Ômega-3 não protege o coração

Ao contrário do que muitos de nós imaginávamos, as cápsulas de ômega-3, um dos suplementos mais procurados e vendidos sem prescrição médica, não trazem benefícios ao sistema cardiovascular.

O Instituto Cochrane, responsável pela investigação, aponta que não há evidências suficientes de que a ingestão de alimentos ricos em ômega-3, ou de suplementos desse ácido graxo essencial, faça bem ao coração. Em contrapartida, o ácido alfa-linolênico (ALA), tipo de ômega-3 encontrado nas sementes de chia e linhaça, é o único que pode atenuar os riscos de doenças cardiovasculares e arritmia cardíaca.

Apesar dessa nova revelação acerca do ômega-3, o seu consumo traz muitos outros benefícios à saúde, e não deve ficar de fora da sua dieta. O ômega-3 é um tipo de gordura poli-insaturada, muito benéfica ao organismo. É essencial, ou seja, o corpo não consegue produzi-la, devendo ser obtida por meio da alimentação ou de suplementos especializados.

As gorduras são importantes fontes de energia, conferem sabor aos alimentos e são primordiais para a absorção, no intestino, das vitaminas lipossolúveis- vitamina A, vitamina D, vitamina E e vitamina K.

Benefícios:

  • Tem ação anti-inflamatória.
  • Fortalece o sistema imunológico.
  • Contribui para uma pele saudável.
  • Auxilia no controle da pressão arterial.
  • Possui efeito antitrombótico, ou seja, inibe a agregação plaquetária, além de estimular a vasodilatação.
  • Protege a retina.
  • Melhora o desempenho cognitivo.
  • Auxilia no tratamento da depressão.
  • Ajuda a reduzir os níveis de colesterol e triglicérides no sangue.

Poderosa linhaça!

Dentre os alimentos de origem vegetal, a linhaça dourada é o que mais possui ômega 3 em sua composição. Além disso, apresenta fibras, proteínas, vitaminas A, E, B1, B6, B12, potássio, sódio, fosforo, ferro, zinco, e outros minerais.

São muitos os benefícios da linhaça dourada para a saúde: melhora a saúde do coração, ajuda no controle do diabetes e de inflamações, auxilia na prevenção de determinados tipos de câncer, beneficia a saúde do intestino e melhora o sistema imunológico, ajuda no emagrecimento.

Dicas de consumo: 

Suco detox com linhaça dourada:

Ingredientes:

- 1 Fatia de abacaxi.

– 1 Folha de couve (tamanho médio).

– ½ Limão (apenas o suco).

– 1 Colher (chá) de semente de linhaça dourada.

– 1 Colher (café) de gengibre ralado.

– 200 ml de água.

– 2 Cubos de gelo.

Preparo:

Bater tudo no liquidificador, sem açúcar e sem coar, para não retirar as fibras e não deixar osuco calórico.

Farelo Funcional:

Ingredientes:

– 6 Colheres (sopa) de aveia em flocos grossos (SEM GLÚTEN).

– 6 Colheres (sopa) de linhaça dourada triturada.

– 6 Colheres (sopa) de farinha de amaranto.

– 6 Colheres (sopa) de quinoa.

Preparo:

Misture todos os ingredientes e guarde em um pote de vidro com tampa. Evite deixar aberto para que os grãos não percam qualidade nutricional e sensorial.

Molho para saladas:

Ingredientes:

– 2 Colheres (sopa) de farinha de linhaça dourada.
– 2 Colheres (sopa) de azeite de oliva.
– 3 Colheres (sopa) de shoyu.
– 2 dentes de alho amassados.
– ½ Xícara (chá) de água.
– 1 Tomate sem pele e sem semente.
– Suco de 2 limões.

Preparo:

Junte todos os ingredientes no liquidificador e bata bem.

Além de não utilizar conservantes e produtos químicos em seus produtos, a Pinheirense faz uso de combinações variadas de sementes, aumentando o poder nutritivo dos pães e seus benefícios à saúde. O pão de forma integral com linhaça e o pão tipo sueco com linhaça fazem parte da nossa linha de produtos integrais, artesanais e sem conservantes. Experimente!

Inverno: cuidados com a pele do bebê

Durante o inverno, muitos pais se perguntam como cuidar adequadamente da pele do bebê, que costuma ficar ressecada devido a diferentes fatores, e não somente à temperatura mais fria.

Bebês e crianças podem ter crises da chamada dermatite atópica, que se manifesta em qualquer parte do corpo e, principalmente, nas dobras do pescoço, joelhos e cotovelos, através de placas vermelhas e coceira. 

Nos recém-nascidos, a camada mais externa da pele – extrato córneo- é bastante sensível, e precisa ser protegida do frio intenso, da água muito quente e de certos tecidos e produtos.

Na hora do banho, os responsáveis devem evitar esfregar a pele do bebê e usar água muito quente. O uso de sabonetes antissépticos e de esponjas ou buchas vegetais também não é recomendado. O ideal é dar preferência a sabonetes cremosos, lavando principalmente axilas, genitais e pés, sendo que as outras áreas devem ser lavadas apenas com a espuma de outros locais do corpo. Além disso, é essencial usar produtos hidratantes específicos para a idade, mas não sem antes consultar o pediatra.

Usar roupas de algodão, em detrimento das de lã, sobretudo na primeira camada, que fica em contato direto com a pele, também ajuda a evitar o problema, bem como não descuidar da hidratação da criança.

Para evitar o ressecamento da pele, algumas crianças, principalmente as com eczema atópico, precisam ainda usar emolientes após o banho.

Nos primeiros meses de vida, o ideal é não usar nenhum shampoo ou creme na pele do bebê. A espuma de banho da Cetaphil, por exemplo, é indicada, e pode ser usada da cabeça aos pés. Além disso, o creme, também da Cetaphil Dermopediatrics, é indicado para hidratação do rosto e corpo, e pode ser utilizado desde o primeiro dia de vida.

Conheça nossa linha de Pães tipo Sueco

Desde 1937, a Pinheirense produz, artesanalmente, pães integrais e isentos de conservantes, feitos com grãos rigorosamente selecionados e ingredientes ricos em fibras e efeitos medicinais.

O tempo passou, mas a marca permanece fiel às suas raízes e, sobretudo, à qualidade. E a clientela, também! Ao longo de seus 81 anos, a Pinheirense se tornou um desses raros exemplos em que a tradição do antigo se renova no frescor de cada fornada.

Além dos pães integrais de forma, temos a linha de pães tipo Sueco:

-pão sueco tradicional

-pão sueco com gergelim

- pão sueco com linhaça

 

-pão sueco com kummel

-pão sueco light tradicional

-pão sueco light de aveia  

Tahine caseiro com Pão Sueco

Preparada com sementes de gergelim, o tahine é uma pasta saborosa, saudável e muito versátil, comumente usada no preparo do homus (pasta de grão de bico), babaganoush (pasta de berinjela), para temperar falafel, em diversos molhos de saladas, e até de doces. 

Experimente preparar o tahine caseiro e servi-lo com o Pão Sueco da Pinheirense.

Tahine caseiro – Ingredientes:

1 xícara de gergelim sem casca
Azeite de oliva – de 3 colheres a 1/3 de xícara

Preparo:

Leve ao fogo médio uma panela ou frigideira de fundo grosso e, assim que estiver quente, coloque as sementes de gergelim. Mexendo com frequência, espere até que o gergelim comece a dourar, cuidando para que não queime. Esse processo é muito rápido.

Depois que as sementes estiverem tostadas, deixe esfriar e coloque-as no processador. Adicione 3 colheres de azeite de oliva e bata no processador, desligue, limpe as laterais e bata novamente. Adicione azeite de oliva até obter a consistência desejada.

Guarde a pasta na geladeira, ela dura por meses. A receita rende 3/4 de xícara de pasta. Sirva com o pão tipo sueco Pinheirense. 

Quiche de pão de forma com palmito

O tradicional pão de forma, encontrado em tantos lares, é um alimento versátil, que possibilita o preparo de diferentes receitas – das mais simples às mais sofisticadas. Palitinhos de parmesão, enroladinho de salsinha, sanduíches diversos, churros, waffle…A lista é grande! No post de hoje, mostramos como preparar, com o pão de forma integral Pinheirense, um delicioso quiche com recheio de palmito.

Quiche de pão de forma

Ingredientes/ Massa:

6  fatias de pão de forma integral Pinheirense;
2 ovos inteiros;
2 colheres de sopa de leite integral;
1/2 xícara de cebolinha picada;
pimenta do reino e noz-moscada a gosto

Para o recheio de palmito:
1 vidro de palmito já cortado em cubos;
2 colheres de sopa de azeite;
1 cebola picada em cubos;
1 cebola cortada em cubos pequenos e regulares;
1 colher de sobremesa rasa de farinha de trigo;
1/4 de xícara de leite integral;
1/4 de xícara da água do palmito;
1 folha de louro;
sal e pimenta do reino a gosto;
4 tomates sweet cortado em 4 partes – opcional;
1/2 xícara de ervilhas congeladas – opcional;
40 g de parmesão ralado.

Preparo:

Você vai precisar de cerca de 6 fatias de pão de forma integral, para forrar uma forma de 23 cm de diâmetro. Coloque as fatias sobre a forma a ser usada, que poderá ser quadrada, redonda, ou retangular, e meça quantas fatias você vai precisar.

Em seguida, com ajuda de um rolo, amasse cada uma das fatias de pão. Unte a forma com manteiga e unte também cada fatia de pão já amassado. Coloque a primeira fatia no centro da assadeira, e vá acomodando as demais ao redor.

Para cobrir os cantinhos que, por ventura, ficarem faltando, corte as fatias ao meio e cubra todos os cantos. Não deixe sobrar nem um pedacinho da travessa, sem estar coberta com as fatias de pão amassados. Reserve.

Em uma peneira, escorra o palmito, separando-o da água. Reserve ambos. A escolha de uma boa marca de palmito é fundamental para o sucesso deste recheio. Antes de começar, pré-aqueça o forno a 180 graus. O recheio é palmito picado, agregado a um bechamel de azeite com cebola. 

Preparo (recheio):

Em uma panela, fogo médio, coloque o azeite, a cebola, o louro e a farinha. Acrescente 2 colheres de sopa de azeite + 1 folha de louro + 1 cebola cortada em cubos pequenos e regulares. Deixe por 3-4 minutos, até ela começar a dourar, e, então, junte 1 colher de sobremesa de farinha de trigo.

Misture a farinha ao azeite com cebola e deixe “fritar” por mais 4-5 minutos, até a farinha começar a dourar. Acrescente, misturando rapidamente para não empelotar, 1/4 de xícara da água do palmito reservada e misture a farinha dourada.

Junte também 1/4 de xícara de leite integral. Misture incorporando e deixe a farinha cozinhar por 3-4 minutos, mexendo sempre para não grudar e não queimar no fundo.

Use o leite em temperatura ambiente ou gelado, para não empelotar.

Acrescente o palmito picado. Deixe apurar por mais 1 minuto e desligue. Reserve.

Montagem:

Leve o recheio ainda quente sobre a base reservada. Para dar um contraste da cor, junte 1/2 xícara de ervilha congelada e 4 tomates sweet cortado em quatro. Reserve. Em um bowl, coloque 2 ovos inteiros, 3 colheres de sopa de leite, misture, tempere com sal, pimenta do reino e noz-moscada a gosto. Acrescente aos ovos batidos 1/2 xícara de cebolinha picada. Coloque sobre o recheio de palmito, e leve ao forno pré aquecido a 180 graus, por 30 minutos.

Inverno 2018: prevenção e tratamento de alergias

Quem sofre com alergias típicas do inverno está familiarizado com sintomas como coriza, olhos inchados, coceira nasal, dentre outros. Saiba como prevenir e tratar esses incômodos recorrentes, através de métodos naturais: 

Inale os vapores do eucalipto: Ferva folhas secas de Eucalyptus globulus amassadas; deixe descansar de 4 a 5 horas e coe os pedacinhos de folhas antes de aquecer o líquido para ser inalado. Você também pode adicionar de 5 a 10 gotas de óleo de eucalipto à água fumegante.

Coloque o recipiente na ponta de uma mesa, sente-se, incline a cabeça sobre ele e cubra-a com uma toalha para formar uma “tenda”. Respire a fumaça por cerca de 10 minutos, tomando cuidado para não ficar perto demais do vapor. Seus pulmões ficarão limpos e você ainda ganha um tratamento facial de bônus.

Contra a bronquite: O aroma penetrante da raiz-forte ralada, acompanhado do cheiro ácido do limão, ajuda a dissolver o muco nos canais dos seios da face e dos brônquios. Para fazer um xarope para tosse, rale um pedaço de raiz-forte sem casca em um recipiente ( ou use-a já preparada). Em seguida, transfira 50 g da raiz-forte ralada para um recipiente menor. Junte 80 ml de suco de limão e misture bem. Beba 1/2 colher de chá da mistura de duas a três vezes ao dia. A ação expectorante deve provocar a tosse depois de cada dose, ajudando seus pulmões a se livrarem do muco.

Chá antialérgico: Para um chá antialérgico, esmague 2 a 3 colheres de chá de flores de camomila alemã, despeje 240 ml de água fervente, deixe descansar por 10 minutos, coe e beba de três a quatro vezes ao dia.

Cuidado: embora a camomila seja uma erva tradicional no combate à febre, ela pode agravar os sintomas de qualquer pessoa alérgica à tasna, também conhecida como erva-de-santiago, uma prima da camomila. Para as demais pessoas, o azuleno contido na camomila contém propriedades anti-inflamatórias, indicadas no tratamento de infecções do trato respiratório e alergias.

Rinite: Caso consiga urtiga fresca ( uma erva daninha comum em jardins), use luvas quando a colher e ao lavar as folhas. Adicione 120 g da folha a 6 xícaras de água fervente, reduza o fogo e cozinhe até a água ficar verde. Coe o líquido em peneira fina para um bule de chá grande.

Em épocas de rinite alérgica, beba uma xícara do chá de urtiga pela manhã e outra à tarde. Pode adoçar com mel.

Ginástica Hipopressiva

Você sabe o que é a ginástica hipopressiva? As primeiras técnicas hipopressivas foram criadas em 1980, por Marcel Caufriez, no Hospital Universitário Erasme, em Bruxelas, sob o título “Aspiração Diafragmática”, aplicado com técnicas manuais na reabilitação urogenital.

Quando o indivíduo realiza os exercícios da Ginástica Hipopressiva, o mesmo colabora para a ativação automática dos músculos do períneo e da faixa abdominal, atuando então na garantia de diversos benefícios, como na melhora das tensões dos músculos respiratórios e dos músculos antigravitacionais hipertónicos.

As técnicas hipopressivas englobam posturas e movimentos rítmicos que visam a diminuição da pressão nas cavidades torácica, abdominal e pélvica. A prática regular de hipopressivos causa, a curto e a longo prazos, efeitos positivos para a saúde, tais como:

-diminuição da pressão intra abdominal;

- melhora da competência do assoalho pélvico;

-proporciona mais tônus e coativação da musculatura abdominal;

- melhora o desempenho sexual;

- trata e previne incontinência urinária;

- prevenção e tratamento de diástase;

- afina a cintura;

- reposiciona órgãos internos;

- melhora a circulaçõ;

- tratamento e prevenção de hérnias;

- atua no intestino melhorando constipação;

- melhora a postura;

- melhora sequelas no período pós-parto.

Formas naturais para controlar a pressão alta

Hipertensão é uma doença democrática que acomete crianças, adultos e idosos, homens e mulheres de todas as classes sociais e condições financeiras. Popularmente conhecida como “pressão alta”, está relacionada com a força que o sangue faz contra as paredes das artérias para conseguir circular por todo o corpo. O estreitamento das artérias aumenta a necessidade de o coração bombear com mais força para impulsionar o sangue e recebê-lo de volta. Como conseqüência, a hipertensão dilata o coração e danifica as artérias.

Há quem pense que basta tomar os remédios para resolver o problema de pressão arterial elevada, contudo, promover algumas mudanças no estilo de vida é fundamental. Existem formas naturais que ajudam, e muito, no controle da pressão alta:

Alho: com ação analgésica, antibacteriana e expectorante, o alho consegue tratar aquela hipertensão arterial leve. Ele vem sendo usado desde a antiguidade por suas propriedades antimicrobianas e pelos efeitos benéficos ao coração e circulação.

Alimentos ricos em potássio: o potássio é um excelente diminuidor da pressão arterial, por ajudar a mandar o sódio embora do corpo. E há muitas formas de consumi-lo, já que está presente na abóbora, cenoura, feijão preto, inhame, lentilha, chicória, espinafre, vagem, abacate, rabanete, couve-flor, banana, laranja, maracujá, mamão e ameixa. Quando o potássio entra nas células, o sódio sai. Essa dinâmica garante o equilíbrio hidroelétrico do corpo.

Quem é adepto do sal light ou sal sem sódio (só com potássio) deve ficar atento. Médicos explicam que ele pode fazer muito mal para os que tomam remédios para controlar a pressão que são poupadores de potássio. O potássio em excesso faz com que os músculos percam a força e, como o coração é um músculo, pode causar batidas descompassadas ou até mesmo fazê-lo parar. O ideal é consumir o potássio por meio de alimentos naturais.

Alimentos com ômega 3 e 6: o brasileiro tem hábito de comer pouco peixe. Mas o salmão, arenque, cavala, atum e sardinha carregam ômega 3 e 6, que ajudam a retirar o excesso de gordura ruim do sangue. Com isso, a circulação flui melhor, ajudando a controlar a pressão arterial. Linhaça e chia também contêm esses ômegas. Lembrar de ingerir um pouco por dia faz bem à saúde.

Evite gorduras ruins da carne vermelha: não é preciso parar de consumir carne vermelha, mas prefira os cortes magros e os prepare grelhados, assados ou cozidos, já que gordura em excesso pode aumentar o colesterol e causar entupimento nos vasos, dificultando a circulação do sangue e aumentando a pressão arterial.

Use ervas para substituir o sal: que o sal dá um sabor especial a qualquer preparação é fato, mas ele também é o vilão para aumentar a pressão. Colocar menos sal e preencher essa lacuna com outros temperos como a cebola, salsa, coentro, orégano, cebolinha, louro ou limão ajudam a dar sabor à preparação. Experimente reduzir a quantidade de sal gradativamente. A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que se ingira menos de cinco gramas de sal, o que equivale a menos de duas gramas de sódio. Fique atento aos rótulos dos alimentos ultra-processados.

Diga não a alimentos industrializados e dietéticos: embutidos, enlatados, salgados e refrigerantes sem açúcar costumam conter muito sódio, que aumenta a pressão por causa da retenção de líquidos.

Sopa detox: inhame com espinafre

As sopas detox são ricas em vitaminas e minerais, pobres em gordura, sendo uma excelente opção para desintoxicar o organismo, aumentar as defesas naturais e controlar o peso.

Ingredientes

5 inhames médios sem casca
1 colher (café) de gengibre em cubos
1 cebola média picada
2 dentes de alho
1 xícara (chá) de espinafre picado
2 colheres (sopa) de farinha de linhaça dourada
200 ml de água
1 colher (chá) de tomilho e alecrim triturados
Pimenta-do-reino a gosto

Modo de preparo

Refogue o alho e a cebola em panela antiaderente.
Junte o inhame e a farinha de linhaça.
Tempere com pimenta-do-reino a gosto.
Acrescente a água.
Ao levantar fervura, coloque o gengibre.
Quando o inhame estiver macio, amasse-o com a concha.
Adicione o espinafre e ferva por mais dois minutos, até as folhas amolecerem.
Sirva no prato e acrescente o tomilho e alecrim triturados.

Você pode servir a sua sopa detox com os pães pinheirense – sueco ou de forma. Todos os nossos produtos são integrais, artesanais e isentos de conservantes.