O poder dos grãos

Podemos enumerar diversas vantagens provenientes do consumo de grãos: excelente fonte de carboidratos ricos em amido e em fibras, também são fonte de niacina, de riboflavona, assim como de outras vitaminas B e de ferro.

Mais baratos do que a carne, o peixe e outros gêneros alimentícios de primeira necessidade, possuem baixo teor de gordura e, quando usados junto com o feijão e outros legumes e grãos, tornam-se uma fonte completa de proteínas.

Os nutricionistas costumam nos incentivar a comer mais produtos à base de grãos em substituição a outros alimentos com alto teor de gordura. Recomendam, também, ingerirmos mais alimentos ricos em amido à base de grãos, como pães, cereais, massa e arroz, dentre outros.

Confira alguns tipos de grãos:

Aveia: utilizada nos cereais matinais, pães, biscoitos e bolos, o farelo de aveia tem alto teor de fibras solúveis, que pode ajudar a baixar os níveis de colesterol. Também ajuda o corpo a aproveitar de forma mais eficiente a insulina, fator relevante para o controle do diabetes.

Centeio: Contém um pouco de glúten, motivo pelo qual o pão de centeio e o pumpernickel (pão de centeio alemão) são mais pesados e úmidos.

Quinoa: um grão antigo, tem mais carboidrato e menos proteína do que a maior parte dos grãos. Este grão macio pode ser encontrado em grão integral ou em pasta, e é ótimo quando servido em saladas. É tolerado por pessoas que sofrem de doença celíaca.

Trigo: É um dos cereais mais consumidos no mundo. Durante a moagem, o farelo (a casca externa) e o germe (localizado na base do grão) são removidos, o que faz o produto final ser menos nutritivo do que o trigo integral. Este, por sua vez, é mais indicado, pois contém tanto o farelo quanto o germe do trigo. O germe do caroço de trigo é uma fonte concentrada de diversos nutrientes, incluindo as vitaminas B, o ferro, o zinco, o fósforo, o potássio e as fibras.

Invista no sono!

Sono; alimentação; exercícios. Segundo o entendimento do renomado preparador físico Nuno Cobra, é este o ordenamento ideal dos principais fatores a serem administrados na busca por uma vida mais saudável.

Autor do best seller “A Semente da Vitória” e responsável pelo treinamento de atletas de ponta como o saudoso Ayrton Senna, Nuno defende que antes que se pense em submeter o corpo a exercícios regulares é preciso estar em dia com o repouso necessário a cada organismo, e desfrutar também de uma nutrição adequada. Inverter esta ordem, introduzindo esforço a uma rotina desregrada e sem a devida estrutura, pode transformar algo salutar e muito necessário num problema potencialmente mortal.

Não cabe, no entanto, discutir a importância de um bom sono noturno – afinal, este é um ponto pacífico. O tópico relevante sobre o tema, especialmente para a enorme multidão de insones, é justamente como fazer para melhorar a qualidade deste sono. E a boa notícia é que existem, sim, alguns bons hábitos a serem adotados, antes que seja necessário consultar ajuda profissional. A saber:

Procure levantar num mesmo horário, sempre que possível. O organismo geralmente se adapta bem a rotinas. Mesmo nos dias em que o sono estiver maior, aposte na disciplina e tente manter os horários. Quando se reduz o número de variáveis, fica sempre mais fácil identificar a origem de um problema.

Descubra a sua necessidade pessoal de descanso. Determinadas pessoas necessitam dormir mais do que outras, e é importante que cada um conheça suas próprias demandas. Só assim será possível evitar excessos que, algumas horas mais tarde, podem vir a dificultar o adormecer. É importante estar com sono ao fim do dia.

Administre bem os exercícios. Atividades físicas são excelentes aliadas a quem deseja ter um sono tranquilo e profundo ao fim de cada dia. No entanto, há que se executá-las com planejamento, escolhendo tanto a carga do esforço quanto a melhor hora para levá-lo adiante. Exercícios aumentam o gasto calórico, inevitavelmente gerando cansaço como consequência. Todavia, esse relaxamento só será observado algum tempo após o término das práticas, quando o organismo retornar a seu estado basal. Por isso, evite deixar as atividades para as últimas horas do dia.

Cuidado com a alimentação. Descarte refeições muito pesadas, especialmente ao anoitecer. Dê preferência a frutas, legumes e alimentos orgânicos. Chás e demais alimentos com propriedades relaxantes – como o maracujá – também são bem-vindos. De modo geral, quanto mais numerosas e mais leves as refeições ao longo de um dia, melhor para a saúde e para o sono.

Fique atento com a sesta. Pequenos cochilos fora de hora podem ser um hábito muito saudável a quem não tem dificuldades para adormecer, mas podem causar grandes transtornos a quem possui uma relação mais difícil com Morfeu. Se você é daqueles que precisam estar esgotados antes de conseguir “pregar os olhos”, então o prazer da sesta é algo que não te pertence mais.

Evite luz e sons. Ainda que muitas pessoas consigam adormecer facilmente ao som do rádio ou da televisão, tais turbulências geralmente afetam a qualidade deste sono, impedindo ou atrasando a escalada rumo ao chamado sono REM (rapid eye moviment – ou sono no qual os olhos se movem rapidamente). Tão importante quanto conseguir dormir é dormir com qualidade, pois é somente no sono mais profundo que o corpo encontrará as condições para se recuperar da melhor forma do desgaste da jornada anterior.

Aprenda a respeitar seu local de descanso. Evite permanecer deitado quando não tiver a intenção de adormecer, mesmo que a atividade em questão possa estimular o sono. Ouvir música e ler são atividades que podem ajudar muitas pessoas a relaxar, mas que devem preferencialmente ser conduzidas longe do leito. O processo de adormecer passa por uma série de etapas, e é importante que o insone possa contar com todas elas a partir do momento em que decidir dormir. Se possível, destine a cama tão somente para sexo e sono.

É verdade que para os casos mais graves de insônia, mesmo a adoção destes hábitos pode não significar a garantia de um repouso tranquilo. Todavia, até para este restrito grupo de pessoas as dicas se mostram válidas, na medida em que tornam o diagnóstico do problema algo muito mais preciso e pontual.

Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial

Promovida pela Sociedade Brasileira de Cardiologia, a Campanha Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial, que acontece todos os anos, no dia 26 de abril, é um alerta para a importância da prevenção contra a doença. De acordo com a Sociedade Brasileira de Hipertensão, a taxa de incidência chega a mais de 50% na terceira idade.

Conforme o sangue circula pelo corpo, ele executa variados graus de força sobre as paredes arteriais. Os médicos se referem a essa força como pressão arterial. Milhões de pessoas no mundo têm pressão arterial muito elevada, o que chamamos de hipertensão.

Nos estágios iniciais, a pressão alta não apresenta sintomas, portanto, muitos indivíduos não percebem que estão sofrendo de uma doença perigosa. Caso o problema não seja diagnosticado, a pressão arterial alta causa danos ao coração e aos vasos sanguíneos, e pode resultar em derrame cerebral, infarto ou outras consequências mais graves à saúde.

Em aproximadamente 5% dos casos, há uma causa subjacente para a pressão alta, como, por exemplo, uma artéria renal estreitada, gravidez, distúrbio de glândula supra-renal ou efeito colateral de algum medicamento. na maioria das vezes, a causa não é identificada; refere-se a isso como hipertensão primária ou essencial.

A pressão arterial sobe quando as arteríolas, as menores artérias do corpo, estreitam-se e comprimem-se, exigindo que o coração pulse com mais força para bombear sangue por elas. O aumento de volume sanguíneo, muitas vezes devido à tendência de o corpo reter sal e líquidos em excesso, eleva a pressão arterial, da mesma forma que níveis altos de adrenalina e outros hormônios que levam os vasos sanguíneos a se contraírem.

Fatores subjacentes

Com a idade, a pressão arterial sobe um pouco, mas ainda não se sabe precisamente o que causa a hipertensão, embora um conjunto de fatores pareça estar envolvido. Por geralmente acometer membros da mesma família, suspeita-se de propensão genética. Diabetes, obesidade e outros distúrbios aumentam os riscos.

O estresse estimula um aumento repentino de liberação de hormônios supra-renais e uma elevação elevação temporária da pressão arterial; alguns pesquisadores acreditam que o estresse constante possa contribuir para o desenvolvimento da hipertensão. Outros fatores são o tabagismo, o abuso de álcool e um estilo de vida sedentário.

Controle a Pressão Sanguínea com a Dieta Dash

A maior prova em favor das dietas como meio de controlar a pressão arterial é resultado de dois experimentos subsidiados pelo National Institutes of Health, nos EUA. Reunidos, os estudos são conhecidos como dieta DASH – sigla em inglês para Abordagem Alimentar para Redução da Hipertensão.

A dieta DASH fornece alimentos ricos em fibras, cálcio, magnésio e potássio; alimentos que vêm sendo associados à pressão mais baixa. Também é pobre em gordura saturada. O plano da dieta lista de oito a dez porções de frutas e vegetais e de duas a três xícaras diárias de derivados do leite com baixo teor de gordura. A seguir, apresentamos as instruções gerais que podem ser seguidas em seu plano alimentar:

- Cereais e produtos à base de cereais: de sete a oito porções diárias;

- Frutas e vegetais: de quatro a cinco porções diárias de cada;

- Derivados do leite com pouca gordura ou 0% de gordura: de duas a três porções diárias;

- Carne vermelha, ave e peixe: duas ou menos porções ( de 85 g) diárias;

- Nozes, sementes ou legumes: de quatro a cinco porções semanais;

- Gorduras: de duas a três porções diárias; evite gordura saturada;

- Doces: cinco por semana.

Limite a ingestão de sal:

Uma alimentação rica em sal também contribui para que pessoas com tendência genética de reter sódio desenvolvam a doença; nesses casos, a redução de sal iniciada em idade jovem reduz o risco de se desenvolver a hipertensão.

Receita: Risoto Integral com Cogumelos

 

Rendimento: 6 porções

Tempo de preparo: 20 minutos

Ingredientes:

1 colher (sopa) de Semente de Linhaça;

2 colheres (sopa) de azeite de oliva (para saltear);

1 colher (sopa) de cebolinha

2 xícaras (chá) de tomates firmes e maduros cortados em 8 gomos (sem casca, sem semente);

1 colher (chá) de alho picado;

250 g de cogumelo fresco ou champignon;

2 xícaras (chá) de arroz cateto integral cozido;

1 xícara (chá) de vinho branco seco;

1/2 colher (chá) de Shoyu;

1 colher (sopa) de manjericão;

1 colher (sopa) de ciboulette (cebolinha francesa).

Modo de Preparo:

Leve a linhaça para tostar em fogo médio por 2 minutos e reserve. Em uma panela aberta, coloque uma colher (sopa) de azeite de oliva com a cebolinha e os tomates. Salteie rapidamente, tampe a panela e deixe cozinhar por cinco minutos.

Em uma frigideira grande, coloque uma colher (chá) de azeite e doure o alho rapidamente. Acrescente o champignon e deixe por mais 1 minuto.

Adicione os tomates cozidos e o arroz cozido. Misture tudo e acrescente o vinho branco e o shoyu. Deixe cozinhar por 10 minutos, mexendo sempre com uma colher de pau. Passado este tempo, acrescente o manjericão, a cebolinha, 1 colher (sopa) de azeite e a linhaça.

MLP recebe a exposição “Jorge Amado e Universal”: Um olhar inusitado sobre o homem e a obra

A exposição Jorge Amado e Universal, que faz parte das comemorações oficiais pelos cem anos do escritor, chancelada pela Fundação Casa de Jorge Amado, está aberta ao público desde o último dia 17 de abril, no Museu da Língua Portuguesa, em São Paulo.

A mostra traz fotografias, objetos, folhetos de cordel, filmes, entre outros itens. Parte do conteúdo nunca foi vista pelo público.

A realização é da Grapiúna e da Fundação Casa de Jorge Amado, em parceria com a Secretaria de Estado da Cultura do Governo de São Paulo e o Museu da Língua Portuguesa. O desenvolvimento e organização é da Nacked & Associados Mercado Cultural. A direção geral é de William Nacked. Ana Helena Curti responde pela coordenação geral de conteúdo, e Daniela Thomas e Felipe Tassara pela expografia.

Com acervo pertencente à Fundação Casa de Jorge Amado e à família do célebre escritor, entre outros, Jorge Amado e Universal fica até 22 de julho na capital paulista, seguindo para o Museu de Arte Moderna da Bahia – de 10 de agosto a 14 de outubro de 2012. A exibição nestas cidades conta com patrocínio do Banco Santander.

Estão previstas ainda montagens de Jorge Amado e Universal em mais oito capitais no Brasil, como Recife, Rio de Janeiro e Brasília, e pelo menos duas cidades no exterior – Buenos Aires está na rota da exposição.

Sobre a exposição

A mostra está dividida em módulos distintos, cada um deles dedicado a um aspecto marcante na vida do autor. “Não tivemos a pretensão de esgotar nem a biografia, nem a criação ficcional de Jorge Amado. A ideia é fornecer pistas, sugerir caminhos, para que o visitante fique instigado, tenha vontade de ler e de descobrir mais depois da exposição”, explica William Nacked.

O primeiro módulo é dedicado aos personagens – dentre mais de mil nomes, nove foram escolhidos por representarem a diversidade e abrangência da obra em diversos períodos: Gabriela e Nacib (Gabriela Cravo e Canela, 1958), Dona Flor (Dona Flor e seus Dois Maridos, 1966), Os capitães da areia (Capitães da Areia, 1937), Pedro Arcanjo (Tenda dos Milagres, 1969), Antonio Balduíno (Jubiabá, 1935), Guma e Lívia (Mar Morto, 1936), O Menino Grapiúna (O Menino Grapiúna, 1981), Santa Bárbara (O Sumiço da Santa, 1988) e Quincas (A Morte e a Morte de Quincas Berro d’Água, 1961).

Eles ganham destaque em materiais audiovisuais que ajudam a contextualizar os personagens e os livros. São datiloscritos com correções feitas à mão por Jorge Amado, ilustrações das obras, fotos que remetem ao universo dos romances e algumas curiosidades, como produtos e restaurantes que levam nomes dos personagens. Cada monitor tem também um trecho locutado da obra em questão.

Na mesma sala, uma instalação passa a ideia da verdadeira multidão de personagens principais e figurantes criados: milhares de fitas similares à tradicional do Senhor do Bonfim estão afixadas, trazendo nomes de outros cem personagens – sejam fictícios, como Tieta (de Tieta do Agreste), Florzinha (de Tocaia Grande) e Ana Mercedes (de Tenda dos Milagres); ou pessoas reais que Jorge Amado inseria na ficção, como Getúlio Vargas, Hitler e Lampião.

O segundo espaço apresenta a faceta política do autor, que chegou a ser eleito Deputado Federal por São Paulo e era comunista. O terceiro discute as misturas que, segundo Jorge Amado, caracterizam o Brasil – sobretudo a miscigenação e o sincretismo religioso.

Outro módulo é dedicado à malandragem e à sensualidade presentes em sua obra. Em seguida, uma seção apresenta a Bahia tal como foi ‘(re) inventada’ por Jorge Amado, com suas belezas e suas mazelas.

Há, ainda, espaço para depoimentos de amigos, artistas e críticos, para uma cronologia sintética da vida do escritor e para destacar sua presença internacional, entre outros aspectos.

Entre os depoimentos, falas de amigos ilustres e anônimos de Jorge Amado, pois essa era uma de suas marcas: a capacidade de transitar entre o universo erudito e o popular, entre o terreiro de candomblé e a Sorbonne.

Os áudios e vídeos mostram também a esposa Zélia Gattai e a filha Paloma Amado, que contam sobre o processo de criação de Jorge, e explicam que os personagens mandavam nele – em Dona Flor, o autor pretendia que ela fosse embora com Vadinho, mas a protagonista decidiu ficar com os dois maridos aqui na Terra. Outro destaque é o próprio Jorge Amado contando que, no curto período em que foi Deputado Federal, em 1946, conseguiu aprovar lei que garante a liberdade de culto no Brasil.

Na área dedicada ao alcance internacional, o objetivo é dimensionar para o público a imensidão de Jorge Amado no mundo com a exibição de livros publicados em diversos países – de uma capa finlandesa de Tocaia Grande a uma edição de bolso francesa de Dona Flor.

O espaço expositivo foi concebido a partir da utilização de símbolos
presentes não só na cultura baiana, mas, sobretudo, na vida e obra de Jorge Amado. A cenografia está estruturada em armações metálicas, numa referência indireta às grades de ferro que embelezam muitas casas e espaços públicos de Salvador – entre eles o Solar do Unhão e a Praça Castro Alves.

Nessa estrutura, que tem ao mesmo tempo papel construtivo e narrativo, foram inseridos símbolos e objetos em sua forma original, como garrafas de dendê, fitinhas do Bonfim com frases especiais impressas, cacau torrado, azulejos brancos e azuis à moda baiana, entre outros elementos que remetem a Jorge Amado e à Bahia.

Fotografias, objetos, folhetos de cordel, filmes, jornais históricos, charges, documentos, ilustrações, correspondências, depoimentos, objetos de uso pessoal entre outros elementos fazem parte da mostra.

A mostra ocupa todo o primeiro andar, dedicado às exposições temporárias, e também parte do segundo andar, com um espaço exclusivo para os livros de Jorge Amado e terminais com muito conteúdo sobre o autor, para o público consultar calmamente.

Fibras: proteção também contra o câncer de mama e de pâncreas

Uma alimentação saudável e equilibrada faz toda a diferença para a saúde, e isso inclui o consumo de alimentos integrais, que por serem ricos em fibras, ajudam a diminuir os níveis de colesterol e glicose, promovem sensação de satisfação, ajudam a prevenir constipação intestinal e auxiliam no controle de peso.

Algumas das fibras solúveis – pectina, farelo de aveia e outras – podem reduzir os níveis de colesterol no sangue. Por sua vez, isso reduz o risco de doenças das artérias coronárias e infartos decorrentes de aterosclerose – a formação de placas de gordura nas artérias.

Por fornecerem a sensação de saciedade e possuírem poucas calorias, ajudam a perder ou controlar o peso. A sensação de saciedade tende a desaparecer rapidamente quando as fibras passam pelo sistema digestivo. Indivíduos adultos devem consumir diariamente cerca de 25 g de fibras. Os pães integrais, além de fornecerem energia como os demais tipos de pães, são ricos em fibras e fornecem nutrientes importantes para o organismo.

Através do consumo de alimentos integrais, é possível, desde a infância, prevenir-se de doenças como a diabetes tipo 2, obesidade, doenças cardiovasculares, constipação intestinal etc.

Mas agora, a novidade é que a ciência acaba de associar o consumo de fibras com a prevenção de tumores no pâncreas e na mama.

 

O Colégio Imperial de Londres e da Universidade de Leeds, na Inglaterra, foi o responsável por esse estudo, que associou o consumo de fibras a uma menor incidência de tumores mamários. Para realizá-lo, os pesquisadores esmiuçaram 16 trabalhos sobre o tema. “Notamos que a ingestão diária de 10 gramas de fibras solúveis derruba em 26% o risco de o mal se desenvolver. Ainda não sabemos por que as insolúveis não promoveram o mesmo benefício”, conta Dagfinn Aune, líder do projeto.

Uma das hipóteses levantadas para explicar tal façanha é que as fibras reduziriam o estrogênio que perambula pelo sangue. É que elas prejudicam a ação de uma enzima responsável por quebrar o hormônio para facilitar sua absorção. Assim, boa parte dele vai embora junto com as fezes. Mas há um mistério: “Em pesquisas com cobaias, tanto as fibras solúveis como as insolúveis causaram esse efeito”, pondera a nutricionista oncológica Thais Manfrinato Miola, do Hospital A.C. Camargo, na capital paulista.

Já no Centro de Referência Oncológico de Aviano, na Itália, os cientistas voltaram suas atenções para a relação entre uma dieta campeã em fibras e o aparecimento de câncer no pâncreas. Para explorá-la, eles avaliaram a dieta de 326 pacientes diagnosticados com a doença e 652 indivíduos saudáveis. Foi quando notaram que o consumo da versão solúvel fez despencar em 60% a probabilidade de tumores surgirem no órgão. A insolúvel, por sua vez, diminuiu o perigo em 50%.

Ao que tudo indica, a partir do momento em que tais substâncias passam a controlar a produção e a liberação desenfreada de insulina, evitam não só o boom de células malignas nas mamas como também no pâncreas. “Isso não está 100% comprovado, mas é uma teoria que ganha força”, avalia Paulo Hoff, diretor do Centro de Oncologia do Hospital Sírio-Libanês. “E esse mecanismo provavelmente garante proteção contra vários outros tipos de tumores”, completa Fábio Gomes, do Inca.

Dicas de saúde: benefícios da soja

Por muito tempo, alimentos à base de soja eram consumidos apenas por vegetarianos. Mas nos últimos anos, à medida que mais pessoas começaram a se preocupar com um estilo de vida mais saudável, o consumo de soja vem aumentando constantemente, favorecido pelos crescentes indícios dos seus benefícios à saúde.

O grão de soja é um dos vegetais mais nutritivos e versáteis. Se comparados por volume, a soja possui mais proteína e ferro do que um bife, mais cálcio do que o leite e mais lecitina do que os ovos.

As proteínas de soja possuem todos os aminoácidos essenciais, o que a torna a única proteína vegetal com quantidade próxima ou igual de proteínas aos produtos de origem animal. Além disso, a soja é boa fonte de vitaminas do complexo B, potássio, zinco e outros minerais.

Confira receitas feitas com a proteína de soja.

 

E como se não bastasse, o óleo de soja contém baixo teor de gordura saturada, diferentemente das fontes de gordura animal. A soja ainda apresenta substâncias fitoquímicas importantes como isoflavonóides, lignanas, saponinas e fitosteróis.

A Pão Pinheirense fabrica o Pão tipo Sueco com soja. Vale lembrar que a produção é artesanal e não utiliza produtos químicos e conservantes. Experimente nossos produtos.

Na internet, você encontra os produtos Pinheirense nos seguintes endereços:

www.paodeacucar.com.br
www.varanda.com.br
www.meucarrinho.com.br
www.myfitnesspal.com
www.emporiumsp.com.br
www.lkp.com.br

MIS promove a Maratona do Terror na Madrugada da Sexta-feira 13

Sucesso de público, o projeto Sexta 13 no MIS (Museu da Imagem e do Som) chega a sua segunda edição para a felicidade dos amantes de filmes de terror. Durante toda a noite de sexta-feira, 13 de abril, a partir da meia noite, os espectadores podem conferir três títulos consagrados do cinema de horror: O Corvo; O Morcego Diabólico; e O Gato de 9 Caudas.

Com a compra de apenas um ingresso, o MIS, instituição da Secretaria de Estado da Cultura, proporciona uma ótima opção para comemorar a Sexta-feira 13. As exibições acontecem no Auditório MIS (173 lugares). Os ingressos, de R$ 6 (inteira) e R$ 3 (meia), dão direito a todas as sessões e já estão à venda no site www.ingressorapido.com.br e na recepção do MIS.

Confira, a seguir, as sinopses dos filmes:

O Corvo
(dir. Roger Corman, 1963, 83 min)
Peter Lorre, Vincent Price e Boris Karloff formam o triunvirato do horror em ‘O Corvo’. O filme se equilibra o tempo todo entre a comédia burlesca e o terror gótico derivado das histórias de Poe.

O Morcego Diabólico
(Dir. Jean Yarbrough, 1940, 68 min)
Bela Lugosi é um cientista bem intencionado, enlouquecido por seus patrões gananciosos. Ele busca sua vingança, da única maneira que sabe – a criação de uma raça de morcegos diabólicos para fazer um lance sinistro. A única esperança da cidade é um intrépido repórter que deve investigar as mortes e determinar que, se for o caso, a ligação que eles têm com uma misteriosa e nova loção pós-barba que está sendo utilizada em torno da cidade.

O Gato de 9 Caudas
(Dir. Dario Argento, 1971, 90 min)
Um repórter e um jornalista cego aposentado tentam resolver uma série de assassinatos. Os crimes estão conectados a experimentos feitos por uma indústria farmacêutica em pesquisas secretas. Os dois acabam virando alvos do assassino.

Sexta 13 no MIS
Data 13/4, sexta, às 24h
Auditório MIS (173 lugares). Classificação indicativa: 18 anos. Ingresso: R$ 6 (inteira) e R$ 3 (meia), à venda na recepção do MIS e no site: www.ingressorapido.com.br
Ingresso R$ 6 (inteira), R$ 3 (meia). À venda na recepção do MIS ou pelo site www.ingressorapido.com.br

Museu da Imagem e do Som – MIS
Avenida Europa, 158, Jardim Europa, São Paulo | (11) 2117 4777 | www.mis-sp.org.br
Estacionamento conveniado: R$ 8. Acesso e elevador para cadeirantes. Ar condicionado.

Receita: Bruschetta Sueca

Neste post, você confere mais uma receita exclusiva da Pinheirense. Saborosa e fácil de preparar.

Ingredientes:

5 tomates sem sementes, picados;

½ cebola vermelha, picada;

1 dente de alho picado;

2 colheres de sopa de azeite;

1 colher de sopa de vinagre balsâmico;

Sal e pimenta-do-reino;

20 folhas de manjericão para decorar

Pão Tipo Sueco Pinheirense

Combine todos os ingredientes e coloque uma colher de chá sobre cada pão sueco, e adicione o manjericão para decorar.

Rende 20 porções.

Dicas de decoração

A decoração, assim como a moda, deixou de ter conceitos e tendências muito fechados. Hoje em dia, o que reina é a liberdade e a criatividade na hora de se expressar. As tendências são lançadas como guias, elas indicam por onde passar quando for escolher os itens decorativos.

O ano de 2012 trouxe à tona elementos que já vinham sendo cotados nas decorações. Ao decorar um ambiente, pense no conforto; os estilos podem ser misturados, sendo possível, por exemplo, mesclar objetos rústicos com contemporâneos, para quebrar a seriedade do local. Peças divertidas também fazem sucesso nesse caso.

Se a opção for pintar um cômodo, escolha cores que dão um ar acolhedor com pinceladas de cores alegres e quentes, como por exemplo, vermelho escuro, azul turquesa e tons cítricos. Quem gosta de ousar, pode se aproveitar de uma forte tendência de moda – o color block – que também é válido para quem deseja um ambiente colorido e alto astral.

Já os móveis perderam a necessidade de parecerem novos, elementos que fazem parte da sua história de vida e te ajudam a contá-la vão dar o ar da graça por toda a casa. Aquela mesinha da sua avó pode trazer para sua sala charme especial, além de carregar uma afetividade sem tamanho. Se a peça estiver desgastada pelo tempo, dê uma repaginada. Assim, ela não vai perder as características originais e nem vai parecer tão antiga.

Uma tendência que está em alta são os itens naturais, e essa moda varia dos tecidos às plantas. Tudo pode ter um toque natural e ecologicamente correto, revestimentos sustentáveis, tecidos ecológicos, vidraças e janelas para a entrada de luz solar e jardins de inverno constroem um ambiente leve e acolhedor.

Imprima sua identidade em cada cantinho da casa, escolha objetos e cores que têm a ver com você. O ambiente ficará muito mais charmoso e ganhará toques personalizados. Use sua criatividade!