Benefícios da batata yacon

A batata yacon, que pode ser encontrada nas feiras e supermercados de todo o Brasil, apresenta diversos benefícios para a saúde. E um deles é contribuir no controle da diabetes. Mas como isso acontece?

O tubérculo é rico em um carboidrato chamado frutooligossacárico, que funciona em nosso organismo de forma parecida com as fibras. Em suma, as moléculas desse carboidrato não são “quebradas” com facilidade pelo nosso organismo. Sendo assim, sua absorção é mais lenta, o que resulta na liberação do açúcar no sangue em baixas quantidades, equilibrando, dessa forma, as taxas de glicose do organismo.

Selecionamos algumas receitas, que irão ajudá-lo (a) a incluir a batata yacon em sua dieta diária:

Batata de Yacon Sauté

Ingredientes: 1 batata yacon; 1 a 2 dentes de alho amassados ou picados; Fio de azeite.

Modo de Preparo:

Descasque as batatas yacon e, em seguida, corte em cubos médios; deixe tudo mergulhado na água. Esquente a frigideira e adicione fios de azeite. Coloque as batatas e o alho e deixe dourar. Polvilhe uma pitada de gersal por cima e sirva com azeite de hortelã ou outro de sua preferência.

Salada de batata yacon

Ingredientes: 400 gramas de Yacon; 300 gramas de alface americana cortada; 2 unidades de pepino japonês; 300 gramas de agrião; 12 unidades de tomate uva ou sweet grape; 10 unidades de azeitona preta sem caroço (opcional).

Modo de Preparo:

Higienize o yacon, os pepinos, a alface, os tomates e o agrião. Descasque o yacon e corte-o em quadrados pequenos. Reserve. Descasque os pepinos, fatie, reserve. Separe as folhas da alface americana e corte-as, reserve. Separe as folhas dos caules do agrião e reserve. Mantenha a salada na geladeira até a hora de servir.

Suco com batata yacon

Ingredientes: 1 batata yacon pequena ( 100 g) sem casca; 1 kiwi; suco de 2 laranjas.

Modo de preparo: 
Retire a casca da yacon somente na hora de preparar o suco, pois ela escurece rapidamente. No liquidificador, bata a batata com os demais ingredientes. Coe (se preferir) e beba em seguida.

Receitas saudáveis: pasta de grão de bico

Receitas práticas e saborosas sempre são uma ótima pedida em diferentes ocasiões. Assim como os produtos da Pinheirense, a pasta de grão de bico é saudável e saborosa.

Ingredientes

Pão Sueco Pinheirense; 2 xícaras (chá) de grão-de-bico; 1/2 xícara (chá) de tahine (pasta de gergelim); 1/2 xícara (chá) de água gelada; suco de 1 limão; 2 dentes de alho amassados; sal, páprica doce e azeite a gosto.

Preparo

Na véspera, deixe o grão-de-bico de molho em água fria. No dia seguinte, coloque o grão de-bico em uma panela com a mesma água e deixe cozinhar até que fique bem macio. Escorra e reserve a água do cozimento. Bata o grão-de-bico no liquidificador e vá adicionando a água do cozimento até formar uma pasta não muito grossa. Deixe esfriar completamente e reserve. Em uma tigela, misture o tahine, a água gelada, o suco de limão, o alho e o sal. Junte o grão-de-bico batido e polvilhe a páprica.

Regue com o azeite e sirva com o Pão Sueco Pinheirense, que, assim como todos os nossos produtos, é isento de conservantes!

Lanches saudáveis e naturais

Feitos com pães integrais, carnes magras e vegetais frescos, os sanduíches naturais são uma opção saborosa para saciar a fome sem cair nas armadilhas dos fast-foods. Um sanduíche feito com a carne branca de frango, por exemplo, pode oferecer inúmeros benefícios à saúde de seu corpo. O frango não somente é fonte de proteína magra, mas contém diversas vitaminas. Confira uma receita de sanduíche natural de frango com mistura verde, que, além de saborosa e nutritiva, é super fácil de fazer:

Ingredientes:

500 gramas de peito de frango cozido e desfiado;

1 pacote de pão de forma integral Pinheirense;

1 xícara de salsinha picada;

1 xícara de salsão picado;

1 xícara de aipo cortado;

2 xícaras de casca de melancia;

1 limão para temperar;

1 xícara de maionese light;

Modo de Preparo:

Cozinhe o peito de frango, desfie e armazene em um refratário;

Lave a melancia, descasque-a e rale a casca com o auxilio de um ralador;

Leve as cascas ao fogo até a fervura e verifique se possuem maciez, nesse caso, retire do fogo;

Pique e corte todos os ingredientes e misture-os;

Acrescente a maionese e tempero com sal e limão a gosto;

Disponha o recheio sobre uma fatia do pão de forma integral Pinheirense e ponha a segunda fatia sobre o recheio;

Sirva o sanduíche em seguida.

Cuidado: muitos pães contêm azodicarbonamida

O título da matéria publicada na revista “Super Interessante” já denuncia: “Você está comendo sola de sapato no hambúrguer”. Isso porque muitas empresas utilizam uma substância chamada azodicarbonamida na fabricação de pães. Não por acaso, os sanduíches de muitos fast foods, por exemplo, têm gosto e cheiro estranhos. Link para a matéria completa: https://goo.gl/1muWbc

“O nome da substância responsável pela textura esponjosa é tão obscuro quanto sua utilização na indústria alimentícia: azodicarbonamida. O composto químico é um condicionador de massas e branqueador de farinhas que também é empregado na fabricação de tapetes de yoga, borracha para sola de sapatos, isopor e chinelos. É ele que dá resistência e leveza aos materiais.”

Ao comprar pães e sanduíches, tome cuidado, e certifique-se de que não está ingerindo essa substância, tão danosa para a saúde. Dê preferência aos produtos artesanais e isentos de conservantes e outros produtos químicos, como os da Pinheirense. Conheça os nossos produtos – pães integrais de forma e pães tipo Sueco. A receita original, da década de 1930, é mantida até os dias de hoje. 

Água engarrafada nem sempre é mineral

Água é vida! Mesmo sendo indispensável para todas as funções do nosso corpo, sua relevância para a saúde, assim como a sua potabilidade, nem sempre são consideradas. Talvez, você não esteja a par de alguns fatos sobre a água engarrafada (aquela comercializada em cada esquina). E mesmo que já tenha conhecimento acerca das informações a seguir, vale a pena relembrá-las:

- Estima-se que 25% da água engarrafada seja, na realidade, água de torneira filtrada;

- Água mineral é frequentemente rica em sódio;

- Diferentemente do sistema de abastecimento de água municipal, a água engarrafada pode não conter flúor suficiente para proteger contra as cáries;

- Não é uma boa ideia reutilizar garrafas plásticas de água. Lavá-las e reusá-las muitas vezes acelera o processo de quebra do plástico, aumentando a exposição a substâncias químicas potencialmente prejudiciais;

- Verifique a data de engarrafamento e a data de validade para descobrir quão fresca é a água. Normalmente, a água engarrafada contém um menor número de bactérias prejudiciais. Mas, se a água for armazenada por períodos longos em temperatura ambiente, as bactérias podem proliferar rapidamente. O melhor a fazer é armazenar a água em locais refrigerados;

- Recipientes abertos de água engarrafada devem ser refrigerados, caso bactérias potencialmente prejudiciais tenham entrado neles.

Infecção urinária: causas e prevenção

Grande parte das infecções do trato urinário (ITU), também conhecidas como cistite, afeta a bexiga, podendo, ainda, atingir os rins, os ureteres e a uretra. Os sintomas mais frequentes são: necessidade urgente de urinar, mesmo quando a bexiga não está cheia; dor e ardência ao urinar; dor na região lombar inferior, febre, além de sangramento ( nos casos mais graves).

A maioria das infecções urinárias é provocada pela bactéria E. coli, organismo que vive no trato intestinal, mas que pode se alojar na bexiga. A clamídia, um organismo transmitido sexualmente, também pode ser responsável pelas ITU.

Possíveis causas da infecção urinária:

Obesidade: as dobrinhas em várias partes do corpo, que resultam do excesso de peso, podem dificultar uma higienização eficaz da região genital após urinar, facilitando a proliferação de bactérias.

“Prender” o xixi: Urinar funciona como uma lavagem contínua da bexiga. O hábito de “segurar” o xixi aumenta os riscos de infecção, pois a bexiga ficará mais exposta à proliferação de bactérias. Também é indicado urinar antes e após a relação sexual, quando as chances de infecção também aumentam.

Diabete: qualquer doença que comprometa as defesas do organismo irá facilitar a infecção urinária. Também é bom tomar cuidado com medicamentos fortes e com o excesso de atividade física.

Constipação: A bactéria Escherichia coli  é a causadora da maioria dos episódios de cistite. No intestino, onde vive, não causa problemas, mas ao se infiltrar na área da vagina, começa a competir com outros micro-organismos, ocasionando a infecção.

Camisinha: Os espermicidas – substâncias responsáveis por matar os espermatozoides – modificam a flora vaginal, deixando as mulheres mais suscetíveis à ação maléfica das bactérias. Portanto, o ideal é usar camisinhas sem o tal espermicida ou que tenham a substância na parte interna, para o gel ficar em contato apenas com o pênis.

Táticas preventivas:

- evite duchas e desodorantes íntimos, que podem irritar a bexiga;

- se usar diafragma, peça para seu médico indicar o tamanho certo. Um diafragma um pouco acima do tamanho adequado pode irritar a uretra e a bexiga;

- urine e tome um copo de água antes do ato sexual, e urine no máximo uma hora depois para limpar o trato urinário;

Dieta para sinusite

Embora a nutrição não aja diretamente sobre a sinusite, algumas medidas alimentares podem ajudar bastante. Alguns pacientes com sinusite crônica dizem obter melhora após banirem laticínios de sua alimentação. As pessoas que desejarem experimentar essa abordagem devem consultar o médico, para saber se serão necessários suplementos ou um aumento de ingestão de alimentos ricos em cálcio, mas que não sejam derivados do leite.

Líquidos podem ajudar a diluir a secreção e estimular a drenagem: beba oito a dez copos de água, suco, chá ou sopa por dia;

Consuma muitas frutas, verduras e legumes frescos para obter vitamina C: frutas cítricas (além de seus sucos), uva e amora preta são úteis, já que também possuem bioflavonóides, pigmentos vegetais com propriedades antiinflamatórias. A vitamina E traz benefícios antiinflamatórios. O zinco também é importante para estimular o funcionamento imunológico e pode ter propriedades antiinflamatórias. Alimentos ricos em zinco são frutos do mar, carne, aves, leite, iogurte, feijão, nozes, sementes e grãos integrais.

Alguns alimentos são descongestionantes nasais naturais: entre eles estão alho, cebola, pimenta e raiz-forte. Ervas e temperos descongestionantes incluem gengibre, tomilho, cominho, cravo e canela.

Para alívio rápido, inale vapor ou cubra o rosto com toalhas quentes e úmidas, a fim de promover a drenagem e aumentar o fluxo sanguíneo na área. Chá quente ajuda a reduzir a congestão, pois contém teofilina, um composto que facilita a respiração, já que relaxa os músculos lisos das paredes do trato respiratório.