Halloween: sanduíche “aranha”

No Brasil, o Dia das Bruxas ou o “Halloween” também é comemorado no dia 31 de outubro.

“Gostosuras ou travessuras?” Bem, ficamos com a primeira opção! :)

Portanto, selecionamos uma receita saborosa e fácil de fazer – “o sanduíche aranha”.

Ingredientes:

Pão de forma integral Pinheirense; passas; cenouras; queijo cheddar; presunto ou peito de peru; mostarda e maionese; azeitonas verdes preenchidas com pimentas;

Você vai precisa de: palitos de dente; círculo cortador de biscoito.

Preparo:

Primeiro, corte as fatias de pão integral Pinheirense com o círculo cortador de biscoito ou cookie, para ficar redondinho. Espalhe a maionese ou mostarda no pão. Com uma faca, corte pequenos triângulos das bordas do queijo para fora, para o queijo se assemelhar a dentes pontudos. Acrescente o preseunto/peito de peru no interior do sanduíche. Insira palitos de dente com duas azeitonas verdes, para formar os olhinhos.

31 de outubro: Dia do Saci

Entre os muitos personagens imortalizados pelo escritor Monteiro Lobato, está o Saci-Pererê, um menino negro de uma perna só, que possui poder mágicos devido à carapuça vermelha que traz na cabeça. Hoje, 31 de outubro, enquanto os americanos celebram seu Halloween, o Brasil comemora mais um Dia do Saci, uma homenagem à cultura local.

A data foi estabelecida em 2005, pelo Projeto de Lei 2.479/2003, como medida para resgatar a tradição do folclore nacional, cada vez mais esquecido nos livros e menos propagados, e como forma de resistência à cultura estrangeira, que está  mais presente na vida dos brasileiros. Apesar disso, multiplicam-se as festas de Halloween e o país segue escanteando seus clássicos.

Casamento engorda?

Determinadas perguntas, pelo simples fato de serem feitas com enorme frequência, acabam trazendo em si próprias as respostas que as satisfazem. É certamente o caso do questionamento que dá título a este post. Afinal, se tantas pessoas se perguntam a este respeito, então é sinal de que sim, existe alguma relação entre o matrimônio e o ponteiro da balança.

Mas como sempre é bom respaldar o óbvio com a devida comprovação científica, várias pesquisas foram, sim, levadas a cabo com esta finalidade. E, ainda que haja exceções pontuais, os resultados estatísticos gerais sempre apontam na mesma direção: recém-casados têm ao menos o dobro de chance de engordar, quando comparados a pessoas solteiras de mesma idade.

As razões para isso são as mais óbvias, ainda que possam variar de casal para casal. Por exemplo: casais que ainda não sabem cozinhar tendem a comer muito na rua. E aí, em meio a tantas opções, nem sempre as escolhas mais saudáveis acabam prevalecendo. Por sua vez, cônjuges que sabem cozinhar geralmente tentam agradar um ao outro através dos dotes culinários, e os abusos tornam a acontecer. Um problema que, não raramente, é passado também para os filhos.

O principal fator de engorda, no entanto, tem origens menos nobres, e é difícil de ser capturado em estatísticas. Simplesmente, para a maioria das pessoas que se casa, o ganho de peso nada mais é que uma consequência da própria segurança conjugal. Tanto assim que estas mesmas pessoas, quando eventualmente se separam e mais uma vez sentem a necessidade de estarem atraentes, na maioria das vezes conseguem perder peso rapidamente.

Mal comparando, é uma situação parecida com a que gera um enorme aumento na frequência das academias às vésperas do verão. Para este grande contingente de “atletas da primavera”, o cuidado com a saúde e a estética não são exatamente a manifestação de uma filosofia de vida, mas uma série de sacrifícios a serem feitos em nome de uma motivação maior e temporária. Da mesma forma, tantas pessoas competentes o bastante para serem aprovadas em difíceis concursos seletivos, muitas vezes acabam perdendo a motivação no trabalho justamente em função da estabilidade que tanto perseguiram.

O grande desafio, portanto, passa a ser o de encontrar estímulo em meio à segurança. Cuidar da saúde e do corpo, sim, primeiro porque não há nada melhor a se fazer. E depois porque, dentro da lógica conjugal, cuidar de si mesmo é também cuidar do outro.

Claro que investir numa alimentação saudável, leve e natural ajuda muito nesse processo. Optar por alimentos integrais e sem conservantes, de qualidade conhecida, tanto quanto desenvolver o hábito de fazer exercícios a dois, é passo importante na construção de uma rotina saudável e sustentável, fundamental para um relacionamento longo e para o bom desenvolvimento dos filhos. Além, é claro, de serem formas muito mais concretas e úteis de se demonstrar o verdadeiro amor.

Afinal, quem ama de verdade, não apenas cuida do outro, mas também de si mesmo.

Pinheirense: há 77 anos, fidelizando clientes

Ao longo dos anos em que se dedica a fabricar produtos saborosos e de altíssima qualidade, a Pinheirense conquistou a admiração e confiança de clientes fiéis, que não trocam a marca por nenhuma outra.

O competente jornalista Romolo Ciuffo, natural de São Paulo, é um dos clientes de ouro da empresa. “Há dez anos, mantenho-me fiel à Pinheirense. Sou filho de imigrantes – mãe polonesa e pai italiano- e aprendi, desde cedo, a apreciar alimentos naturais, feitos artesanalmente, e com ingredientes integrais. Por um bom tempo, tive o privilégio de contar com as saborosas massas preparadas em casa por minha mãe. Depois, precisei ir em busca de produtos que se aproximassem dos que eu estava acostumado a consumir. Não foi uma tarefa muito fácil, até conhecer a Pinheirense. É um verdadeiro privilégio consumir alimentos como esses. Gosto de todos, não me limito a apenas um tipo, já que costumo variar o sabor. Valorizo os produtos fabricados pela Pinheirense, pois além de serem muito saborosos, trazem benefícios à saúde, devido aos seus ingredientes e o modo como são produzidos. Com o tempo, aprendemos a comer o que realmente precisamos e nos faz bem”, declara Romolo.

 

Romolo Ciuffo, cliente Pinheirense há uma década.
Participe, e nos diga por que também é um cliente Pinheirense!

Rejuvenesça!

Muitas vezes nos perguntamos sobre os motivos que levam algumas pessoas a estarem sempre com a aparência mais jovem, conservada, enquanto outras envelhecem rapidamente. E que fique claro: não estamos falando daquelas que recorreram à cirurgias plásticas e que têm recursos financeios para se cuidar com frequência em clínicas de estética.

É claro que a questão genética deve ser levada em conta. Mas vários especialistas dão dicas simples e acessíveis para muitas pessoas, que procuram sempre cuidar da saúde e da aparência. Confira alguns sábios conselhos:

“Você é o que você come”

1.Equilíbrio alimentar: não é apenas um alimento ou alguns nutrientes que irão deixar o corpo mais bonito, mas sim a combinação entre os elementos dos diferentes grupos alimentares (proteínas, carboidratos, frutas e vegetais) que vai fornecer uma alimentação adequada e boa para a saúde;

2. Dê preferência por alimentos ricos em água e com baixa quantidade calórica. São as frutas, legumes e verduras. Eles fornecem vitaminas e minerais importantes para a beleza do corpo;

3. Opte por alimentos na versão integral. Aveia, arroz e massas integrais são fontes de fibras e auxiliam o bom funcionamento do intestino. Dessa forma o organismo consegue eliminar as toxinas; 

4. Consuma a quantidade calórica adequada, evitando o excesso de peso. O corpo fica mais saudável, bonito e mais disposto para realizar as tarefas do dia a dia sem sobrecarregar o organismo;

5. Proteínas estão envolvidas em diversas funções do organismo. Uma delas é a reparação dos tecidos. Os alimentos fonte desses nutrientes são as carnes (opte sempre pelas mais magras); leguminosas (feijão, soja, ervilha, grão de bico); leite e derivados.

Hábitos saudáveis

6. Pratique exercícios físicos sem exageros, pois eles vão te dar mais ânimo e te deixar com corpinho e pique de jovem;

7. Procure alguma atividade mais tranquila, como yoga, ou alguma terapia alternativa que proporcione equilíbrio emocional, pois, elas te deixam com uma fisionomia mais leve;

8. Durma bem. Uma boa noite de sono é fundamental, pois, é enquanto dormimos que as toxinas são drenadas. Se acumuladas, elas causam olheiras e bolsas ao redor dos olhos, deixando o rosto bem mais envelhecido e cansado. Além disso, uma boa noite de sono é sinônimo de mais disposição e bom humor.

Cuidados com a pele

9. Use óculos escuros ao se expor ao sol para evitar as rugas de expressão em torno dos olhos. Na praia ou piscina, use chapéu ou boné, pois eles ajudam a proteger o rosto.

10. Em hipótese alguma dispense o filtro solar na face, pescoço e mãos. Os com fator 30 (ou mais) são os ideais e lembre-se de repassar a cada quatro horas, no mínimo.

11. Limpe sempre a pele antes de dormir para eliminar impurezas, a oleosidade e evitar a acne, mesmo que ela não esteja com maquiagem. Se estiver com maquiagem, jamais durma com ela. O hábito acelerará o envelhecimento da pele porque obstrui os poros e dificulta a oxigenação do tecido.

12. Aposte em um hidratante específico para sua pele. Se for oleosa, opte pela versão em gel.

13. Cuidado com o uso de produtos caseiros.
Alguns alimentos, como o figo e o limão, têm ácidos que, se forem expostos à luz, causam marcas na pele. O melhor remédio caseiro é a água gelada. Compressas de água gelada na face e olhos reavivam qualquer visual.

Sugestão de salada para as crianças!

Todos sabem como costuma ser difícil convencer uma criança a adicionar a salada à dieta diária. Por isso, selecionamos a salada de alface com champignons e filé de frango, que é uma ótima pedida e costuma agradar também as crianças, além de ser fácil de fazer e muito saudável.

Para 4 porções:

400g de filé de peito de frango;1 dente de alho; 1/2 pé de alface roxa; 1/2 alface crespa pequena; 1 radicchio pequeno; 2 cebolas pequenas; 250g de champignons pequenos; 1 limão; 30g de manteiga; sal e pimenta do reino moída na hora.

Molho:1 colher (chá) de mostarda Dijon; 1 colher ( sopa) de vinagre de vinho branco; 1 colher (sopa) de óleo de canola; 100g de creme de leite com 1 colher (sopa) de suco de limão; 100g de iogurte; sal, pimenta do reino moída na hora.

Cada porção fornece 250 kcal, 28 g de proteínas, 12 g de gordura, 5 g de carboidratos.

Tempo de preparo: 25 minutos

1- Lave os filés de peito de frango, seque-os levemente com papel toalha e corte-os em tiras. Descasque e fatie o dente de alho. Misture-o aos filés e reserve na geladeira;

2- Lave as folhas das verduras e agite-as para que sequem ( ou use uma centrífuga de salada). Corte-as em pedaços grandes e arrume-as em quatro pratos;

3- Descasque as cebolas e pique-as em cubinhos. Limpe bem os champignons com papel-toalha; remova os caules e corte-os em fatias finas;

4- Lave o limão em água quente e seque-o com um pano. Raspe tiras bem finas da casca de uma das metades e aproveite o limão restante para extrair 1 colher (sopa) de suco para o molho;

5- Para preparar o molho, bata com um batedor de ovos a mostarda, o vinagre, o óleo, o creme de leite, o suco de limão e o iogurte em uma tigela pequena;

6- Tempere o molho com sal e pimenta e regue as porções da salada. Arrume as raspas de casca de limão, a cebola picadinha e as fatias de champignons por cima de tudo;

7- Aqueça bem a manteiga em uma frigideira. Coloque a mistura de filé de peito de frango com o alho e doure os dois lados. Remova o alho da frigideira antes que escureça. Arrume as tiras do frango e o alho sobre a salada, como preferir;

8- Tempere as tiras de frango frito com sal e pimenta. Regue as porções de salada com a manteiga restante e sirva em seguida. Acompanhe com o pão de forma Pinheirense.

Aulas de jardinagem para as crianças

Ensinar jardinagem aos filhos pode ser uma aula sobre as alegrias da economia e do raciocínio criativo. A criança que decide usar uma antiga vara de pescar como estaca para os tomates, um sapato velho como jardineira para ervas culinárias e uma esferográfica para deixar reto um caule de flor dobrado, certamente vai aprender a amar o desafio de resolver problemas empregando a imaginação – um florescente integrante da fraternidade do “faça você mesmo”.

Para começar, equipe seu filho com uma pequena pá e um balde, e deixe-o colocar a mão na terra. Ajude-o a plantar uma mistura de sementes de flores, verduras e legumes que produzirão plantas compactas, fáceis de cuidar, e deixe-o aprender por tentativa e erro. Seja o modelo, utilizando o maior número possível de objetos domésticos comuns, e logo ele seguirá seu exemplo.

No fim da estação de crescimento, mantenha as plantas no lugar, para que a criança possa observar o que acontece no jardim dela no outono e no inverno. Ao longo dos anos, esse canteiro pode aumentar  ela trabalhará sozinha – com sorte, como aprendiz na arte da autossuficiência :-)

Alimentos integrais: conheça os benefícios

Uma alimentação saudável e equilibrada faz toda a diferença para a saúde, e isso inclui o consumo de alimentos integrais, que por serem ricos em fibras, trazem diversos benefícios: ajudam a diminuir os níveis de colesterol e glicose, promovem sensação de satisfação, ajudam a prevenir constipação intestinal, auxiliam no controle de peso, dentre outros.

Algumas das fibras solúveis – pectina, farelo de aveia e outras – podem reduzir os níveis de colesterol no sangue. Por sua vez, isso reduz o risco de doenças das artérias coronárias e infartos decorrentes de aterosclerose – a formação de placas de gordura nas artérias.

As fibras são divididas em duas grandes categorias: solúveis e insolúveis. A maioria das plantas contém as duas fibras, embora alguns alimentos sejam mais ricos em uma do que na outra. As fibras solúveis se dissolvem na água e se tornam viscosas. São encontradas na lentilha, leguminosas, farelo de aveia, aveia, linhaça, psílio, cevada e em frutas ricas em pectina como maçãs, morangos e frutas cítricas. As fibras insolúveis não se dissolvem nem com a mastigação, passando através do trato digestivo praticamente inalteradas. São encontradas no farelo de trigo, nos produtos à base de trigo integral, no arroz integral, nas cascas de frutas e nos legumes/verduras como cenoura, brócolis e ervilhas.

Por fornecerem a sensação de saciedade e possuírem poucas calorias, ajudam a perder ou controlar o peso. A sensação de saciedade tende a desaparecer rapidamente quando as fibras passam pelo sistema digestivo. A melhor maneira de usar a fibra para perder peso é consumir uma alimentação balanceada que também inclua pequenas quantidades de proteína e de gordura em cada refeição. Como o corpo metaboliza a proteína e a gordura mais lentamente do que as fibras, a pessoa não sentirá fome tão cedo.

Indivíduos adultos devem consumir diariamente cerca de 25 g de fibras. Os pães integrais, além de fornecerem energia como os demais, são ricos em fibras e fornecem nutrientes importantes para o organismo.

Através do consumo de alimentos integrais, é possível, desde a infância, prevenir-se de doenças como a diabetes tipo 2, obesidade, doenças cardiovasculares, constipação intestinal etc.