Patê de pimenta dedo de moça

O gosto picante confere um sabor a mais a diferentes pratos de diversas culturas. Temida por alguns e indispensável para outros, consumida na medida certa, a pimenta traz muitos benefícios à saúde.

Fonte de antioxidantes, possui propriedades analgésica, anti-inflamatória, energética, estimulante, afrodisíaca, é rica em vitaminas, controla o colesterol, ameniza enxaquecas, e ainda ajuda a emagrecer.

A pimenta também pode ajudar a aliviar a congestão nasal e a prevenir a formação de coágulos causadores de infartos ou derrames. Além disso, ajuda na liberação de noradrenalina e adrenalina, também associadas à melhora do ânimo de pessoas deprimidas; combate a enxaqueca, por provocar a liberação de endorfinas, potentes analgésicos naturais; a pimenta também se mostra útil contra infecções, por combater as bactérias, já que tem poder bacteriostático e bactericida, e não prejudica o sistema de defesa, mas, pelo contrário, estimula a recuperação imunológica.

Veja como preparar um patê de pimenta dedo de moça:

Ingredientes: 4 pimentas dedo de moça sem sementes; 1 copo de azeite; 1 copo de vinagre escuro; 4 dentes de alho; 1 cebola média; 1 lata de extrato de tomate; 1 colher (sopa) de ketchup; 2 folhas de louro picadas; sal a gosto; Pão tipo Sueco Pinheirense.

Preparo: Bata todos os ingredientes no liquidificador até formar uma pasta homogênea. Deixe na geladeira por, aproximadamente, três horas. Sirva com o Pão tipo Sueco Pinheirense – integral, artesanal e livre de conservantes.  

Curiosidade: Um copo grande de leite funciona como antídoto para a pimenta. Para abrandar a sensação de ardência após ingerir uma pimenta picante, recomenda-se beber um copo grande de leite.

Algas marinhas contra o câncer

Excelente fonte de diversos nutrientes essenciais, inclusive proteínas, a maioria das algas é rica em iodo, importante substância para o organismo, pois atua na produção dos hormônios que regulam o metabolismo do corpo através da glândula tireoide.

Estamos falando de um vegetal muito versátil, que pode, inclusive, ser utilizado para realçar o sabor de diversos pratos, como saladas, carnes, sopas e frutos do mar. A alga é classificada de acordo com sua cor – vermelha, azul-esverdeada, marrom e verde.

No Japão, a alga marinha representa 25% da alimentação. Além de possuírem poucas calorias, a grande maioria fornece cálcio, cobre, ferro, potássio e magnésio. Benefícios para a saúde: aprimora o funcionamento do cérebro, previne o estômago contra a gastrite e a úlcera gástrica, melhora a saúde cardíaca, desintoxica o organismo, regula o metabolismo.

Mulheres japonesas, cujas dietas são ricas em algas marinhas, têm menores taxas de câncer no ovário, mama e câncer do endométrio. Segundo um estudo da Universidade de Berkeley, uma dieta contendo algas marinhas reduz as chances de ocorrência de câncer. Além disso, por conterem fucoidan, um carboidrato complexo, funcionam como um poderoso anti-inflamatório.

Temperos com algas

Folhas ou tiras de algas secas, conhecidas como nori, dão um sabor salgado diferente por causa do seu elevado teor de sódio. Vendida, geralmente, em lojas orientais e de comidas naturais, a alga nori é usada como tempero para saladas, sopas e macarrão. Também é utilizada como invólucro para fazer porções de arroz e sushi.

Como me livrei dos sintomas da rinite

Desde que me entendo por gente, sofro com a rinite alérgica, aquela sensação desagradável de falta de ar, congestão nasal, nariz escorrendo (coriza), coceira no nariz e nos olhos, espirros sem fim, muitas vezes acompanhados de dor de cabeça.

Há três meses, parei de consumir leite (costumava tomar de duas a três canecas por dia) e, superando todas as minhas expectativas, os sintomas da rinite melhoraram MUITO, quase 100%! Nenhum médico, alergista, nutricionista ou coisa do gênero havia sugerido que o leite poderia ser um vilão, e muito menos me explicado a relação direta entre alimentação e alergia (não apenas a rinite).

Já sabia, obviamente, que a adoção de uma dieta saudável era fundamental para a saúde e qualidade de vida. Mas acredito que, assim como eu, muitas pessoas ouvem e leem essas coisas, concordam ( e até acham o máximo), porém, não colocam em prática tais avisos e conselhos. O ser humano, de um modo geral, tem o (péssimo) hábito de ir empurrando as coisas com a barriga, deixando sempre pra depois o que já poderia, há muito tempo, ter sido resolvido e evitado.

Foi o meu fisioterapeuta quem me alertou sobre a relação entre os laticínios e a rinite alérgica.”Tente cortar somente o leite. Tenho certeza de que irá ajudar”, disse ele. E posso, com muita segurança, dizer que me sinto novinha em folha após seguir o conselho dele. Além disso, (só para não perder o hábito) fui pesquisar na Internet sobre o assunto e descobri o que nenhum médico jamais havia me explicado:

“O corpo produz muco por si só. O que é ótimo para a saúde, porque essa substância pegajosa serve para hidratar o pulmão, lubrificar o esôfago, reter e eliminar micro-organismos que entram pelas vias aéreas, entre outras coisas. Ou seja, em quantidades normais, o muco é uma mão na roda para o sistema imunológico. O problema é quando o corpo começa a produzir muco demais. Isso pode acontecer quando a pessoa consome leite e derivados em excesso, por exemplo, pois os produtos lácteos causam um aumento na produção de muco ou engrossam o catarro existente. Além disso, me explicou a nutricionista Priscila Di Ciero, o leite tem muitas moléculas que conseguem atravessar e desequilibrar a mucosa intestinal. O organismo entende então que essas moléculas são substâncias estranhas e, portanto, devem ser combatidas e eliminadas. “As reações subsequentes desencadeiam aumento de produção de muco. E isso se deve às proteínas encontradas no leite de vaca que passam para a circulação sem serem devidamente digeridas”.” (leia mais no blog “Casa Vegana”)

Em dias frios, a alergia sempre piorava bastava, o que prejudicava bastante a qualidade do meu sono, assim como o meu humor. Em Nova Friburgo, cidade serrana do estado do Rio, a sensação é a de que o inverno já chegou, rs. Contudo, ao contrário do que acontecia comigo, repetidamente, ano após ano, não estou mais sofrendo com os sintomas da rinite. Pela manhã, em jejum, tomo meio copo de água fria com o suco puro de um limão. Espero de quinze a vinte minutos, para tomar um copo de iogurte natural desnatado, que passou a substituir a caneca de leite com Nescafé. 

Sinto-me renovada, mais disposta, mais feliz! E desejo o mesmo a todas as pessoas. Aproveito, para recomendar o livro “O Poder de Cura do Limão”, de Conceição Trucom. Essa fruta é capaz de fazer “milagres”… Vale muito a pena adotar a disciplina em todos os aspectos de nossa vida, inclusive, em relação à alimentação. Boa sorte!

Os benefícios do limão vão além dos listados nesta imagem!

Salada multicolorida de frango com Pão Sueco

Esta receita proteica e nutritiva é ideal para um almoço fit!

Ingredientes:

-400 gramas de frango defumado em lascas.
- 1 cebola média ralada.
- 200 gramas de salsão (aipo) picados.
- 150 gramas de passas brancas.
- 150 gramas de nozes picadas.
- 300 gramas de maçã verde em cubinhos.
- 150 gramas de maionese light.
- 150 ml de creme de leite light.
- Pão tipo Sueco Pinheirense
- Sal a gosto.

Preparo:

Basta misturar a maionese, o creme de leite e a cebola. Em seguida, adicione os demais ingredientes. Sirva com o Pão Sueco Pinheirense – artesanal, integral e isento de conservantes.

Antepasto de Shitake e Pão Pinheirense

Está à procura de uma entrada rápida e saborosa para o almoço do Dia das Mães? O antepasto de shitake é saboroso, fácil de fazer, e fica ainda melhor quando servido com os Pães Pinheirense – integrais, artesanais e livres de conservantes. 

Você conhece os benefícios do shitake para a saúde? Além de ajudar a emagrecer, reduz o colesterol, auxilia no combate ao câncer, combate os radicais livres, fortalece o sistema imunológico, controla a pressão arterial, protege o sistema cardiovascular e previne a trombose. Motivos para incluir esse alimento não faltam, certo? Selecionamos uma receita prática e deliciosa de antepasto de shitake:

Ingredientes: 1 cebola média, ½ pimentão, 1 tomate, 100g de shiitake, Azeitonas picadas, Sal, azeite, salsinha, orégano, Pão Sueco  ou de forma Integral Pinheirense. 

Preparo: 

Corte os ingredientes em tiras finas.

Refogue a cebola até dourar e acrescente o pimentão.

Adicione o shiitake.

Tempere a gosto e deixe em fogo brando por aproximadamente 5 minutos.

Sirva com o Pão Sueco ou com o de forma integral da Pinheirense.

Pão Pinheirense: versátil e nutritivo

 

Há 80 anos é mantida viva a tradição artesanal que garante a qualidade e sabor inconfundíveis dos pães Pinheirense. Livres de conservantes, são ideais para aqueles que se preocupam com a saúde e a qualidade de vida, sem abrir mão de alimentos saborosos.

Além de todas essas qualidades, os Pães Pinheirense, enriquecidos com grãos e fibras, são um alimento versátil e nutritivo, possibilitando o preparo de diferentes receitas. Confira:

Sanduíche de frango com mistura verde 

Ingredientes: 500 gramas de peito de frango cozido e desfiado; 1 pacote de pão de forma integral Pinheirense; 1 xícara de salsinha picada; 1 xícara de salsão picado; 1 xícara de aipo cortado; 2 xícaras de casca de melancia;1 limão para temperar; 1 xícara de maionese light;

Modo de Preparo: Cozinhe o peito de frango, desfie e armazene em um refratário; Lave a melancia, descasque-a e rale a casca com o auxilio de um ralador; Leve as cascas ao fogo até a fervura e verifique se possuem maciez, nesse caso, retire do fogo; Pique e corte todos os ingredientes e misture-os; Acrescente a maionese e tempero com sal e limão a gosto; Disponha o recheio sobre uma fatia do pão de forma integral Pinheirense e ponha a segunda fatia sobre o recheio; Sirva o sanduíche em seguida.

Sanduíche de atum: 

Ingredientes: Pão Integral Pinheirense; 1/2 lata de atum light; 1 colher de sobremesa de azeite de oliva extravirgem; 1/2 cebola pequena cortada em cubos; Folhas de rúcula à vontade; 5 tomates cereja cortados ao meio; 3 unidades pequenas de mussarela de búfala cortada em rodelas.

Como fazer: Tempere o atum com o azeite, a cebola e o sal a gosto; Coloque a pasta de atum sobre uma fatia de Pão Integral Pinheirense, disponha as folhas de rúcula, a mussarela de búfala e, por último, os tomates cereja; Junte a outra fatia de Pão Integral Pinheirense.

Pão Sueco e pasta de grão de bico:

Ingredientes: Pão Sueco Pinheirense; 2 xícaras (chá) de grão-de-bico; 1/2 xícara (chá) de tahine (pasta de gergelim); 1/2 xícara (chá) de água gelada; suco de 1 limão; 2 dentes de alho amassados; sal, páprica doce e azeite a gosto.

Preparo: Na véspera, deixe o grão-de-bico de molho em água fria. No dia seguinte, coloque o grão de-bico em uma panela com a mesma água e deixe cozinhar até que fique bem macio. Escorra e reserve a água do cozimento. Bata o grão-de-bico no liquidificador e vá adicionando a água do cozimento até formar uma pasta não muito grossa. Deixe esfriar completamente e reserve. Em uma tigela, misture o tahine, a água gelada, o suco de limão, o alho e o sal. Junte o grão-de-bico batido e polvilhe a páprica.

Regue com o azeite e sirva com o Pão Sueco Pinheirense, que, assim como todos os nossos produtos, é isento de conservantes!

 

Páscoa 2017: aposte no chocolate amargo!

 

A Páscoa está aí e, para muita gente, o chocolate é o assunto principal. Não que esse alimento seja (muito) cobiçado apenas nessa época do ano, claro. Mas para além da satisfação de se deliciar com o seu chocolate preferido, é bom estar ciente sobre qual tipo é o melhor para a sua saúde.

Mais saudável que os tradicionais, o chocolate amargo possui uma substância (a catequina) que age nas artérias e produz óxido nítrico, um vasodilatador natural, que faz com que a camada interna das artérias fique mais flexível, gerando a queda da pressão. É indicado ingerir de 30 a 40 gramas de chocolate amargo por dia.

Além disso, é uma ótima fonte de magnésio, cobre, ferro e manganês. Potássio, zinco e selênio também estão presentes, mas em menores quantidades. E um dos principais benefícios desse alimento é o aumento do metabolismo. O consumo de chocolate amargo pode aumentar a quantidade de calorias que o organismo utiliza para realizar suas atividades diárias.

Como se não bastasse, ainda ajuda a controlar o apetite, aumenta a sensação de bem estar, estabiliza os níveis de glicose, controla a pressão, melhora os níveis de colesterol, protege o coração e é rico em antioxidantes. Ufa!!! 

 

Alimentos que combatem a depressão e melhoram o humor

Um dos sinais indicativos de depressão é a mudança drástica dos hábitos alimentares. Enquanto algumas pessoas perdem totalmente o apetite, outras passam a comer em excesso. Alimentos nutritivos são necessários para que o corpo combata doenças, e alguns deles ajudam a amenizar os sintomas da depressão. Ingerir alimentos adequados pode ajudar a estabilizar o humor e a manter a energia necessária para dar a volta por cima. Confira:

Carboidratos: Alimentos como massas, pães, grãos, cereais, frutas e sucos permitem que o aminoácido triptofano penetre no cérebro, onde participa da produção de serotonina.

Todos os pães da Pinheirense são integrais, artesanais e isentos de conservantes.

Obtenha mais vitamina B: As vitaminas B6 e B12 e o ácido fólico podem ajudar a tratar certas formas de depressão. Já está provado que a vitamina B6 proporciona algum alívio às mulheres que sofrem da depressão relacionada à tensão pré-menstrual (TPM). Em parte, isso se deve ao papel da vitamina B6 em auxiliar na conversão do triptofano em serotonina no cérebro. Fontes de vitamina B6 são carne, peixes, aves, grãos integrais, banana e batata.

Algumas pesquisas revelaram que muitos depressivos apresentam deficiência de ácido fólico e de vitamina B12. O ácido fólico é encontrado em verduras, laranja, sucos, lentilha, milho, aspargo, ervilha, nozes e sementes. A vitamina B12 está presente em alimentos de origem animal e bebidas derivadas da soja e do arroz.

Triptofano: Este aminoácido é necessário para a produção de serotonina, o neurotransmissor relacionado ao humor. Pesquisas indicam que o triptofano ajuda na indução do sono e no tratamento de certos tipos de depressão. Além do peru e de produtos de origem animal, boas quantidades de triptofano são encontradas em amêndoas, sementes de abóbora e agrião.

Benefícios das nozes e passas

Além de ricas em vitamina E e potássio, a maioria das nozes também apresenta minerais, incluindo cálcio, ferro, manganês e zinco. Vale destacar que são boa fonte de proteína, ácido fólico, niacina e outras vitaminas do complexo B. 

Já a uva-passa é rica em pectina e bioflavonóides, contém fitoquímicos que podem diminuir os riscos de doenças do coração, câncer e derrames. Você pode preparar lanches e sobremesas pouco calóricos a partir desse alimento. 

A Pinheirense produz o Pão Integral de Nozes e Passas, que além de artesanal, é isento de conservantes. É uma ótima pedida para a Páscoa! Experimente!

 

Inclua o amendoim na sua dieta

Ao contrário do que muitos imaginam, o amendoim não é da família da amêndoa, mas uma leguminosa de origem vegetal que traz diversos benefícios para a saúde. É uma fonte de proteína e rico em gorduras monoinsaturadas, que ajudam a reduzir o “mau colesterol” (LDL).

Uma porção de 30 g de amendoim contém 40 mcg (microgramas) de ácido fólico, ou 16% da Ingestão Diária Recomendada, além de boas quantidades de potássio, tiamina, niacina, vitamina E, fósforo, magnésio, cobre, selênio e zinco. O amendoim também possui resveratrol (a substância encontrada no vinho tinto), além de outros flavonoides e antioxidantes.

Status de Superalimento 

Quando consumido regularmente, o amendoim pode reduzir tanto o risco de doenças do coração quanto o de diabetes tipo 2 nas mulheres. Para as pessoas que desejam emagrecer, esse alimento também é um bom aliado, pois ajuda a saciar a fome, proporcionando uma sensação de saciedade por mais tempo do que alimentos à base de carboidratos.

Pão Pinheirense e pasta de amendoim integral

A pasta de amendoim é uma opção prática, saudável e saborosa que combina com diferentes alimentos. É muito consumida por atletas, pois apresenta uma boa concentração de proteína, gorduras boas, fibras, vitaminas, minerais e zero de açúcar! Ela pode ser usada tanto como um hipercalórico natural para auxiliar na hipertrofia, ou como supressor natural de apetite (em quantidades menores) para quem está em fase de definição.

Experimente o Pão Integral Pinheirense com pasta de amendoim! Você vai ter energia de sobra para o seu treino! Todos os produtos da Pinheirense são integrais, artesanais e isentos de conservantes.