Gengibre para os dias frios

Os benefícios do gengibre para a saúde são diversos e justificam a sua popularidade. Nos dias mais frios, essa planta herbácea é uma grande aliada no combate e na prevenção de gripes, resfriados e alergias respiratórias.

Por ser repleto de substâncias antioxidantes e anti-inflamatórias, além de componentes como o cálcio e o ferro, o gengibre fortalece o sistema imunológico e ajuda a proteger o corpo de doenças, como a gripe.

Também apresenta uma forte ação anti-histamínica que desobstrui as vias aéreas, descongestionando o nariz. Por ser termogênico, acelera o metabolismo, gerando mais gasto energético para a célula. O resultado é aquele calorão liberado pelo corpo, que é perfeito para nos aquecer nos dias de inverno.

Dicas para o preparo do chá de gengibre:

Para o preparo do chá, é recomendado que se compre o gengibre inteiro ou em pedaços, fresco ou seco. Quando fresco, é preciso prestar atenção na cor e consistência dele: quando ainda verdes, possuem consistência um pouco mais macia e úmida, e nesse caso, sua casca pode ser conservada, agora, quando são adquiridos maduros, suas cascas são duras demais e devem ser retiradas. Para não desperdiçar, recomenda-se retirar a casca raspando uma colher no rizoma.

Receita de chá de gengibre:

Ingredientes

- de 2 a 3 centímetros de gengibre fresco, ou 5 colheres do rizoma macerado.

- 1 litro de água.

Preparo: 

- Após preparar o gengibre (cortar em pedaços ou macerar), espere a água ferver e adicione o rizoma.

- Tampe a panela e deixe em fogo baixo.

- Aguarde de 5 a 10 minutos (neste momento, você pode adicionar o mel, se quiser) e desligue o fogo.

- Espere a temperatura baixar um pouco, coe e tome.

Chá de gengibre com limão: 

Ingredientes:

- de 2 a 3 centímetros de gengibre fresco, ou 5 colheres do rizoma macerado.

- 1 litro de água.

- 1 limão.

- Caso goste, pode-se adicionar 3 folhas de menta ou uma de erva-cidreira.

Preparo:

-Após preparar o gengibre (cortar em pedaços ou macerar), espere a água ferver e adicione o rizoma.

- Use o suco de um limão ou corte a fruta ao meio e a coloque, com casca, na panela.

- Tampe a panela e deixe em fogo baixo.

- Aguarde de 5 a 10 minutos. *(Aqui as folhas de ervas seriam adicionadas!)

- Espere a temperatura baixar um pouco, coe e tome.

Asma por Sulfitos

Para muitos asmáticos, a alergia a alimentos pode ser um fator desencadeador de uma crise. Os fatores mais comuns – e potencialmente mortais- que causam ataques de asma são os sulfitos, conservantes adicionados a muitos alimentos para evitar que estes estraguem ou percam sua cor e textura.

Eles são especialmente comuns em frutas secas, misturas de sopas instantâneas, vinho, cerveja e suco de uva, dentre outros. Qualquer pessoa sensível a sulfitos deve verificar cuidadosamente os rótulos dos alimentos à procura de qualquer ingrediente que o contenha – por exemplo, bissulfito de potássio- ou dióxido de enxofre. Além de desencadear um ataque de asma, os sulfitos, algumas vezes, causam anafilaxia em pessoas sensíveis a eles.

Uma xícara de café pode acabar com um ataque de asma moderado

O café e o chá são fontes de teofilina, um relaxante do músculo bronquial usado para tratar a asma de pessoas não sensíveis ao salicilato. Quem toma medicamento à base de teofilina, entretanto, não deve tomar uma grande quantidade de chá para evitar uma superdose.

Faça você mesmo: descongestionante nasal

Este é um descongestionante caseiro que vai ajudar a expelir os alérgenos de suas vias nasais. A solução isosmótica equipara-se à concentração de sal encontrada no corpo humano, tornando-a suave, mas eficaz.

Água salgada para parar de fungar: este remédio funciona melhor à temperatura ambiente. Jogue fora a solução restante depois de dois dias.

- 1 litro de água; 1 colher (sopa) de chá de camomila; 2 colheres (chá) de sal.

Encha uma panela média com água, acrescente o chá e o sal e ferva em fogo baixo;

Mexa até dissolver o sal e deixe esfriar à temperatura ambiente;

Coloque a solução em um recipiente vazio para borrifar as narinas. Faça isso duas vezes no interior de uma narina, sempre que necessário, enquanto mantém a outra fechada.

Chá antialérgico: Esmague 2 a 3 colheres de chá de flores de camomila alemã, despeje 240 ml de água fervente, deixe descansar por 10 minutos, coe e beba de três a quatro vezes ao dia. Cuidado: embora a camomila seja uma erva tradicional no combate à febre, ela pode agravar os sintomas de qualquer pessoa alérgica à tasna, também conhecida como erva-de-santiago, uma prima da camomila. Para as demais pessoas, o azuleno contido na camomila contém propriedades anti-inflamatórias, o que tem levado os médicos de todo o mundo a prescrever preparados à base dessa planta para as infecções do trato respiratório e alergias.

Urtiga e rinite: se você conseguir urtiga fresca ( é uma erva daninha comum em jardins), use luvas quando a colher e ao lavar as folhas. Adicione 120 g da folha a 6 xícaras de água fervente, reduza o fogo e cozinhe até a água ficar verde. Coe o líquido em peneira fina para um bule de chá grande. Em épocas de rinite alérgica, beba uma xícara do chá de urtiga pela manhã e outra à tarde. Adoce com mel, se desejar.

Combata gripes, resfriados e alergias com remédios caseiros naturais

Mudanças bruscas de temperatura costumam comprometer a saúde de muita gente, que se vê à procura de soluções milagrosas para gripes, resfriados e alergias respiratórias, como a asma, a rinite e a sinusite. Existem formas simples e econômicas de prevenir e combater tais sintomas. No post de hoje, selecionamos alguns deles.

Alimento saboroso e saudável

A sopa de galinha funciona não apenas porque seu vapor ajuda a aliviar a congestão nasal, mas, também, porque os ingredientes anti-inflamatórios presentes no caldo reduzem o movimento dos neutrófilos – as células brancas do sangue que estimulam a formação do muco nos pulmões e no nariz.

Para aumentar ainda mais o poder da canja no combate ao resfriado, acrescente dois dentes de alho descascados e triturados quando a água estiver quase fervendo. O alho contém componentes sulfurosos antivirais, e é sabido que estimula o sistema imunológico.

Combata a tosse:

O tomilho é um expectorante natural. Por isso, prepare uma panela de chá de tomilho para combater a tosse persistente.

Faça uma infusão com 2 colheres de sopa de folhas secas de tomilho em 6 xícaras de água quente durante 10 minutos. Coe o líquido em 1 xícara de chá, adoce com mel, se desejar, e beba 1 xícara cheia duas a três vezes por dia.

Combata a febre: 

Nos primeiros estágios da gripe é possível ajudar o corpo a combater a febre, recorrendo a um banho de esponja a cada uma hora.

Mergulhe uma esponja em água morna, esprema-a para retirar o excesso do líquido e banhe o rosto, ombros, peito e extremidades. Se a febre persistir, beba 1 a 2 xícaras de chá de gengibre em intervalos curtos e regulares.

A erva vai provocar o suor – forma pela qual o corpo vai reagir para diminuir a temperatura.

Existem infinitos remédios caseiros para a dor de garganta, e muitos realmente aliviam os sintomas. O mais popular e renomado é o gargarejo com água morna e sal. Você pode também fazer um gargarejo com meio copo de água e adicionar duas colheres de chá de vinagre de maçã.

Inale os vapores do eucalipto: Ferva folhas secas de Eucalyptus globulus amassadas; deixe descansar de 4 a 5 horas e coe os pedacinhos de folhas antes de aquecer o líquido para ser inalado. Você também pode adicionar de 5 a 10 gotas de óleo de eucalipto à água fumegante.

Coloque o recipiente na ponta de uma mesa, sente-se, incline a cabeça sobre ele e cubra-a com uma toalha para formar uma “tenda”. Respire a fumaça por cerca de 10 minutos, tomando cuidado para não ficar perto demais do vapor. Seus pulmões ficarão limpos e você ainda ganha um tratamento facial de bônus.

Contra a bronquite: O aroma penetrante da raiz-forte ralada, acompanhado do cheiro ácido do limão, ajuda a dissolver o muco nos canais dos seios da face e dos brônquios. Para fazer um xarope para tosse, rale um pedaço de raiz-forte sem casca em um recipiente ( ou use-a já preparada).

Em seguida, transfira 50 g da raiz-forte ralada para um recipiente menor. Junte 80 ml de suco de limão e misture bem. Beba 1/2 colher de chá da mistura de duas a três vezes ao dia. A ação expectorante deve provocar a tosse depois de cada dose, ajudando seus pulmões a se livrarem do muco.

Chá antialérgico: Para um chá antialérgico, esmague 2 a 3 colheres de chá de flores de camomila alemã, despeje 240 ml de água fervente, deixe descansar por 10 minutos, coe e beba de três a quatro vezes ao dia.

Cuidado: embora a camomila seja uma erva tradicional no combate à febre, ela pode agravar os sintomas de qualquer pessoa alérgica à tasna, também conhecida como erva-de-santiago, uma prima da camomila. Para as demais pessoas, o azuleno contido na camomila contém propriedades anti-inflamatórias, indicadas no tratamento de infecções do trato respiratório e alergias.

Rinite: Caso consiga urtiga fresca ( uma erva daninha comum em jardins), use luvas quando a colher e ao lavar as folhas. Adicione 120 g da folha a 6 xícaras de água fervente, reduza o fogo e cozinhe até a água ficar verde. Coe o líquido em peneira fina para um bule de chá grande.

Em épocas de rinite alérgica, beba uma xícara do chá de urtiga pela manhã e outra à tarde. Pode adoçar com mel.