aproveitada pelo organismo), e que tem papel fundamental na reconstrução das fibras musculares. Confira os demais nutrientes:

-Selênio: uma única clara contém 9% das necessidades diárias;

-Potássio (2%);

-Magnésio (1%);

-Riboflavina (vitamina B2): 9% das necessidades diárias;

-Ácido pantotênico (B5): 1%;

-Colina;

-Betaína;

-Folato.

A clara de ovo é uma fonte de proteína barata e com teor quase zero de gordura. Além de ser utilizada por quem pratica atividade física e busca aumentar a massa muscular, há benefícios da clara de ovo para a saúde da pele e também para aqueles que estão querendo perder peso.

O alto teor de proteínas da clara aumenta a saciedade e permite um consumo menor de calorias durante a refeição e ao longo do dia. As claras também são uma alternativa saudável para quem adora ovo, mas está preocupado com os níveis de gordura da dieta.

Pães tipo Sueco e de forma com linhaça

Entre os alimentos de origem vegetal, a linhaça dourada é o que mais possui ômega 3 em sua composição. Além disso, apresenta fibras, proteínas, vitaminas A, E, B1, B6, B12, potássio, sódio, fósforo, ferro, zinco, e outros minerais.

São muitos os benefícios da linhaça para a saúde: protege o coração, ajuda no controle do diabetes e de inflamações, auxilia na prevenção de determinados tipos de câncer, beneficia a saúde do intestino e melhora o sistema imunológico, além de ajudar no emagrecimento.

Desde 1937, a Pinheirense produz, artesanalmente, pães integrais e isentos de conservantes, feitos com grãos rigorosamente selecionados e ingredientes ricos em fibras e efeitos medicinais. Experimente os pães tipo Sueco com linhaça e o Pão de forma integral com linhaça.

Pães com kümmel

Os pães integrais com kümmel – de forma e tipo sueco- fazem parte da nossa linha de produtos artesanais e sem conservantes. Usada para fins medicinais e na culinária, o kümmel é uma planta herbácea, também considerada aromática.

O sabor das sementes dessa planta é parecido com o da erva doce. De origem europeia, o Kümmel (no Brasil, mais conhecido como alcarávia) ajuda na digestão.

Muito usado para aromatizar bolos, bolachas, pães, carne de porco e outras carnes gordurosas, além de ser aproveitado em queijos e sopas, é fundamental no preparo dos licores Wolfschmidt Kümmel, Mentzendorff Kümmel e Gilka Kümmel, da aguardente da escandinávia “Aquavit”, e do queijo tipo “Tilsit” alemão.

O sabor característico dos pratos preparados no sul da Alemanha e na Áustria é obtido com a utilização do Kümmel, geralmente misturado ao alho para o preparo de carnes e vegetais. Outra utilização clássica pode ser observada no Sauerkraut (Chucrute – preparado com repolhos fermentados e juníperos). No norte da África, especialmente na Tunísia, a alcarávia é utilizada no preparo de uma pasta apimentada chamada de harissa.

Versáteis, os Pães Pinheirense podem ser servidos junto a diferentes receitas e em várias ocasiões. Aproveite! Seu paladar e sua saúde agradecem!

O papel das fibras na atividade física

Existe uma fórmula simples e saudável que somada à prática de atividades físicas traz efeitos significativos: a alimentação equilibrada. Uma dieta rica em proteínas, fibras e a ingestão de líquido ajudam a chegar ao ponto esperado.

As fibras auxiliam na regularização do intestino, ajudam a controlar o açúcar no sangue, a baixar o colesterol ruim e até na prevenção de câncer do cólon.

Com o açúcar e o colesterol controlados, o organismo elimina mais rapidamente a gordura e absorve melhor os valores nutricionais de outros alimentos, o que influencia diretamente no resultado da atividade física.

Podemos encontrar fibras em vários alimentos, anote alguns deles para incluir em sua dieta diária.

- Arroz integral;

- Pão integral;

- Lentilha;

- Ameixa seca;

- Banana;

- Maçã;

- Soja.

É importante lembrar que a ingestão de água torna-se ainda mais indispensável quando a alimentação está baseada nas fibras. O líquido vai melhorar o funcionamento do intestino. Sem ele, o efeito pode ser contrário e a pessoa acaba ficando com o intestino preso.