Primavera: flores que informam as horas

Diariamente, as plantas usam um “relógio” interno. Todos os seres vivos, incluindo os humanos, têm relógios internos que coordenam vários processos biológicos. No caso das plantas, atividades como o fechamento dos estômatos à noite são baseadas em um ritmo circadiano (um ciclo diário – do latim circa dies, “cerca de um dia”).

Esse ciclo foi observado pelo botânico Carl Lineu, no século XVIII. Ele percebeu que as flores de algumas plantas se abriam e se fechavam em determinadas horas do dia. A maravilha (Mirabilis jalapa), por exemplo, abre suas flores todos os dias por volta das quatro da tarde.

A dormideira (Mimosa pudica) pode retrair-se com a velocidade de um raio em reação ao toque. Comum nos trópicos, ela tem folhas compostas, formadas por numerosos folíolos, que se fecham em questão de segundos à primeira “mordiscada” de um inseto.

Já que as plantas reagem a estímulos, será que também são capazes de se comunicar?

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current ye@r *