Como tomar medicamentos corretamente

Não é apenas a “letra de médico” que traz dúvidas e confusão às pessoas de todas as idades. Muitas vezes, ficamos sem saber ao certo como usar os medicamentos prescritos. Pode cortar drágeas e comprimidos ao meio? É melhor ingerir o (s) comprimido (s) com água, suco ou leite? Saiba a resposta para estas e outras perguntas comumente feitas pelos pacientes:

Posso cortar drágeas e comprimidos ao meio?

Melhor não, pois nada garante que as duas metades ficarão iguais. Isso só está liberado para aqueles comprimidos que possuem um sulco no meio. A prática, porém, deve ser orientada pelo médico.

E abrir cápsulas?

As cápsulas nunca devem ser abertas. A capinha serve para evitar que a droga seja atacada pelo suco gástrico. Se você tem dificuldades de deglutir, veja se não há outras apresentações do mesmo princípio ativo.

Com que líquido devo engolir?

Com água. Existem compostos que são sensíveis à acidez da laranjada ou do leite, por exemplo, e acabam se deteriorando prematuramente.

Posso engolir a seco, sem nenhum líquido?

Por mais que algumas pessoas tenham facilidade, não é muito indicado fazer isso. Há o risco de o comprimido grudar no esôfago e provocar uma grave irritação na parede desse tubo.

Beber álcool corta o efeito?

Álcool e remédios podem levar a uma sobrecarga do fígado quando consumidos em conjunto. Além disso, alguns fármacos têm seus efeitos potencializados ou neutralizados pelos drinques.

Devo tomar em jejum ou de barriga cheia?

A recomendação está escrita na bula. Certos medicamentos precisam do estômago vazio para funcionarem, enquanto outros causam até gastrite se não forem ingeridos juntamente com algum alimento.

E se eu tomar fora de hora?

O ideal é sempre respeitar o tempo prescrito. Se você esquecer, tome assim que lembrar. Caso tenham se passado muitas horas, comece a contar um novo intervalo a partir dali.

Benefícios da geleia real

Produzida pelas abelhas operárias para alimentar a abelha rainha, a geleia real é rica em aminoácidos, lipídios, açúcares, vitaminas, minerais e proteínas. Enquanto as operárias vivem cerca de 5 semanas, a rainha tem uma vida muito mais longa: de seis anos, aproximadamente. Para os seres humanos, a geleia real é utilizada como um suplemento natural, oferecendo diversos benefícios para a saúde:

-aumenta a energia

-elimina a sensação de cansaço

reduz o estresse e melhora o sistema nervoso

-combate ansiedade, depressão e falta de memória

-excelente para a saúde do cérebro, ajudando no desempenho das funções cognitivas superiores, tais como aprendizagem e memória

-estimula o crescimento de células estaminais neurais e de células gliais do cérebro, prevenindo doenças como a Alzheimer e Parkinson

-bom para fertilidade, aumentando a libido e a capacidade reprodutiva

-propriedades anti-inflamatórias e cicatrizantes

-tem propriedades antibióticas, combatendo bactérias

-ajuda o sistema imunológico

-ação anti-oxidante, regenera as células e desacelera o envelhecimento precoce

-contém açúcar bom para o organismo, diminuindo o colesterol ruim

-alivia sintomas da menopausa

-ajuda no tratamento de cistos no ovário e endometriose

-ameniza a TPM

-ajuda no desequilíbrio hormonal

-combate úlcera e problemas digestivos

-torna o fígado mais saudável

-melhora o apetite (inclusive de crianças)

-bom para os dentes e desenvolvimento ósseo das crianças

-ajuda no tratamento de artrites

-excelente fonte de nutrientes para quem pratica exercícios físicos

-combate a anemia e anorexia

-auxilia no tratamento do câncer, além de ser preventivo

-ajuda na quimioterapia, aliviando náuseas, dores e mal estar.

Como usar:

A geleia real possui consistência pastosa, cor branca levemente amarelada e sabor ácido. Ela se conserva em temperaturas abaixo de 10º C, dentro da geladeira ou congelada, por no máximo 18 meses, e a sua ingestão em forma de cápsulas nunca deverá ser superior a 1g de geleia real pura, por dia. Para consumir a geleia real liofilizada, que é a em cápsulas, é indicado tomar 1 cápsula por dia juntamente com um pouco de água. Se preferir pela geleia real natural deve colocar uma pequena quantidade debaixo da língua para que ela seja melhor absorvida pelo corpo.

Patê de damasco e Pães Pinheirense

Alimento versátil, o pão possibilita o preparo de diferentes receitas- de canapés a sanduíches, tortas, lasanhas, torradas, etc-, além de ser um ótimo acompanhamento para muitas outras. Integral, artesanal e isento de conservantes, os pães Pinheirense são saborosos, saudáveis e a combinação perfeita para diferentes pratos. Com o patê de damasco, tanto o Pão Sueco quanto o de forma Integral caem super bem. Confira a receita:

Ingredientes:

-1 xícara de chá de açúcar para a calda;

-500 gramas de damasco para a cada;

-2 colheres de sopa de conhaque para a calda;

-500 gramas de queijo tipo ricota;

-creme de leite;

-sal.

Preparo: Para a calda, derreta o açúcar em fogo brando. Depois adicione água e mexa até diluir o açúcar. Coloque o damasco e o conhaque. Deixe ferver até engrossar. Depois que a calda esfriar, bata com a ricota em um processador ou liquidificador até ficar uma pasta. Deixe que fique com alguns pedacinhos da fruta. Acrescente o creme de leite e o sal. Se ficar grosso, adicione mais creme de leite. Antes de servir, leve à geladeira por meia hora.

Hipoglicemia: sintomas e prevenção

A glicose, o açúcar do sangue, é a maior fonte de energia do corpo, além de ser a única forma de energia que o cérebro usa de forma eficaz. Durante a digestão e o metabolismo, o fígado converte todos os carboidratos e aproximadamente metade das proteínas de uma refeição em glicose, que é liberada no fluxo sanguíneo. Em resposta ao aumento dos níveis de glicose no sangue, o pâncreas secreta insulina adicional, que é o hormônio que capacita a célula a usar o açúcar para a produção de energia.

A hipoglicemia ( baixo nível de açúcar no sangue) ocorre quando a quantidade de insulina do sangue excede o que é necessário para o corpo metabolizar a glicose existente. Estes casos são comuns em diabéticos que tomam insulina demais, mas também ocorre em outras circunstâncias: excesso de consumo de álcool, ingestão exagerada de aspirina ou acetaminofena, betabloqueadores e algumas drogas antipsicóticas, ou então quando se desenvolvem tumores que secretam a insulina.

Dicas: 

-Consuma refeições pequenas que forneçam equilíbrio de proteína, de carboidrato e de gordura;

-controle refeições e petiscos que contenham somente carboidratos ( especialmente os açucarados);

-evite beber álcool sem comer;

-coma imediatamente um destes alimentos para elevar os níveis de glicose do sangue:

- 1/2 copo de qualquer suco de frutas;

- 1/2 copo de um refrigerante comum ( sem ser dietético);

- 1 copo de leite;

- 5 ou 6 balas;

- 1 ou 2 colheres de chá com açúcar ou mel.