Como a alimentação interfere na saúde dos pulmões

Uma alimentação nutritiva e bem balanceada contribui para a prevenção e redução da gravidade de problemas respiratórios como a bronquite, pneumonia e outras infecções pulmonares. Isso porque indivíduos saudáveis conseguem superar as causas dessas doenças.

Todas as pessoas podem manter os pulmões saudáveis, ao evitar o cigarro, praticando atividade física regularmente, e ao evitar a poluição, sempre que possível. No entanto, uma maneira menos conhecida para cuidar da saúde dos pulmões é a mudança na dieta. Estudos têm demonstrado que os alimentos que comemos afetam nossos pulmões, e que alguns podem até mesmo ter um impacto positivo sobre a função pulmonar.

Vegetais crucíferos: Estes são os vegetais da família do repolho. Eles possuem grandes quantidades de antioxidantes, que ajudam a limpar o corpo de toxinas prejudiciais. Eles também contêm glucosinolatos – compostos químicos que ajudam a inativar agentes cancerígenos e proteger as células contra danos. Os melhores exemplos de vegetais crucíferos são brócolis, couve-flor, repolho e couve-de-bruxelas.
Carotenoides: Este pigmento antioxidante de cor laranja reduz o risco de câncer do pulmão. Uma maneira de reconhecer um carotenoide é pela cor: os carotenoides são normalmente encontrados em frutas e legumes com tons de laranja, vermelho ou amarelo. Por exemplo, batata-doce, abóbora, cenoura e damascos são alimentos com quantidades elevadas de carotenoides. As cenouras são particularmente boas para os pulmões, pois também contêm betacaroteno, que se converte na vitamina A, que reduz significativamente a probabilidade de se desenvolver asma.
Ácidos graxos Ômega-3: É bem sabido que este ácido graxo é bom para sua saúde geral. O que é menos conhecido é que beneficia particularmente os pulmões. Ele é encontrado no peixe, castanhas e sementes de linhaça, e pode melhorar a função pulmonar e aumentar a capacidade do pulmão, reduzindo a inflamação das vias respiratórias.
Alho: Ele é essencial para manter o sistema imunológico saudável, pois é um anti-inflamatório natural. O alho também tem altos níveis de alicina, um antibiótico natural que combate infecções bacterianas e fúngicas nos pulmões.
Gengibre: Essa raiz é um poderoso antioxidante e anti-inflamatório natural que pode limpar os pulmões de qualquer tipo de poluição persistente. Fatias de gengibre podem ser adicionadas ao chá, e também fazem deliciosos biscoitos.
Magnésio: Alimentos como sementes, castanhas ou grãos são ricos neste mineral. O magnésio é um anti-inflamatório natural que aumenta a capacidade pulmonar e melhora a eficiência do processo respiratório. É recomendado para asmáticos e para as pessoas com doenças pulmonares obstrutivas crônicas.
Romã: Essa fruta é nutricionalmente densa em antioxidantes e antocianinas, dois nutrientes que combatem o câncer. Estudos revelam que essa combinação é particularmente eficaz em retardar o crescimento e a disseminação de células cancerígenas prejudiciais. As sementes da romã adicionam um ótimo sabor a saladas ou podem ser usadas para fazer um delicioso suco.
Vitamina C: Essa vitamina é encontrada abundantemente em goiabas, laranjas, kiwis e pimentões. Uma dieta rica em vitamina C ajuda seus pulmões a transportar oxigênio pelo corpo. Estudos sugerem que, com o consumo regular de vitamina C, a saúde dos seus pulmões irá deteriorar-se a um ritmo mais lento e você vai estar menos propenso a desenvolver doenças respiratórias, como bronquite e asma. Ela também previne a ocorrência de doença pulmonar obstrutiva crônica, que provoca falta de ar.
Abacaxi: Abacaxis são ricos em bromelina, uma enzima que reduz a inflamação dos seios da face. Ela é também um tratamento natural de edemas pulmonares – uma condição que previne que fluidos sejam drenados adequadamente dos pulmões, resultando em falta de ar. Pesquisas mostram também que a ingestão de alimentos ricos em bromelina reduz a inflamação de glóbulos brancos em até 85%.
Líquidos: A ingestão adequada de líquidos é de suma importância, já que ajuda a afinar o catarro e facilita a respiração. Não somente os líquidos frios e não-alcoólicos, mas também a canja de galinha e outros líquidos quentes são recomendados.
Zinco: Por aumentar a imunidade, especialmente contra infecções das vias aéreas respiratórias, o zinco é encontrado em muitos alimentos: carnes magras, ostras, iogurte e produtos integrais. Porém, não se deve consumir mais de 40 mg por dia, pois prejudica o sistema imunológico.

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current ye@r *