Pós dia do lixo: alimentos anti-inflamatórios

Resultado de imagem para dia do lixo

Seguir uma dieta à risca não é nada fácil, até mesmo porque, diferentemente de atletas de alta performance e de algumas pessoas SUPER disciplinadas, temos vida social, participamos de confraternizações diversas, onde, muitas vezes, respeitar o regime alimentar é improvável.

O famoso “dia do lixo” é aquele momento em que muitos aproveitam para extravasar e comer de tudo. Há até quem defenda esse “ritual”, alegando que é benéfico para a dieta e para a saúde. Especulações à parte, vale a pena consumir certos alimentos para aliviar a inflamação e desintoxicar o organismo, no dia seguinte à “farra alimentar”. É o que explicam Rachita Reddy, MD, e Violet Santana, nutricionista e autora do Operation Cleanse.

Quinoa: “Os grãos integrais reduzem a gordura e diminuem centímetros da sua cintura porque são absorvidos na corrente sanguínea a um ritmo lento”, explica Reddy. Ela recomenda a ingestão de quinoa e outros grãos integrais como cevada, arroz integral, triguilho e aveia após uma refeição lixo, uma vez que todos eles têm fibra, o que evita a inflamação e um pico de açúcar. “Evitar picos de açúcar significa que o açúcar em seu corpo não será armazenado como gordura”.

Salmão: está no topo de qualquer lista de alimentos anti-inflamatórios. Os ácidos graxos ômega 3 neste peixe são aquilo que você pode chamar de “gorduras saudáveis” que contribuem para a função cerebral saudável e um menor risco de câncer e doenças crônicas, como a doença de Alzheimer, degeneração macular, esclerose múltipla e artrite reumatoide. Um estudo de 2013 no jornal Immunity descobriu que os ácidos graxos ômega-3 ajudam a bloquear a resposta inflamatória do corpo. Além disso, esse peixe rico em proteínas é rico em vitaminas e minerais como o potássio, o selênio e a vitamina B12.

Abacate: 

“Apesar de o abacate ser rico em gorduras saudáveis, ele não é tão rico em calorias como as pessoas pensam”, diz Santana. Ela recomenda comer esta fruta após refeições lixo, pois ela é naturalmente rica em gorduras insaturadas saudáveis para o coração, fibras, vitaminas A, C, E, K e B, potássio e antioxidantes. Os benefícios anti-inflamatórios dos abacates são tão fortes que podem até compensar as escolhas alimentares pouco saudáveis. Um estudo de 2013 descobriu que simplesmente adicionar um abacate a um hambúrguer poderia limitar a resposta inflamatória no corpo.

Pasta de amendoim e hipertrofia muscular

A pasta de amendoim é saborosa, nutritiva, sacia a fome e é boa para a saúde. Mais da metade da composição dessa leguminosa é gordura, e a outra metade é composta por proteína (25%), carboidrato (20%) e fibra (5%). Excelente fonte de vitamina E e de vitaminas do complexo B, principalmente B3, B6, folato e biotina, também é rica em diversos minerais como ferro, magnésio, potássio, fósforo, zinco, selênio, cobre, manganês e cálcio. A manteiga de amendoim contém fitosteróis, ácido cumárico e resveratrol, antioxidantes que, em conjunto com a vitamina E, ajudam a prevenir doenças cardíacas e o câncer.

Como se não bastasse, a pasta de amendoim ajuda na hipertrofia muscular, devido às seguintes propriedades:

  1. Ser rica em proteínas, pois o amendoim naturalmente contém uma boa concentração desse nutriente;
  2. Ser um hipercalórico natural, favorecendo o ganho de peso de forma boa, sem estimular o acúmulo de gordura;
  3. Ser fonte de gorduras boas como o ômega-3, que fortalece o sistema imunológico e reduz a inflamação no corpo;
  4. Favorecer a contração muscular e previne cãibras, por conter magnésio e potássio;
  5. Ser rica em vitaminas do complexo B, o que melhora o funcionamento das mitocôndrias, que são partes das células responsáveis por fornecer energia para o corpo;
  6. Prevenir lesões musculares, por ser rica em antioxidantes como a vitamina E e fitosteróis.

Receita de Vitamina Proteica de Pasta de Amendoim

Essa vitamina é uma mistura hipercalórica que pode ser consumida em um lanche ou como pós-treino.

Ingredientes:

  • 200 ml de leite integral
  • 1 banana
  • 6 morangos
  • 2 colheres de sopa de aveia
  • 1 colher de sopa de pasta de amendoim
  • 1 medida de whey protein

Modo de preparo: Bater todos os ingredientes no liquidificador. Sirva gelado. 

Benefícios e propriedades da canela

A canela já foi considerada mais valiosa que o ouro e, na Antiguidade, era símbolo de sabedoria para gregos, romanos e hebreus. Com o passar do tempo, os benefícios dessa especiaria à saúde só foram ratificados: possui propriedades antimicrobianas, anti-inflamatórias, anti-infecciosas e anticoagulantes. Confira os principais benefícios da canela e suas propriedades:

- Ajudar a controlar a diabetes porque melhora a utilização do açúcar;

-melhora transtornos digestivos como gases, problemas espasmódicos e ajuda a tratar a diarreia, devido ao seu efeito antibacteriano, antiespasmódico e anti-inflamatório;

-combate as infeções das vias respiratórias, pois tem um efeito secante nas mucosas e é um expectorante natural;

- diminui a fadiga e melhora o estado de ânimo porque aumenta a resistência ao stress;

-ajuda a combater o colesterol pela presença de antioxidantes;

- ajuda na digestão, principalmente quando misturada ao mel – este tem enzimas que facilitam a digestão. A canela possui efeito antibacteriano, antiespasmódico e anti-inflamatório;

-combate infeções das vias respiratórias, por possuir um efeito secante nas mucosas e é ser um expectorante natural;

-diminui o apetite, pois é rica em fibras;

-reduz o acúmulo de gordura porque melhora a sensibilidade dos tecidos à ação da insulina;

-afrodisíaca, ainda melhora a circulação sanguínea, aumentando a sensibilidade e o prazer, o que também favorece o contato sexual.

Quantidade recomendada: entre 1 e 6 gramas, o equivalente a meia ou até uma colher de chá, ao dia. Como estes valores mudam muito, é interessante consultar um médico ou nutricionista sobre a melhor porção do alimento para cada pessoa.

Como consumir a canela: Não há diferenças nutricionais entre a ingestão da canela em pó ou em pau. Essa especiaria pode ser consumida polvilhada sobre frutas, legumes e carnes e também pode ser incluída em chás e sucos. O alimento também fica muito bem polvilhado sobre doces, como arroz doce, mingau d aveia, dentre outros. 

Pão de forma integral: nozes e passas

O Pão Integral de nozes e passas da Pinheirense é ideal para quem valoriza uma alimentação saudável e saborosa. Nossos pães são artesanais e isentos de conservantes. Seu paladar e sua saúde agradecem!

Confira os benefícios das nozes e da uva-passa para a saúde:

Nozes: Ricas em vitamina E e potássio.

A maioria é rica em minerais, incluindo cálcio, ferro, manganês e zinco.

Boa fonte de ácido fólico, niacina e outras vitaminas do complexo B, e de proteína.

Uva-passa: Rica em pectina e bioflavonóides.

Contém fitoquímicos que podem diminuir os riscos de doenças do coração, câncer e derrames.

Lanche ou sobremesa doces e pouco calóricas.

Dieta dos sucos

No post de hoje, selecionamos algumas receitas de sucos combinados- frutas + verduras- que ajudam bastante na perda de peso. Além de nutritivos, saudáveis e livres de gordura, são muito saborosos! Basta escolher aqueles que mais agradam ao seu paladar!

Abacaxi, laranja e limão: 1 rodela de abacaxi; 1 laranja, 1/2 limão com cascas; 100 ml de água. Preparo: corte a rodela de abacaxi em cubos. Descasque a laranja, deixando o máximo de pele branca. Corte-a em pedaços ou separe-a em gomos. Corte o limão em rodelas finas e bata tudo no liquidificador com água. Coe, acrescente gelo em cubinhos, se desejar, e sirva em seguida.

Cenoura, nabo, espinafre, alface e salsa: 5 cenouras, 6 folhas de espinafre, 4 folhas de alface, 1/4 de um nabo, 4 galhinhos de salsa, 200 ml de água. Preparo: corte as cenouras em fatias. Em seguida, coloque-as junto com os outros ingredientes no liquidificador. bata bem, coe e tome em seguida.

Uva, kiwi e laranja: 3 kiwis, 1 cacho de uvas, 1 laranja, 100 ml de água. Preparo: corte os kiwis em rodelas finas. Descasque a laranja, deixando o máximo de pele branca. Corte-a em pedaços ou separe-a em gomos. Leve as frutas todas juntas ao liquidificador, com água. Bata, coe e tome em seguida.

Caqui, abacaxi e pera: 1 caqui, 1 rodela de abacaxi, 1 pera, 150 ml de água. Preparo: corte o caqui e a pera em pedaços pequenos, descartando as sementes; o abacaxi, em cubos. Bata tudo no liquidificador, coe e tome em seguida.

Maçã, beterraba e laranja: 2 maças vermelhas, médias; 1 beterraba, 1 laranja, 150 ml de água. Preparo: corte as maçãs em pedaços pequenos e descarte as sementes. Rale a beterraba. Descasque a laranja, deixando toda aquela parte branca ao redor dela. Depois, corte a laranja em pedaços menores e bata tudo na centrífuga com a água.

Goiaba e hortelã: 1 colher (sopa) de mel, 2 folhas de hortelã, 1 goiaba vermelha picada, 1 xícara (chá) de água. Preparo: bata todos os ingredientes no liquidificador, coe e sirva.

Melancia e água de coco: 1 copo (americano) de água de coco; 4 fatias médias de melancia. Preparo: bata tudo no liquidificador, coe e sirva.

Morango e alface: 1 xícara (chá) de morangos picados, 1 colher (sopa) de mel, 2 folhas de alface, 1 xícara (chá) de água. Preparo: bata todos os ingredientes no liquidificador, coe e sirva.

Receitas para celebrar início da Primavera

Muitas flores de jardim, além de comestíveis, são uma contribuição atraente e colorida para saladas, diferentes pratos e pudins. Colha-as frescas para uso imediato. Um alerta: nunca use flores que tenham sido borrifadas com qualquer espécie de pesticida. Evite plantas tóxicas como azaleias, narcisos, crisântemos, hortênsias, lírios-do-vale, oleandros, rododendros e ervilhas-de-cheiro. Selecionamos duas receitas que são a “cara” da Primavera.

Receita de folhas com flores comestíveis ao molho de mel.

Ingredientes: 1 unidade de endivia; 1 unidade de radicchio; 1 unidade de alface americana; 1 unidade de broto de alfafa; 1 unidade caixa de amor perfeito orgânico

Para o Molho:

1/2 xícara de vinagre branco; 3 colheres de sopa de mel; sal; semente de papoula para salpicar sobre a salada.

Modo de preparo ( molho): bater bem os ingredientes. Salpicar as sementes de papoula sobre a salada.

Dica: Sirva com o Pão tipo Sueco Pinheirense

Sanduíche Romano:

Ingredientes:

-1/2 colher(es) de sopa de café solúvel

-1 colher(es) de sopa de água

-4 colher(es) de sopa de cream cheese

-8 fatia(s) de pão integral Pinheirense ou Pão tipo Sueco

-200 grama(s) de queijo prato fatiado

-200 grama(s) de lombo condimentado fatiado

-8 folha(s) de alface-romana picadas

-1 beterraba média ralada

Preparo: Dissolva o café na água e misture o cream cheese. Espalhe a mistura de cream cheese e café em metade das fatias de pão. Depois, distribua o queijo, o lombo, a alface e a beterraba nas fatias. Feche os sanduíches com as outras quatro fatias e sirva a seguir.

Motivos para consumir chia

Muitas pessoas ainda não conhecem os diversos benefícios das sementes de chia, que ajudam a combater a diabetes, melhoram a digestão, diminuem o nível de colesterol LDL, contêm propriedades anti-inflamatórias, etc.

Muitos imaginam que se trata de um alimento nada agradável ao paladar, contudo, o sabor neutro dessa semente não altera o gosto dos outros alimentos. Além disso, são várias as opções de consumo da chia: com o seu iogurte predileto, ao leite, no mingau de aveia, na salada, em pudins, geleias, em pães, omeletes, gelatinas, na vitamina, nas sopas e caldos, na lasanha e no arroz de forno, nas almôndegas, e por aí vai.

Conheça os principais componentes da semente de Chia:

-Ômega 3: A semente da chia é uma das mais ricas fontes conhecidas, tanto animal quanto vegetal. Possui teor muito maior do que o encontrado na linhaça e no salmão!

-Cálcio: apresenta cinco vezes a concentração do mineral encontrada no leite de vaca. Foi recentemente descoberto, que ele também ajuda a queimar gordura no organismo.

-Magnésio: possui duas vezes mais do que em castanhas e nozes .

-Manganês e fósforo: três vezes mais do que no espinafre.

-Proteínas:  É uma fonte de proteína completa, que fornece todos os aminoácidos essenciais que o homem precisa.

-Fibras: a alta concentração de fibras alimentares faz da chia um aliado do emagrecimento e da boa digestão. São também extremamente ricas em vitaminas e minerais, sendo uma das fontes vegetais mais ricas que se tem conhecimento até hoje.

-Antioxidantes: a presença do flavonoide kaempferol e, em menor quantidade, os ácidos cafeico e clorogênico presentes, conferem à chia três vezes mais antioxidantes que as famosas uvas-do-monte.

Contra-indicação: Qualquer pessoa pode ingerir a semente. Porém, devido ao alto teor calórico, o excesso pode levar ao ganho de peso. Cada colher de sopa cheia possui aproximadamente 75 calorias. Há também pessoas com a chamada “síndrome do intestino irritável”, devendo ficar atentas com o consumo de sementes em geral.

Dica de consumo:

Misture as sementes de chia nos pães de forma Pinheirense, que além de integrais, são feitos artesanalmente e não apresentam conservantes em sua composição. 

Benefícios da manteiga Ghee

A preocupação cada vez maior com a saúde e com a procedência dos alimentos tem levado muitas pessoas a selecionar melhor tanto os produtos que consomem quanto a maneira como eles são preparados.

Tradicionalmente indiana, a manteiga ghee é produzida a partir do leite de vaca ou de búfala. Trata-se de uma manteiga pura, pois toda a água e os elementos sólidos e toxinas da gordura do leite e lactose são completamente removidos. Ghee é manteiga clarificada, o que significa que foi cozida para separar os sólidos de leite e a gordura do leite. A espuma no topo – que contém os alérgenos – é retirada.

O resultado é um óleo dourado, brilhante e transparente, que não fica rançoso. Esse é o ouro líquido que aparece nas antigas escrituras indianas, e que você poderá usar no preparo de todos os alimentos. Por não estragar facilmente, não precisa de refrigeração.

Motivos para consumir a manteiga ghee:

-  a ghee tem todo o sabor da manteiga, sem os alérgenos: ghee é feita de manteiga, mas os sólidos de leite e impurezas foram removidas.

- não contém lactose, sendo de fácil digestão, podendo ser consumida por intolerantes à lactose;

- não precisa ser armazenada na geladeira, pois tem uma grande durabilidade, embora fique líquida como óleo;

- é rica em vitaminas lipossolúveis: A, E, K e D;

- é uma gordura mais pura e ajuda a reduzir o colesterol e os triglicerídios;

- pode ser utilizada na preparação de refeições porque é estável em temperaturas elevadas;

- melhora o aparelho digestivo e estimula o sistema imunitário: rica em ácido butírico, um ácido gordo de cadeia curta. As bactérias intestinais benéficas convertem as fibras em ácido butírico e, em seguida, usam isso para dar energia e suporte à parede intestinal.

É importante lembrar que esses benefícios são obtidos a partir do consumo de pequenas quantidades de manteira ghee na dieta, que deve ser incluída em uma alimentação balanceada. 

Como fazer a manteiga ghee em casa:

- Colocar a manteiga em uma panela, de preferência de vidro ou inox, e levar para o fogo médio até derreter e começar a ferver. Também pode-se usar o banho-maria;

- Com o auxílio de uma escumadeira ou colher, retire a espuma que irá se formar na superfície da manteiga, tentando não mexer na parte líquida. Todo o processo dura cerca de 30 a 40 minutos;

- Espere a manteiga esfriar um pouco e coe o líquido com uma peneira para retirar os sólidos que se formam no fundo da panela, pois eles são formados pela lactose.

- Coloque a manteiga em um frasco de vidro esterilizado e armazenar na geladeira no primeiro dia, para que ela fique com consistência dura. Em seguida, a manteiga pode ser armazenada em temperatura ambiente.

Para que a manteiga dure mais tempo, é importante armazená-la em um frasco de vidro que pode ser esterilizado colocando-o em água fervente por cerca de 10 minutos. Em seguida, deve-se deixa o frasco secar naturalmente sobre um pano limpo, com a boca virada para baixo para que não entre impurezas do ar no frasco. Após a secagem, deve-se tampar bem o frasco e utilizá-lo quando precisar.

Benefícios das nozes e passas

Além de ricas em vitamina E e potássio, a maioria das nozes também apresenta minerais, incluindo cálcio, ferro, manganês e zinco. Vale destacar que são boa fonte de proteína, ácido fólico, niacina e outras vitaminas do complexo B. 

Já a uva-passa é rica em pectina e bioflavonóides, contém fitoquímicos que podem diminuir os riscos de doenças do coração, câncer e derrames. Você pode preparar lanches e sobremesas pouco calóricos a partir desse alimento. 

A Pinheirense produz o Pão Integral de Nozes e Passas, que além de artesanal, é isento de conservantes. É uma ótima pedida para a Páscoa! Experimente!

 

Reduza o consumo de sal

 

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda o consumo de menos de 2 g de sódio por dia, o que equivale a 5 g de sal. Contudo, no Brasil, a população consome, aproximadamente, 12 gramas.

O excesso de sal causa muitos males à saúde e ao corpo, como a retenção de líquido, a elevação da pressão arterial, risco de Acidente Vascular Cerebral (AVC), insuficiência cardíaca, osteoporose, insuficiências renal, dentre outros.

Confira cinco formas de reduzir o sal e proteger a sua saúde:

1- Use temperos que não contenham sódio, como ervas frescas, alho fresco ou em pó, cebola desidratada em flocos (em vez de sal de cebola), mostarda desidratada, coentro, limão, menta, cominho, tomilho, manjericão, folhas de louro secas, gengibre, pimenta, pimentão, cebolinha e salsa.

2- Prepare seu próprio molho para saladas em vez de comprar a versão enlatada. Use vinagres temperados em vez de sal para temperar a comida.

3- Coma mais frutas, verduras e legumes frescos ou congelados. Se preferir vegetais enlatados, selecione os com sódio reduzido. Compre batata fresca e evite as empacotadas; pepino fresco e não picles. Adicione temperos e ervas no lugar do sal à água em que cozinhar os legumes.

4- Coma peixe fresco ou congelado no lugar das variedades enlatadas ou desidratadas. Prefira rosbife fatiado ou frango a carnes processadas, à bolonhesa ou salame.

5- Reeduque seu paladar: experimente a comida antes de adicionar sal. Prepare os alimentos desde o início em vez de comprar alimentos pré-preparados. Adapte suas receitas prediletas usando metade da quantidade de sal indicada.