Síndrome do Intestino Irritável

A Síndrome do Intestino Irritável aflige cerca de 20% dos adultos e, normalmente, se caracteriza por contrações musculares anormais no intestino, resultantes de um excesso ou de uma escassez de líquidos no cólon. Os sintomas variam de pessoa para pessoa. Algumas têm diarreia, enquanto outras sofrem de cólon espástico, com surtos alternados de diarreia e de prisão de ventre, além de dores abdominais, cãibras, inchaço abdominal, gases e náusea, principalmente após as refeições. 

É comum que o estresse e a ansiedade excessiva piorem os sintomas da síndrome do intestino irritável. Dessa forma, vale muito a pena investir em técnicas de relaxamento, como a meditação. Exercícios físicos também podem contribuir significativamente para amenizar as crises.

O primeiro passo para aprender a controlar os sintomas da SII é identificar as causas, ou seja, os alimentos prejudiciais, assim como as situações de estresse que desencadearam o problema. Procure fazer várias refeições pequenas por dia em vez de refeições grandes; coma devagar; beba muita água; evite alimentos gordurosos, o açúcar e o álcool. 

Há muito tempo, a hortelã é usada para acalmar o trato digestivo. Para aliviar a SII, os adeptos da medicina alternativa recomendam a ingestão de uma a duas cápsulas de óleo de hortelã entre as refeições. Contudo, esse tratamento não é recomendado às pessoas que sofrem com o refluxo ácido.

Distúrbios gastrointestinais

Calmantes para o estômago

Algumas folhas, flores e sementes de ervas são tradicionalmente usadas para tratar problemas gastrointestinais, tais como: indigestão, náusea e dor de estômago. Dentre elas, encontramos a angélica, a erva-doce, a semente de cominho, a camomila, a canela, o funcho, o gengibre, o manjericão, o orégano e a menta. E todas podem ser empregadas para fazer uma infusão ou chá de ervas.

Cúrcuma para dor de estômago: para aliviar as cólicas estomacais, adicione 1 colher de chá de erva de aroma suave, de um pó vermelho vivo, a 1 copo de 240 ml de água, ou simplesmente polvilhe sobre o que estiver comendo. O cúrcuma é um velho remédio da Índia e do Oriente para tratar cólicas de crianças, além de ser um antiespasmódico conhecido.

Sementes de cominho para controlar a flatulência: despeje 240 ml de água fervente sobre 1 a 2 colheres de chá de sementes de cominho recém-trituradas. Deixe descansar de 10 a 15 minutos e coe. Beba uma xícara cheia de duas a quatro vezes ao dia, entre as refeições.

Mantenha o bom funcionamento do aparelho digestivo: beba 1 xícara de chá de gengibre depois das refeições para ajudar a manter seu aparelho digestivo em bom funcionamento. A raiz do gengibre tem sido usada há milhares de anos para tratar a indigestão e a diarreia.

Trate a diarreia: para aliviar a diarreia, ferva  a 3 colheres de sopa de adstringentes de amoras-pretas, mirtilos ou uvas-do-monte ( ou suas folhas secas) em 360 ml de água durante 10 minutos e coe. Beba 1 xícara desse tônico de combate à diarreia várias vezes ao dia, preparando-o novamente a cada ingestão.

Alivie a constipação: um dos principais empregos do óleo de rícino é como laxante. Ao tomar de 1 a 2 colheres de chá com o estômago vazio, verá o resultado em cerca de 8 horas.