Conheça nossa linha de Pães tipo Sueco

Desde 1937, a Pinheirense produz, artesanalmente, pães integrais e isentos de conservantes, feitos com grãos rigorosamente selecionados e ingredientes ricos em fibras e efeitos medicinais.

O tempo passou, mas a marca permanece fiel às suas raízes e, sobretudo, à qualidade. E a clientela, também! Ao longo de seus 81 anos, a Pinheirense se tornou um desses raros exemplos em que a tradição do antigo se renova no frescor de cada fornada.

Além dos pães integrais de forma, temos a linha de pães tipo Sueco:

-pão sueco tradicional

-pão sueco com gergelim

- pão sueco com linhaça

 

-pão sueco com kummel

-pão sueco light tradicional

-pão sueco light de aveia  

Tahine caseiro com Pão Sueco

Preparada com sementes de gergelim, o tahine é uma pasta saborosa, saudável e muito versátil, comumente usada no preparo do homus (pasta de grão de bico), babaganoush (pasta de berinjela), para temperar falafel, em diversos molhos de saladas, e até de doces. 

Experimente preparar o tahine caseiro e servi-lo com o Pão Sueco da Pinheirense.

Tahine caseiro – Ingredientes:

1 xícara de gergelim sem casca
Azeite de oliva – de 3 colheres a 1/3 de xícara

Preparo:

Leve ao fogo médio uma panela ou frigideira de fundo grosso e, assim que estiver quente, coloque as sementes de gergelim. Mexendo com frequência, espere até que o gergelim comece a dourar, cuidando para que não queime. Esse processo é muito rápido.

Depois que as sementes estiverem tostadas, deixe esfriar e coloque-as no processador. Adicione 3 colheres de azeite de oliva e bata no processador, desligue, limpe as laterais e bata novamente. Adicione azeite de oliva até obter a consistência desejada.

Guarde a pasta na geladeira, ela dura por meses. A receita rende 3/4 de xícara de pasta. Sirva com o pão tipo sueco Pinheirense. 

Quiche de pão de forma com palmito

O tradicional pão de forma, encontrado em tantos lares, é um alimento versátil, que possibilita o preparo de diferentes receitas – das mais simples às mais sofisticadas. Palitinhos de parmesão, enroladinho de salsinha, sanduíches diversos, churros, waffle…A lista é grande! No post de hoje, mostramos como preparar, com o pão de forma integral Pinheirense, um delicioso quiche com recheio de palmito.

Quiche de pão de forma

Ingredientes/ Massa:

6  fatias de pão de forma integral Pinheirense;
2 ovos inteiros;
2 colheres de sopa de leite integral;
1/2 xícara de cebolinha picada;
pimenta do reino e noz-moscada a gosto

Para o recheio de palmito:
1 vidro de palmito já cortado em cubos;
2 colheres de sopa de azeite;
1 cebola picada em cubos;
1 cebola cortada em cubos pequenos e regulares;
1 colher de sobremesa rasa de farinha de trigo;
1/4 de xícara de leite integral;
1/4 de xícara da água do palmito;
1 folha de louro;
sal e pimenta do reino a gosto;
4 tomates sweet cortado em 4 partes – opcional;
1/2 xícara de ervilhas congeladas – opcional;
40 g de parmesão ralado.

Preparo:

Você vai precisar de cerca de 6 fatias de pão de forma integral, para forrar uma forma de 23 cm de diâmetro. Coloque as fatias sobre a forma a ser usada, que poderá ser quadrada, redonda, ou retangular, e meça quantas fatias você vai precisar.

Em seguida, com ajuda de um rolo, amasse cada uma das fatias de pão. Unte a forma com manteiga e unte também cada fatia de pão já amassado. Coloque a primeira fatia no centro da assadeira, e vá acomodando as demais ao redor.

Para cobrir os cantinhos que, por ventura, ficarem faltando, corte as fatias ao meio e cubra todos os cantos. Não deixe sobrar nem um pedacinho da travessa, sem estar coberta com as fatias de pão amassados. Reserve.

Em uma peneira, escorra o palmito, separando-o da água. Reserve ambos. A escolha de uma boa marca de palmito é fundamental para o sucesso deste recheio. Antes de começar, pré-aqueça o forno a 180 graus. O recheio é palmito picado, agregado a um bechamel de azeite com cebola. 

Preparo (recheio):

Em uma panela, fogo médio, coloque o azeite, a cebola, o louro e a farinha. Acrescente 2 colheres de sopa de azeite + 1 folha de louro + 1 cebola cortada em cubos pequenos e regulares. Deixe por 3-4 minutos, até ela começar a dourar, e, então, junte 1 colher de sobremesa de farinha de trigo.

Misture a farinha ao azeite com cebola e deixe “fritar” por mais 4-5 minutos, até a farinha começar a dourar. Acrescente, misturando rapidamente para não empelotar, 1/4 de xícara da água do palmito reservada e misture a farinha dourada.

Junte também 1/4 de xícara de leite integral. Misture incorporando e deixe a farinha cozinhar por 3-4 minutos, mexendo sempre para não grudar e não queimar no fundo.

Use o leite em temperatura ambiente ou gelado, para não empelotar.

Acrescente o palmito picado. Deixe apurar por mais 1 minuto e desligue. Reserve.

Montagem:

Leve o recheio ainda quente sobre a base reservada. Para dar um contraste da cor, junte 1/2 xícara de ervilha congelada e 4 tomates sweet cortado em quatro. Reserve. Em um bowl, coloque 2 ovos inteiros, 3 colheres de sopa de leite, misture, tempere com sal, pimenta do reino e noz-moscada a gosto. Acrescente aos ovos batidos 1/2 xícara de cebolinha picada. Coloque sobre o recheio de palmito, e leve ao forno pré aquecido a 180 graus, por 30 minutos.

Sopa detox: inhame com espinafre

As sopas detox são ricas em vitaminas e minerais, pobres em gordura, sendo uma excelente opção para desintoxicar o organismo, aumentar as defesas naturais e controlar o peso.

Ingredientes

5 inhames médios sem casca
1 colher (café) de gengibre em cubos
1 cebola média picada
2 dentes de alho
1 xícara (chá) de espinafre picado
2 colheres (sopa) de farinha de linhaça dourada
200 ml de água
1 colher (chá) de tomilho e alecrim triturados
Pimenta-do-reino a gosto

Modo de preparo

Refogue o alho e a cebola em panela antiaderente.
Junte o inhame e a farinha de linhaça.
Tempere com pimenta-do-reino a gosto.
Acrescente a água.
Ao levantar fervura, coloque o gengibre.
Quando o inhame estiver macio, amasse-o com a concha.
Adicione o espinafre e ferva por mais dois minutos, até as folhas amolecerem.
Sirva no prato e acrescente o tomilho e alecrim triturados.

Você pode servir a sua sopa detox com os pães pinheirense – sueco ou de forma. Todos os nossos produtos são integrais, artesanais e isentos de conservantes. 

Sanduíche da estação: cogumelos, queijo e cebola caramelizada

Nesta época do ano, costumamos priorizar alimentos mais encorpados, numa preparação para o inverno. O sanduíche artesanal feito com o pão integral Pinheirense, combinado ao sabor exótico dos cogumelos, as cebolas caramelizadas e um pouco de rosbife (para criar uma refeição completa e com mais proteína), é uma ótima pedida em diferentes ocasiões. Você pode acrescentar algumas folhas de rúcula ou espinafre, para aumentar o valor nutritivo e deixá-lo com um visual ainda mais bonito.

Ingredientes:

  • 2 fatias de pão integral Pinheirense (artesanal, integral e isento de conservantes)
  • 3 fatias finas de rosbife
  • Cebola caramelizada (o quanto baste)
  • 3 folhas de rúcula ou espinafre
  • Cogumelos fatiados
  • 1 queijo fundido (tipo Polenguinho) ou requeijão/cottage light
  • Azeite para refogar
  • Sal e pimenta-do-reino a gosto
Preparo:
  • Numa frigideira, aqueça o azeite e junte os cogumelos e o rosbife. Tempere a gosto.
  • Mantenha a cebola caramelizada à temperatura ambiente.
  • Grelhe as fatias de pão e monte o sanduíche, começando com o queijo. Se preferir, pode umedecer o pão com um pouco de requeijão light ou queijo cottage.
  • Espere a carne esfriar um pouco e arrume sobre o pão, juntamente com os cogumelos e a cebola caramelizada.
  • Complete com as folhas de rúcula ou de espinafre bem lavadas e secas. Pronto!

Pães integrais com kümmel

Os pães integrais com kümmel – de forma e tipo sueco- fazem parte da nossa linha de produtos artesanais e sem conservantes. Usada para fins medicinais e na culinária, o kümmel é uma planta herbácea, também considerada aromática.

O sabor das sementes dessa planta é parecido com o da erva doce. De origem europeia, o Kümmel (no Brasil, mais conhecido como alcarávia) ajuda na digestão.

Muito usado para aromatizar bolos, bolachas, pães, carne de porco e outras carnes gordurosas, além de ser aproveitado em queijos e sopas, é fundamental no preparo dos licores Wolfschmidt Kümmel, Mentzendorff Kümmel e Gilka Kümmel, da aguardente da escandinávia “Aquavit”, e do queijo tipo “Tilsit” alemão.

O sabor característico dos pratos preparados no sul da Alemanha e na Áustria é obtido com a utilização do Kümmel, geralmente misturado ao alho para o preparo de carnes e vegetais. Outra utilização clássica pode ser observada no Sauerkraut (Chucrute – preparado com repolhos fermentados e juníperos). No norte da África, especialmente na Tunísia, a alcarávia é utilizada no preparo de uma pasta apimentada chamada de harissa.

Versáteis, os Pães Pinheirense podem ser servidos junto a diferentes receitas e em várias ocasiões. Aproveite! Seu paladar e sua saúde agradecem!

Pão tipo Sueco light com aveia

O Pão Tipo Sueco light com Aveia faz parte da linha de produtos artesanais e sem conservantes produzidos pela Pinheirense. Além de saborosos, os nossos pães são saudáveis e possuem combinações variadas de sementes, que trazem inúmeros benefícios à saúde.

Benefícios da aveia:

A aveia apresenta efeitos benéficos sobre o colesterol, pressão arterial, níveis de açúcar no sangue, saciedade e saúde gastrointestinal. Excelente fonte de fibra solúvel, cálcio, ferro, manganês, folacina, vitamina E, tiamina, niacina, riboflavina e outras vitaminas do grupo B, ajuda na redução tanto do nível de açúcar no sangue quanto dos níveis de insulina, um fator importante no controle do diabetes.

O farelo de aveia é rico em betaglucano, o que ajuda a reduzir os níveis de colesterol, diminuindo os riscos de infartos. Alguns estudos demonstram que a aveia não apenas diminui o colesterol LDL, mas também aumenta os níveis do bom colesterol – o HDL.

Por possuir um valor elevado de saciedade, o que significa que leva um longo tempo para ser digerida, a sensação de fastio é mais duradoura. Acredita-se que tanto a proteína como as fibras de aveia contribuem para esse efeito.

Pão Sueco com patê de atum

O Pão Sueco Pinheirense é artesanal, integral e isento de conservantes e outros produtos químicos. Além de saboroso, é versátil, acompanhando diferentes pratos e receitas, em ocasiões diversas.

Experimente combinar o pão sueco Pinheirense com patê de atum – fonte de proteínas, ômega 3 e selênio. Confira a receita:

Patê de atum: 

Ingredientes: 1 lata de atum sólido em água; 2 colheres de sopa de maionese light; 1/2 cebola pequena; 5 azeitonas verdes; 1 colher de sopa de cebolinha picada; 1 colher de sopa de cheiro verde picado; 1 fio de azeite.

Preparo: 

Pique a cebola em pedaços bem pequenos. Fatie as azeitonas. Em uma tigela, misture todos os ingredientes, tomando cuidado pra deixar o atum com pedacinhos. Guarde na geladeira por no máximo 3 dias.

Dicas de conservação dos pães Pinheirense

A Pinheirense produz, artesanalmente, deliciosos pães integrais de forma e Tipo Sueco. Devido ao fato de não utilizarmos produtos químicos e conservantes, a validade de nossos produtos, comparada a dos pães industrializados, é menor. A seguir, disponibilizamos algumas dicas de conservação dos Pães Pinheirense:

Pão tipo Sueco:

Para conservá-lo sempre fresco, guardá-lo em vasilha de vidro devidamente fechada.

Pão Integral:

Até quatro dias: guardá-lo em lugar fresco;

a partir do quinto dia: guardar na geladeira por até 10 dias;

após dez dias: conservá-lo no congelador.

Receitas de sorvetes saudáveis para o verão

Excelente fonte de cálcio, o sorvete apresenta uma quantidade considerável de proteína, assim como de vitamina A e riboflavina. Uma ótima escolha para fechar a refeição com uma sobremesa gelada são os sorvetes de fruta, que têm baixo teor de gordura.

Confira três receitas de sorvetes e picolés saudáveis e super saborosos, que, ao contrário dos industrializados, não prejudicam a saúde, nem a dieta:

Picolé de mirtilo e amora

Ingredientes para 10 picolés:

  • 500 ml de iogurte grego, magro e sem açúcar.
  • 3 colheres de sopa de mel.
  • 1 colher de chá de extrato de baunilha
  • 120 gramas de mirtilos
  • 120 gramas de amoras
Preparo:

  1. Misture o iogurte grego, o mel e o extrato de baunilha numa tigela grande até obter uma mistura bem homogênea.
  2. Deite metade da mistura nos moldes de picolés. Deite alguns mirtilos e amoras inteiras em cada molde e empurre-os para o fundo do molde com um palito. Coloque os picolés no congelador durante cerca de 15 minutos, apenas o suficiente para endurecê-los um pouco.
  3. A seguir, deite a metade da mistura que sobrou, bem como os mirtilos e as amoras num liquidificador e misture-os bem. Depois deite esta mistura nos moldes de picolé e coloque-os no congelador durante pelo menos 3-4 horas.
Picolé de geleia e manteiga de amendoim:
Ingredientes ( para 6 picolés):

  • Meia xícara de manteiga de amendoim sem sal
  • 1 xícara de iogurte natural magro
  • 1 xícara de leite magro
  • 3 colheres de sopa de mel
  • 2 colheres de chá de essência de baunilha
  • 1 xícara e meia de framboesas frescas
  • 2 xícaras de suco de framboesa sem açúcar
  • 4 colheres de sopa de sementes de sésamo
  • 6 moldes de picolé
  1. Deite a manteiga de amendoim, o iogurte, o leite, 2 colheres de sopa de mel e o extrato de baunilha num liquidificador e misture até que fique bem suave.
  2. Encha os moldes de picolé com um pouco da mistura de manteiga de amendoim. Coloque os moldes no congelador durante 1 hora.
  3. Encha os moldes de picolé com o sumo de framboesa e algumas framboesas. Insira os paus de madeira e coloque os moldes no congelador durante 1 hora.
  4. Encha os moldes de picolé com o que restou da mistura de manteiga de amendoim. Coloque no congelador de noite ou durante pelo menos 8 horas.
  5. Retire os moldes do congelador e deixe-os permanecer à temperatura ambiente durante alguns minutos antes de retirar os picolés dos moldes.
  6. Deite a colher de mel que restou ao redor da borda inferior de cada picolé e em seguida cubra com sementes de sésamo.
Sorvete natural de morango:
Ingredientes (para quatro doses):

  • 4 xícaras de morangos congelados
  • 3 colheres de sopa de mel
  • ½ xícara de iogurte magro
  • 1 colher de sopa de suco de limão fresco

Deite os morangos congelados, o mel, o iogurte e o suco de limão num processador de alimentos. Triture-os muito bem durante cerca de 5 minutos, até obter uma mistura bem cremosa. Pode servir o sorvete imediatamente a seguir ou, então, pode transferi-lo para um recipiente hermético e guardá-lo no congelador durante até 1 mês.