Benefícios das nozes e passas

Além de ricas em vitamina E e potássio, a maioria das nozes também apresenta minerais, incluindo cálcio, ferro, manganês e zinco. Vale destacar que são boa fonte de proteína, ácido fólico, niacina e outras vitaminas do complexo B. 

Já a uva-passa é rica em pectina e bioflavonóides, contém fitoquímicos que podem diminuir os riscos de doenças do coração, câncer e derrames. Você pode preparar lanches e sobremesas pouco calóricos a partir desse alimento. 

A Pinheirense produz o Pão Integral de Nozes e Passas, que além de artesanal, é isento de conservantes. É uma ótima pedida para a Páscoa! Experimente!

 

Inclua o amendoim na sua dieta

Ao contrário do que muitos imaginam, o amendoim não é da família da amêndoa, mas uma leguminosa de origem vegetal que traz diversos benefícios para a saúde. É uma fonte de proteína e rico em gorduras monoinsaturadas, que ajudam a reduzir o “mau colesterol” (LDL).

Uma porção de 30 g de amendoim contém 40 mcg (microgramas) de ácido fólico, ou 16% da Ingestão Diária Recomendada, além de boas quantidades de potássio, tiamina, niacina, vitamina E, fósforo, magnésio, cobre, selênio e zinco. O amendoim também possui resveratrol (a substância encontrada no vinho tinto), além de outros flavonoides e antioxidantes.

Status de Superalimento 

Quando consumido regularmente, o amendoim pode reduzir tanto o risco de doenças do coração quanto o de diabetes tipo 2 nas mulheres. Para as pessoas que desejam emagrecer, esse alimento também é um bom aliado, pois ajuda a saciar a fome, proporcionando uma sensação de saciedade por mais tempo do que alimentos à base de carboidratos.

Pão Pinheirense e pasta de amendoim integral

A pasta de amendoim é uma opção prática, saudável e saborosa que combina com diferentes alimentos. É muito consumida por atletas, pois apresenta uma boa concentração de proteína, gorduras boas, fibras, vitaminas, minerais e zero de açúcar! Ela pode ser usada tanto como um hipercalórico natural para auxiliar na hipertrofia, ou como supressor natural de apetite (em quantidades menores) para quem está em fase de definição.

Experimente o Pão Integral Pinheirense com pasta de amendoim! Você vai ter energia de sobra para o seu treino! Todos os produtos da Pinheirense são integrais, artesanais e isentos de conservantes.

Como ser um vegetariano saudável

 

As motivações para abolir a carne da dieta e tornar-se vegetariano variam de pessoa para pessoa. A boa notícia é que, com disciplina e planejamento, ser vegetariano e ter uma alimentação equilibrada é totalmente possível.

- Escolha alimentos variados, incluindo grãos integrais, vegetais, frutas, legumes, nozes, sementes e, se quiser, derivados do leite e ovos;

- Prefira alimentos integrais, não-refinados e limite o consumo de alimentos muito doces, gordurosos e altamente refinados;

- Inclua frutas e vegetais variados em sua alimentação;

- Valha-se de uma fonte regular de vitamina B12 e, se a exposição ao sol for limitada, de vitamina D.

Vegetarianos necessitam de mais ferro e zinco

Fitatos, compostos encontrados principalmente em grãos de cereais, legumes e nozes, combinam-se ao ferro e impedem que o organismo o utilize. Os vegetarianos devem aumentar o consumo de alimentos vegetais ricos em ferro, ou consultar um médico sobre a ingestão de um suplemento de ferro. A IDR de ferro para vegetarianos, que não ingerem nenhum alimento de origem animal, é 1,8 vez maior que o IDR para não-vegetarianos.

Aminoácidos: Os veganos encontram nos cereais, nas castanhas e nas leguminosas as principais fontes de proteína, mas nelas a quantidade de aminoácidos é diferente em relação à encontrada na proteína animal. Sendo assim, eles precisam variar mais a dieta para assegurar uma completa absorção dos aminoácidos.

ÁCIDOS GRAXOS ÔMEGA-3: Como o alimento não está presente na dieta vegana, os seguidores dependem de uma fonte alternativa, a conversão do ácido linoleico em ácidos graxos ômega-3. O ácido linoleico, por sua vez, é encontrado na soja, na linhaça, nas nozes. Ainda que os níveis sejam baixos no sangue dos veganos, não foi encontrado nenhum efeito colateral. Além disso, estudos não conseguiram comprovar o benefício de recorrer a suplementos para amenizar a carência na dieta vegana.

Vitamina A: vitamina A é proveniente do fígado, leite e dos ovos. Para os veganos, a solução é consumir frutas e vegetais que contenham carotenos, que são convertidos em vitamina A no organismo. A laranja, os vegetais verde-escuros, os vegetais de folhas verde, a batata doce e a abóbora são fontes ricas em carotenos.

Clara de ovo emagrece e reduz flacidez da pele

A clara de ovo é composta por 90% de água e 10% de proteínas. Cerca de 55% das proteínas da clara de ovo são formados pela albumina, que é considerada uma proteína de alto valor biológico (ou seja, é muito bem aproveitada pelo organismo), e que tem papel fundamental na reconstrução das fibras musculares. Confira os demais nutrientes:

-Selênio: uma única clara contém 9% das necessidades diárias;

-Potássio (2%);

-Magnésio (1%);

-Riboflavina (vitamina B2): 9% das necessidades diárias;

-Ácido pantotênico (B5): 1%;

-Colina;

-Betaína;

-Folato.

A clara de ovo é uma fonte de proteína barata, com teor quase zero de gordura e atua na reparação, manutenção e desenvolvimento da massa muscular. Além disso, por impulsionar a produção de colágeno no organismo, ela minimiza a flacidez da pele. O alto teor de proteínas da clara aumenta a saciedade e permite um consumo menor de calorias durante a refeição e ao longo do dia.

As claras também são uma alternativa saudável para quem adora ovo, mas está preocupado com os níveis de gordura da dieta.

Pães integrais e tipo Sueco com linhaça

Além de não utilizar conservantes e produtos químicos em seus produtos, a Pinheirense faz uso de combinações variadas de sementes, aumentando o poder nutritivo dos pães e seus benefícios à saúde.

Por ser uma rica fonte de fibras solúveis, a linhaça auxilia na redução dos níveis de colesterol, combatendo doenças cardíacas. Também é comprovado que as fibras insolúveis dessa semente contribuem para evitar a prisão de ventre.

Fonte de ácido alfa-linoléico (ALA) – um ácido graxo essencial considerado como uma gordura “boa para o coração”-, ajuda a afinar o sangue. Os ácidos graxos ômega-3 não são produzidos pelo organismo, precisam ser adquiridos por meio de alimentos, como a linhaça.  Eles reduzem a tendência das plaquetas de se agruparem, formando coágulos.

As lignanas, que compõem a semente de linhaça, convertem-se em compostos similares ao estrogênio do próprio organismo, mas com menor atividade. Possuem a capacidade de ocupar os receptores de estrogênio nas células e bloquear os efeitos de estrógenos mais fortes. Devido a esse fator, diversas pesquisas estudam o papel da linhaça na prevenção de alguns tipos de câncer vinculados a hormônios, como o câncer de mama e de cólon.

Experimente o Pão de forma Integral e o Pão Sueco com linhaça!

Outono 2017

O outono, conhecido como a estação das frutas, começa no dia 20 de março, às 7h29, pelo horário de Brasília, e se estende até o dia 21 de junho. Saber escolher os alimentos da época é a melhor opção para a saúde e o bolso. Confira algumas frutas típicas dessa estação do ano e seus respectivos benefícios para a saúde:

Abacate:

Rico em óleo monoinsaturado, a mesma gordura “amiga” do coração encontrada no azeite de oliva, possui mais fibras solúveis do que qualquer outra fruta;

- O abacate é repleto de um fitosterol chamado betasitosterol, que previne a absorção do colesterol pelo intestino;

- Essa fruta tem mais proteínas do que qualquer outra – aproximadamente 2 g em uma porção de 115 g;

- A metade de um abacate médio, cerca de 115 g, fornece 500 mg de potássio e mais de 26% da Ingestão Diária Recomendada (IDR) de ácido fólico. Também apresenta quase 6% da IDR de ferro, vitaminas C, E e B6.

Banana:

- Uma banana média contém aproximadamente 500 mg de potássio, mineral que auxilia na diminuição da pressão arterial;

- A banana contém o aminoácido triptofano, que estimula a produção de serotonina, um neurotransmissor que produz um efeito calmante no corpo;

- É uma fonte rica de vitamina B6. Uma banana média supre 45% da Ingestão Diária Recomendada (IDR). Apresenta 2 g de fibras, algumas das quais são solúveis, ajudando na redução dos níveis de colesterol no sangue;

- Rica em ácido fólico e fibras.

Coco:

- boa fonte de ferro e de fibras;

- Rico em ácidos graxos fáceis de digerir;

- O coco está presente em diversos produtos alimentícios e não-alimentícios. O óleo é usado na gordura vegetal, em cremes que não são à base de leite, em algumas margarinas e em diversos produtos industrializados. É também matéria-prima presente na fabricação de xampus, hidratantes, sabonetes e diversos outros cosméticos;

- A água de coco é rica em vitaminas, minerais, aminoácidos, carboidratos, antioxidantes, enzimas e outros fitonutrientes que ajudam o corpo a funcionar com mais eficiência. Seu conteúdo eletrolítico (mineral iônico) é um excelente reidratante oral.

Pera:

- Boa fonte de fibras;

- Contém vitamina C e ácido fólico;

- Uma pera média possui cerca de 100 calorias e fornece 5 g de fibras. Tais fibras são a pectina, fibra solúvel que ajuda no controle dos níveis de colesterol do sangue, e a celulose, fibra insolúvel que promove o bom funcionamento do intestino;

- Essa fruta ainda apresenta quantidades úteis de vitamina C, ácido fólico e potássio;

- A pera pode ser um lanche ou uma sobremesa ideal, e ainda é usada como acompanhamento doce ou picante de um prato. É saborosa tanto fresca quanto cozida, escaldada ou sautée.

Distúrbios gastrointestinais

Calmantes para o estômago

Algumas folhas, flores e sementes de ervas são tradicionalmente usadas para tratar problemas gastrointestinais, tais como: indigestão, náusea e dor de estômago. Dentre elas, encontramos a angélica, a erva-doce, a semente de cominho, a camomila, a canela, o funcho, o gengibre, o manjericão, o orégano e a menta. E todas podem ser empregadas para fazer uma infusão ou chá de ervas.

Cúrcuma para dor de estômago: para aliviar as cólicas estomacais, adicione 1 colher de chá de erva de aroma suave, de um pó vermelho vivo, a 1 copo de 240 ml de água, ou simplesmente polvilhe sobre o que estiver comendo. O cúrcuma é um velho remédio da Índia e do Oriente para tratar cólicas de crianças, além de ser um antiespasmódico conhecido.

Sementes de cominho para controlar a flatulência: despeje 240 ml de água fervente sobre 1 a 2 colheres de chá de sementes de cominho recém-trituradas. Deixe descansar de 10 a 15 minutos e coe. Beba uma xícara cheia de duas a quatro vezes ao dia, entre as refeições.

Mantenha o bom funcionamento do aparelho digestivo: beba 1 xícara de chá de gengibre depois das refeições para ajudar a manter seu aparelho digestivo em bom funcionamento. A raiz do gengibre tem sido usada há milhares de anos para tratar a indigestão e a diarreia.

Trate a diarreia: para aliviar a diarreia, ferva  a 3 colheres de sopa de adstringentes de amoras-pretas, mirtilos ou uvas-do-monte ( ou suas folhas secas) em 360 ml de água durante 10 minutos e coe. Beba 1 xícara desse tônico de combate à diarreia várias vezes ao dia, preparando-o novamente a cada ingestão.

Alivie a constipação: um dos principais empregos do óleo de rícino é como laxante. Ao tomar de 1 a 2 colheres de chá com o estômago vazio, verá o resultado em cerca de 8 horas.

Caviar de berinjela e Pão Sueco

Ingredientes: 2 berinjelas; 1 dente de alho picadinho; limão siciliano (somente o suco); 2 colheres de azeite; 1 colher de sopa de iogurte Grego; sal e pimenta a gosto; 20 folhas de menta; 1 colher de chá de páprica; pão sueco Pinheirense.

Preparo: Com um garfo, fure várias vezes as berinjelas e coloque-as no forno, até que seu interior fique macio. Espere esfriar e, em seguida, retire sua polpa. Tente tirar o máximo de líquido, espremendo com as mãos; coloque a berinjela, o alho, limão, azeite e o iogurte no processador, até que se obtenha um patê. Adicione sal e pimenta a gosto. Decore com a menta e a páprica e sirva com o Pão tipo Sueco Pinheirense.

A berinjela é um alimento de baixo teor calórico – 30 calorias para cada 100 gramas. Além disso, é rica em fibras, minerais, vitaminas e carboidratos. Esse alimento ainda apresenta vitaminas do Complexo B, vitamina K, vitamina C, potássio, ferro, zinco, cálcio e magnésio.

Reduza o consumo de sal

 

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda o consumo de menos de 2 g de sódio por dia, o que equivale a 5 g de sal. Contudo, no Brasil, a população consome, aproximadamente, 12 gramas.

O excesso de sal causa muitos males à saúde e ao corpo, como a retenção de líquido, a elevação da pressão arterial, risco de Acidente Vascular Cerebral (AVC), insuficiência cardíaca, osteoporose, insuficiências renal, dentre outros.

Confira cinco formas de reduzir o sal e proteger a sua saúde:

1- Use temperos que não contenham sódio, como ervas frescas, alho fresco ou em pó, cebola desidratada em flocos (em vez de sal de cebola), mostarda desidratada, coentro, limão, menta, cominho, tomilho, manjericão, folhas de louro secas, gengibre, pimenta, pimentão, cebolinha e salsa.

2- Prepare seu próprio molho para saladas em vez de comprar a versão enlatada. Use vinagres temperados em vez de sal para temperar a comida.

3- Coma mais frutas, verduras e legumes frescos ou congelados. Se preferir vegetais enlatados, selecione os com sódio reduzido. Compre batata fresca e evite as empacotadas; pepino fresco e não picles. Adicione temperos e ervas no lugar do sal à água em que cozinhar os legumes.

4- Coma peixe fresco ou congelado no lugar das variedades enlatadas ou desidratadas. Prefira rosbife fatiado ou frango a carnes processadas, à bolonhesa ou salame.

5- Reeduque seu paladar: experimente a comida antes de adicionar sal. Prepare os alimentos desde o início em vez de comprar alimentos pré-preparados. Adapte suas receitas prediletas usando metade da quantidade de sal indicada.

Mais saúde: Pão Sueco com Gergelim

Assim como os demais produtos da Pinheirense,  o Pão tipo Sueco com Gergelim é integral, artesanal e isento de conservantes. Os muitos benefícios da semente de gergelim para a saúde derivam de seu teor nutricional, incluindo vitaminas, minerais, óleos naturais, e compostos orgânicos que consistem em cálcio, ferro, magnésio, fósforo, manganês, cobre, zinco, fibra, tiamina, vitamina B6, folato, proteína e triptofano.

O gergelim também auxilia no tratamento da hemorroida, do diabetes, na perda de peso, na prevenção do envelhecimento precoce, na manutenção de ossos saudáveis, além de melhorar a respiração, evitar a asma e ajudar na prevenção de doenças cardiovasculares.