Pães artesanais com creme orgânico de framboesa

Além de saborosa, a framboesa é uma excelente fonte de vitamina C, rica em fibras e com poucas calorias.

Contém boas quantidades de ácido fólico, ferro e potássio, além de fornecer bioflavonoides- antioxidantes capazes de reagir com muitos radicais livres, formando compostos estáveis e retardando o envelhecimento das células. Pode-se mencionar também as ações anti-inflamatória, vasodilatadora, analgésica e anticancerígena.

E que tal preparar um creme de framboesa delicioso e super prático? Cai super bem com o pão tipo sueco da Pinheirense – artesanal, integral e isento de conservantes.

Ingredientes:

125 ml de geleia de framboesa orgânica;

125 ml de creme de leite light;

20 framboesas;

pão Sueco Pinheirense.

Bata o creme de leite até que se obtenha consistência firme. Adicione uma colher de chá do creme e outra de geleia ao pão sueco Pinheirense. Você pode decorar com uma framboesa no topo.

Fibras alimentares e musculação

A musculação é um dos exercícios mais praticados nas academias, pode ser adaptada facilmente ao objetivo do aluno e às suas condições físicas. Essa é uma atividade eficaz, mas que exige muita dedicação e paciência até os resultados aparecerem.

É na ânsia de alcançar o corpo desejado que muitos praticantes dessa modalidade tomam anabolizantes e prejudicam a saúde em um grau elevado. Mas, então, o que podemos fazer para acelerar o resultado do exercício físico?

Existe uma fórmula simples e saudável que somada à musculação traz efeitos significativos: a alimentação equilibrada. Uma dieta rica em fibras e a ingestão de líquido ajudam o praticante de musculação a chegar ao ponto esperado.

As fibras auxiliam na regularização do intestino, ajudam a controlar o açúcar no sangue, a baixar o colesterol ruim e até na prevenção de câncer do cólon. Com o açúcar e o colesterol controlados, o organismo elimina mais rapidamente a gordura e absorve melhor os valores nutricionais de outros alimentos, o que influencia diretamente no resultado da atividade física.

Podemos encontrar fibras em vários alimentos, anote alguns deles para incluir em sua dieta diária.

- Arroz integral;

- Pão integral;

- Lentilha;

- Ameixa seca;

- Banana;

- Maçã;

- Soja.

É importante lembrar que a ingestão de água torna-se ainda mais indispensável quando a alimentação está baseada nas fibras. O líquido vai melhorar o funcionamento do intestino. Sem ele, o efeito pode ser contrário e a pessoa acaba ficando com o intestino preso.

Deficiência de vitamina C e infarto

A vitamina C é um antioxidante capaz de anular a ação dos radicais livres, protegendo o organismo da contaminação do meio ambiente, além de diminuir o envelhecimento precoce. Além disso, melhora a imunidade, traz benefícios à pele, fortalece os ossos, aumenta a absorção do Ferro, é um aliado no combate ao estresse, etc. 

Mas o que muita gente ainda desconhece é a relação da deficiência de vitamina C e infarto. Isso mesmo. A debilidade dos vasos sanguíneos e a deterioração das paredes arteriais são as principais causas das enfermidades cardiovasculares, e estudos recentes concluíram que a vitamina C fortalece, e muito, as paredes dos vasos sanguíneos!

As principais conclusões dos estudos a respeito deste tema são de que produzimos placas que provocam entupimentos nas artérias pelo fato de não conseguirmos produzir a vitamina C, ao contrário dos demais animais, além de, nos dias atuais, a carência dessa vitamina e de outros nutrientes na dieta diária aumentarem os riscos de infarto. 

E antes que você sai correndo rumo à farmácia mais próxima, para comprar algum suplemento de vitamina C, saiba que, provavelmente, estará jogando seu dinheiro no lixo e sobrecarregando os rins. 

A ingestão adicional do nutriente só é recomendada em casos especiais- fumantes, atletas, pessoas expostas a frio intenso e aquelas com saúde debilitada ou em pós-cirúrgico. Se você não se encaixa nesses casos, nem tem prescrição médica para isso, deixe comprimidos e efervescentes de lado e corra para o mercado ou para a feira.

Veja aqui alguns cuidados que você deve ter ao preparar frutas, legumes e verduras para o consumo:

Descasque com cuidado: Perde-se nutrientes ao se retirar uma casca muito grossa, já que debaixo da pele há mais vitaminas do que no centro. O mesmo acontece quando se eliminam as folhas exteriores de algumas hortaliças verdes.

Não deixe de molho por muito tempo: Prepare verduras e frutas com a menor antecedência possível. Ao mantê-las de molho por mais de meia hora, pode ocorrer perda de vitaminas.

Evite cortar ou partir: Não faça isso com muita antecedência, para não deixá-los expostos.

Cozinhando em água: Parte dos nutrientes fica na água do cozimento. Reduza as perdas colocando os alimentos em água fervendo. E aproveite o caldo para fazer sopa ou arroz.

Panela de pressão é melhor: Como o tempo de cozimento é menor, há maior aproveitamento nutritivo dos alimentos.

No vapor é melhor ainda: Aqui não há perda de sais minerais e se perde muito pouco de vitaminas.

Grelhar é boa opção: Nesse tipo de preparo, as proteínas superficiais coagulam rapidamente, evitando a saída de água do alimento e, consequentemente, dos nutrientes;

Óleo abaixo de 175ºC: Sempre que possível, evite frituras. Mas se optar por fritar, use óleo quente até 175ºC. Não reutilize o óleo escurecido, o que indica degradação (coloque-o em uma garrafa PET e destine-o à reciclagem).

Ao triturar, consumir rápido: Quando trituramos, há aumento na perda de vitaminas, porque uma grande quantidade de oxigênio entra no alimento. Por isso, consuma purês ou sucos de fruta logo após serem preparados. Já o suco de laranja pode ser mais bem armazenado.

Praticidade do micro-ondas: A rapidez com que os alimentos são cozidos no forno de micro-ondas permite que os valores nutricionais não sejam prejudicados. E a radiação não produz efeitos nocivos sobre os alimentos.

Pães de forma integrais e sem conservantes

Desde a década de 30, a Pinheirense fabrica artesanalmente pães integrais e sem conservantes. Na nossa linha de pães de forma, você encontra o pão integral com sementes, pão integral com linhaça, pão integral com kümmel, pão integral com aveia, pão integral com nozes e passas.

Aliados à produção artesanal, estão os grãos rigorosamente selecionados e ingredientes ricos em fibras e efeitos medicinais.

A linhaça, por exemplo, é fonte de ômegas 3 e 6, ajuda a emagrecer, previne doenças do coração, ajuda no sistema imunológico, etc.

Como manter o bronzeado por mais tempo

Fonte de energia, o sol fortalece os ossos, melhora a elasticidade da pele e anima o astral. Além disso, deixa a pele com aquele tom dourado do verão. Contudo, se os devidos cuidados não forem tomados, a radiação solar resseca a pele e se torna responsável pelas indesejáveis rugas e envelhecimento.

Procure tomar sol até às 11 horas e após às 16 h e, claro, não esqueça de usar o filtro solar, protetor labial, chapéu e óculos.

Dicas para manter o bronzeado:

-Hidrate muito bem o corpo com uma alimentação rica em frutas e muito líquido;

- Após o banho, passe hidratante em todo o corpo, massageando a pele com movimentos circulares. O bom hidratante apresenta substâncias que evitam a ardência e nutrem a pele;

- Tome banhos mornos ou frios, pois a água quente resseca a pele;

- Aplique máscara hidratante no rosto – região do corpo que exige mais cuidados ( existem produtos específicos para cada tipo de pele);

- Para garantir a beleza, saúde e o bem-estar, não deixe de lado uma atividade importantíssima: beber muita água.

- Para um tom de bronzeado bonito, vale a pena ingerir legumes e frutas de cor vermelha, laranja e amarela, ricos em betacaroteno.

-Alimentos ricos em antioxidantes – frutas, legumes, verduras, grãos e alimentos integrais – ajudam na redução da inflamação da pele durante os dias de exposição, além de protegê-la dos danos causados pelo sol.

- Complementar o bronzeado usando autobronzeadores é uma bela forma de reforçar a cor do verão quando não estiver mais na praia ou piscina.

Alimentos que hidratam ( porcentagem de água):

Pepino: 96%

Rabanete: 95%

Escarola: 94%

Repolho: 93%

Melancia: 92%

Melão: 90%

Pêssego: 88%

Laranja: 87%

Pão Sueco e pasta de grão de bico

Receitas práticas e saborosas sempre são uma ótima pedida em diferentes ocasiões. Assim como os produtos da Pinheirense, a pasta de grão de bico é saudável e saborosa.

Ingredientes

Pão Sueco Pinheirense; 2 xícaras (chá) de grão-de-bico; 1/2 xícara (chá) de tahine (pasta de gergelim); 1/2 xícara (chá) de água gelada; suco de 1 limão; 2 dentes de alho amassados; sal, páprica doce e azeite a gosto.

Preparo

Na véspera, deixe o grão-de-bico de molho em água fria. No dia seguinte, coloque o grão de-bico em uma panela com a mesma água e deixe cozinhar até que fique bem macio. Escorra e reserve a água do cozimento.

Bata o grão-de-bico no liquidificador e vá adicionando a água do cozimento até formar uma pasta não muito grossa. Deixe esfriar completamente e reserve. Em uma tigela, misture o tahine, a água gelada, o suco de limão, o alho e o sal. Junte o grão-de-bico batido e polvilhe a páprica.

Regue com o azeite e sirva com o Pão Sueco Pinheirense.