Antepasto de flor de bananeira

São vários os benefícios da flor da bananeira à saúde: por possuir substâncias que ajudam a prevenir o crescimento bacteriano patogênico, ajuda a curar infecções. Além disso, diabéticos podem consumi-la para reduzir o nível de açúcar no sangue e aumentar a hemoglobina no corpo, pois as flores são ricas em fibras e ferro que auxiliam na produção de glóbulos vermelhos; melhora a lactação, ajuda a curar o sangramento excessivo, mantém o útero saudável, restringe a prisão de ventre durante a gravidez; combate os radicais livres, doenças neurais, como o Mal de Parkinson e Alzheimer, podem ser prevenidas; auxilia na perda de peso; por ser rica em vitaminas C, A, E, fibra, potássio e magnésio, melhora o humor e diminui a ansiedade.

Existem diferentes receitas culinárias que usam o umbigo da banana, como saladas e pastas, por exemplo. Para prepará-lo, é preciso cortá-lo e conservá-lo em água e limão, para não escurecer, e depois ferver por duas a três vezes, para tirar o gosto cortante e amargo de banana verde- original do ingrediente. Em seguida, basta acrescentar o ingrediente de sua escolha ou simplesmente refogar com um pouco de cebola e alho.

Veja como preparar um delicioso antepasto de flor de bananeira:

Ingredientes:

4 corações de bananeira; ½ xicara de chá azeitonas pretas fatiadas; ½ xicara de chá de pimentão vermelho e amarelo em tirinhas finas; ½ xícara de chá de cebola cortada em tirinhas finas; ½ xicara de chá de azeite extra virgem; limão; orégano; sal a gosto.

Preparo: Em um pirex, coloque água, limão e uma pitada de bicarbonato. Pique o coração de bananeira em fatias e deixe-o de molho nessa água por 20 minutos. Após escorrer e jogar em água fervendo com bicarbonato e limão, escorrer e repetir novamente esse procedimento em água fervendo por somente 5 minutos. Reserve. Numa frigideira com azeite, sele rapidamente os pimentões, a cebola, o orégano e, quando desligar, acrescente a azeitona, o azeite e o limão. Misture tudo ao umbigo da bananeira. Sirva com os pães Pinheirense.

Hambúrguer de shitake: nutritivo e saboroso

Nutritivo e saboroso, o cogumelo shitake ajuda a combater a anemia, fortalece os ossos, regula os níveis de colesterol, combate os radicais livres, fortalece o sistema imunológico, controla a pressão arterial e previne a trombose. Portanto, incluir esse alimento na dieta só trará benefícios à sua saúde. Saiba como preparar um delicioso hambúrguer vegano com shitake:

Ingredientes: 2 xícaras de shitake, 2 dentes de alho, 1/2 cebola roxa picada, cebolinha, salsinha, pimenta do reino, noz moscada.

Como fazer: Passe o shitake no moedor; em seguida, tempere-o com 2 dentes de alho, ½ cebola roxa picada, cebolinha, salsinha, pimenta do reino, noz moscada. Adicione 1 colher de sopa de semente de linhaça e 1 colher de sopa de farinha de arroz. Misture todos os ingredientes até formar uma massa e modele-o em formato de pequenos hambúrgueres. Leve ao forno pré-aquecido, a 200 graus, por aproximadamente 20 minutos. Se quiser deixar o prato ainda mais saudável, substitua o pão de hambúrguer tradicional pelo pão de forma integral Pinheirense- artesanal e isento de conservantes.

 

Benefícios da castanha do pará

São vários os benefícios provenientes do consumo da castanha do Pará, que pode ser consumida torrada, em doces e sorvetes, in natura, na forma de farinhas, em receitas salgadas e doces.

Muita rica em nutrientes, é composta por fibras, proteínas, cálcio, ferro, potássio, zinco, selênio, vitamina e ácido fólico. As gorduras mono e poliinsaturadas presentes na castanha do Pará ajudam a reduzir os níveis de colesterol ruim do sangue (LDL) e a aumentar o bom colesterol (HDL).

Já é comprovado que também auxilia no combate à propagação do câncer, diminuindo a sua incidência. Além de melhorar o sistema imunológico, ajuda a equilibrar a atuação dos hormônios da tireoide. Como se não bastasse, é um poderoso antioxidante.

Ao se mastigar apenas uma única castanha-do-pará, pode-se superproteger as unidades microscópicas do organismo, devido ao selênio, que é um mineral muito importante para se ter uma vida longa e saudável, combatendo o envelhecimento celular causado pela ação dos radicais livres.

Devido a grande quantidade de selênio presente na castanha do Pará, o consumo de uma única unidade diária supre as necessidades do corpo. Justamente por ser um mineral antioxidante, o selênio combate os radicais livres, fortalece o sistema imunológico e ainda ajuda a evitar tumores.

O zinco, presente na castanha-do-pará, tem papel fundamental na produção de glóbulos brancos. Ajuda a controlar a pressão e a amenizar sintomas da tensão pré-menstrual, sem falar no potássio, um grande aliado no desenvolvimento dos músculos.

Caviar de berinjela e Pão Sueco

Precisando de inspiração para o menu do final de semana? O caviar de berinjela servido com o Pão Sueco Pinheirense é uma ótima opção – saudável, saborosa e fácil de fazer! A berinjela previne o câncer, faz bem para o coração, para o cérebro, para a pele; rica em fibra alimentar é sempre benéfica para a digestão, ajudando a aliviar a prisão de ventre, além de limpar o trato intestinal.

Rende 20 porções

Ingredientes:

2 berinjelas;

1 dente de alho picadinho;

limão siciliano (somente o suco);

2 colheres de azeite;

1 colher de sopa de iogurte Grego;

Sal e pimenta cayenne;

20 folhas de menta;

1 colher de chá de páprica;

Pão Sueco Pinheirense.

Preparo: Com um garfo, fure várias vezes as berinjelas e coloque-as no forno, até que seu interior fique macio. Espere esfriar e, em seguida, retire sua polpa. Tente tirar o máximo de líquido, espremendo com as mãos; coloque a berinjela, o alho, limão, azeite e o iogurte no processador, até que se obtenha um patê. Adicione sal e pimenta a gosto. Decore com a menta e a páprica e sirva com o Pão tipo Sueco Pinheirense.

Receitas para celebrar início da Primavera

Muitas flores de jardim, além de comestíveis, são uma contribuição atraente e colorida para saladas, diferentes pratos e pudins. Colha-as frescas para uso imediato. Um alerta: nunca use flores que tenham sido borrifadas com qualquer espécie de pesticida. Evite plantas tóxicas como azaleias, narcisos, crisântemos, hortênsias, lírios-do-vale, oleandros, rododendros e ervilhas-de-cheiro. Selecionamos duas receitas que são a “cara” da Primavera.

Receita de folhas com flores comestíveis ao molho de mel.

Ingredientes: 1 unidade de endivia; 1 unidade de radicchio; 1 unidade de alface americana; 1 unidade de broto de alfafa; 1 unidade caixa de amor perfeito orgânico

Para o Molho:

1/2 xícara de vinagre branco; 3 colheres de sopa de mel; sal; semente de papoula para salpicar sobre a salada.

Modo de preparo ( molho): bater bem os ingredientes. Salpicar as sementes de papoula sobre a salada.

Dica: Sirva com o Pão tipo Sueco Pinheirense

Sanduíche Romano:

Ingredientes:

-1/2 colher(es) de sopa de café solúvel

-1 colher(es) de sopa de água

-4 colher(es) de sopa de cream cheese

-8 fatia(s) de pão integral Pinheirense ou Pão tipo Sueco

-200 grama(s) de queijo prato fatiado

-200 grama(s) de lombo condimentado fatiado

-8 folha(s) de alface-romana picadas

-1 beterraba média ralada

Preparo: Dissolva o café na água e misture o cream cheese. Espalhe a mistura de cream cheese e café em metade das fatias de pão. Depois, distribua o queijo, o lombo, a alface e a beterraba nas fatias. Feche os sanduíches com as outras quatro fatias e sirva a seguir.

Hambúrguer de cogumelos com cevada

Inspirada na sopa de cogumelos e cevada, esta receita é simples e repleta de sabor. São usados portobello e shitake, mas você pode usar apenas um deles. A combinação de cogumelos e cevada rende um hambúrguer com ótima consistência e saborosíssimo. Caso queira deixar seu hambúrguer ainda mais saudável, opte pelo pão de forma integral Pinheirense – artesanal, isento de conservantes e igualmente saboroso!

Rende: 4 hambúrgueres médios
Tempo de preparo: 30 minutos

Ingredientes:

1 batata pequena sem casca cortada em pedaços de 1 cm
6 cogumelos portobello médios
12 champignons graúdos
10 cogumelos shitake médios
3 colheres (sopa) de azeite de oliva
½ colher (chá) de tomilho seco
2 colheres (sopa) de vinagre balsâmico
1 xícara de cevada cozida
½ colher (chá) de sal
¼ de colher (chá) de pimenta-do-reino moída na hora

Preparo:

1. Cozinhe a batata até ficar macia e amasse-a em seguida.
2. Corte os talos dos portobello, limpe os chapéus com uma escova macia ou papel-toalha e corte em lâminas de 1 cm. Corte os champignons e os shitake em lâminas finas.
3. Pré-aqueça o forno a 190 °C.
4. Em uma frigideira com fundo grosso, aqueça 1 colher (sopa) de azeite em fogo médio. Refogue o portobello e o tomilho por 6-8 minutos ou até soltar líquido. Junte os outros cogumelos e cozinhe por 10 minutos ou até que o líquido tenha secado. Acrescente o vinagre balsâmico e raspe o fundo da frigideira com uma colher de pau.
5. Transfira para o processador e pulse até obter uma massa granulada. Se preferir, pique muito bem à mão. Junte a batata, a cevada, o sal e a pimenta-do-reino, pulse, somente para homogeneizar a massa, e modele os hambúrgueres.
6. Em uma frigideira grande que possa ir ao forno, aqueça o restante do azeite em fogo médio-alto. Frite os hambúrgueres por 6-10 minutos ao todo ou até tostar dos dois lados. Leve a frigideira ao forno e asse por 12-15 minutos ou até o ponto desejado.

Pão Pinheirense e patê de macadâmias

Macadâmias são uma rica fonte de vitamina A, ferro, proteína, tiamina, riboflavina, niacina e folatos, além de possuírem quantidades moderadas de zinco, cobre, cálcio, fósforo, potássio e magnésio. A Noz Macadâmia contém antioxidantes como os polifenóis, aminoácidos, flavonas e selênio. Esta oleaginosa também é uma ótima fonte de hidratos de carbono como a sacarose, frutose, glicose, maltose e alguns hidratos de carbono com base de amido.

Selecionamos a receita de patê de macadâmias, que, além de prática e saborosa, combina muito bem com os pães Pinheirense – artesanais, integrais e isentos de conservantes. Consumir nozes de forma regular tem um efeito positivo na saúde. Uma dieta balanceada contendo noz macadâmia promove boa saúde, longevidade e redução de doenças degenerativas.

Receita de patê de macadâmias:

Ingredientes:

1 xícara de chá de macadâmia adormecida em água (descartar a água quando for preparar);
1 dente de alho picado;
1/2 xícara de chá de manjericão;
1/2 xícara de chá azeitonas pretas sem caroço;
sal e pimenta do reino a gosto. Dê preferência ao sal rosa, se possível;
2 colheres de sopa de água filtrada

Modo de preparo: coloque todos os ingredientes no liquidificador até formar uma pasta única.

Benefícios da manteiga Ghee

A preocupação cada vez maior com a saúde e com a procedência dos alimentos tem levado muitas pessoas a selecionar melhor tanto os produtos que consomem quanto a maneira como eles são preparados.

Tradicionalmente indiana, a manteiga ghee é produzida a partir do leite de vaca ou de búfala. Trata-se de uma manteiga pura, pois toda a água e os elementos sólidos e toxinas da gordura do leite e lactose são completamente removidos. Ghee é manteiga clarificada, o que significa que foi cozida para separar os sólidos de leite e a gordura do leite. A espuma no topo – que contém os alérgenos – é retirada.

O resultado é um óleo dourado, brilhante e transparente, que não fica rançoso. Esse é o ouro líquido que aparece nas antigas escrituras indianas, e que você poderá usar no preparo de todos os alimentos. Por não estragar facilmente, não precisa de refrigeração.

Motivos para consumir a manteiga ghee:

-  a ghee tem todo o sabor da manteiga, sem os alérgenos: ghee é feita de manteiga, mas os sólidos de leite e impurezas foram removidas.

- não contém lactose, sendo de fácil digestão, podendo ser consumida por intolerantes à lactose;

- não precisa ser armazenada na geladeira, pois tem uma grande durabilidade, embora fique líquida como óleo;

- é rica em vitaminas lipossolúveis: A, E, K e D;

- é uma gordura mais pura e ajuda a reduzir o colesterol e os triglicerídios;

- pode ser utilizada na preparação de refeições porque é estável em temperaturas elevadas;

- melhora o aparelho digestivo e estimula o sistema imunitário: rica em ácido butírico, um ácido gordo de cadeia curta. As bactérias intestinais benéficas convertem as fibras em ácido butírico e, em seguida, usam isso para dar energia e suporte à parede intestinal.

É importante lembrar que esses benefícios são obtidos a partir do consumo de pequenas quantidades de manteira ghee na dieta, que deve ser incluída em uma alimentação balanceada. 

Como fazer a manteiga ghee em casa:

- Colocar a manteiga em uma panela, de preferência de vidro ou inox, e levar para o fogo médio até derreter e começar a ferver. Também pode-se usar o banho-maria;

- Com o auxílio de uma escumadeira ou colher, retire a espuma que irá se formar na superfície da manteiga, tentando não mexer na parte líquida. Todo o processo dura cerca de 30 a 40 minutos;

- Espere a manteiga esfriar um pouco e coe o líquido com uma peneira para retirar os sólidos que se formam no fundo da panela, pois eles são formados pela lactose.

- Coloque a manteiga em um frasco de vidro esterilizado e armazenar na geladeira no primeiro dia, para que ela fique com consistência dura. Em seguida, a manteiga pode ser armazenada em temperatura ambiente.

Para que a manteiga dure mais tempo, é importante armazená-la em um frasco de vidro que pode ser esterilizado colocando-o em água fervente por cerca de 10 minutos. Em seguida, deve-se deixa o frasco secar naturalmente sobre um pano limpo, com a boca virada para baixo para que não entre impurezas do ar no frasco. Após a secagem, deve-se tampar bem o frasco e utilizá-lo quando precisar.

Pinheirense: pão integral com nozes e passas

Já experimentou o Pão Integral de nozes e passas da Pinheirense?! Para quem valoriza uma alimentação saudável e saborosa, fica a dica. Nossos pães são integrais, feitos artesanalmente e são isentos de conservantes. Seu paladar e sua saúde agradecem!

Confira os benefícios das nozes e da uva-passa para a saúde:

Nozes: Ricas em vitamina E e potássio.

A maioria é rica em minerais, incluindo cálcio, ferro, manganês e zinco.

Boa fonte de ácido fólico, niacina e outras vitaminas do complexo B, e de proteína.

Uva-passa: Rica em pectina e bioflavonóides.

Contém fitoquímicos que podem diminuir os riscos de doenças do coração, câncer e derrames.

Lanche ou sobremesa doces e pouco calóricas.

Proteja seu fígado

Mesmo se apenas um quarto do fígado estiver saudável o suficiente para desempenhar seu papel, nosso corpo pode funcionar normalmente. Diferentemente de outros órgãos, mesmo depois de lesões graves, o fígado é capaz de se regenerar. Contudo, se ficar seriamente comprometido ou for submetido a excessos, o resultado pode ser fatal.

Doenças do fígado são comuns, mas os especialistas acreditam que podem ser prevenidas, quando é dada a devida atenção à alimentação e à higiene. As doenças mais comuns são a hepatite, a cirrose e o câncer. O risco de câncer de fígado é maior para as pessoas com cirrose ou com determinados tipos de hepatite virótica.

Todavia, o mais comum é o fígado ser afetado por tipos de câncer secundários (metastáticos) espalhados por outros órgãos. Muitas vezes, os sintomas não se manifestam até a doença estar em estágio avançado. O sintoma mais facilmente identificável é a icterícia, o amarelamento da pele e dos olhos causado pelo acúmulo de pigmentos da bile ( bilirrubina) na pele.

Proteja o seu fígado:

Faça refeições pequenas e frequentes: A alimentação de uma pessoa que está se recuperando de uma doença do fígado não deve sobrecarregar o órgão. Comidas gordurosas e de difícil digestão não são uma boa opção. Em geral, pessoas que sofrem do fígado não têm muito apetite e preferem fazer lanches pequenos e nutritivos no lugar de uma refeição principal completa.

A Pinheirense produz os pães de forma integral e tipo sueco com linhaça. Esta semente é um dos alimentos que ajuda a proteger o fígado, além de trazer outros inúmeros benefícios à saúde.

Os ácidos graxos ômega-3 parecem facilitar o processamento de gorduras no fígado. Uma alimentação rica nesses nutrientes reduz a taxa de triglicerídeos que o fígado produz, beneficiando pessoas com problemas circulatórios ou de coração. Os ácidos graxos são encontrados no salmão e em outros peixes gordurosos, nas nozes, nos grãos de soja e integrais, na semente de linhaça e no óleo de canola.

Alimentos que regeneram o fígado: O enxofre, presente principalmente em vegetais mais escuros, como a couve, o brócolis e o agrião. Um sumo de agrião e couve pode ser tomado duas vezes ao dia e tem efeitos surpreendentes. Aminoácidos como a leucina, encontrado em carnes magras, por exemplo, ou a cisteína da lentilha, do feijão branco e do grão-de-bico, também fortalecem as enzimas que limpam o organismo e ajudam a regenerar o fígado.

A fruta também tem um potencial anti-inflamatório, e alimentos de coloração arroxeada, como couve roxa ou beterraba, contribuem igualmente para que o fígado fique mais limpo. Alimentos como a rúcula, almeirão, mostarda e agrião são desintoxicantes. A substância também está presente nos seguintes chás: chapéu de couro, carqueja e boldo. A canela tem a capacidade de acelerar o metabolismo e reduzir o açúcar no sangue.