Leguminosas: campeãs de nutrição

As leguminosas estão entre os alimentos vegetais mais nutritivos – ricos em proteínas, vitaminas do complexo B, ferro, potássio e outros minerais. Elas fornecem grandes quantidades de fibras, inclusive as solúveis, importantes no controle dos níveis de colesterol no sangue.

Feijões, feijões e mais feijões:

Existem centenas de variedades de feijões. Confira as mais populares:

Feijão-preto: muito usado em sopas e feijoadas.

Feijão-roxinho: bom para saladas, sopas e como acompanhamento.

Feijão-fradinho: também conhecido como feijão-macassar ou feijão-de-corda: usado no preparo de acarajé.

Feijão-mulatinho: bom como acompanhamento, embora em algumas regiões seja mais usado para feijoada.

Feijão-branco: usado em sopas e saladas, também cai super bem em cozidos.

Feijão-jalo: ótimo para sopas e saladas.

Feijão-rosinha: usado como acompanhamento.

Feijão-rajadinho ou feijão-verde: usado como acompanhamento.

Soja: muito nutritiva, deu origem a diversos produtos amplamente consumidos, como o coalho, o leite de soja e a farinha.

As leguminosas mais ricas em ferro:

1. Feijões: ricos em ferro, cálcio, magnésio, fibras, vitaminas do complexo B e proteínas.

2. Soja: fornece proteínas, fibras, vitamina K, cálcio, ferro, fósforo, magnésio, zinco.

3. Grão-de-bico: fonte de proteínas, fibras, minerais como ferro, cálcio, magnésio, fósforo, potássio e vitaminas do complexo B.

4. Lentilha: contém fibras solúveis e insolúveis, proteínas, magnésio, ferro, vitaminas do complexo B.

5. Amendoim: ferro, zinco e potássio são alguns dos sais minerais presentes nessa leguminosa, assim como vitaminas do complexo B.

6. Tremoços: tem um alto teor proteico além de conter fósforo, ferro, potássio, cálcio e vitaminas E e B.

7. Ervilha: grande quantidade de vitaminas do complexo B, de fibras e de minerais como fósforo, ferro, potássio e zinco.

Aliados contra o câncer

É muito comum que pessoas com câncer percam peso. O tratamento dessa doença, principalmente a radioterapia e a quimioterapia, costumam afetar o apetite, além de provocarem náusea e outros efeitos colaterais. A cirurgia também pode influenciar, fazendo com que os pacientes percam a vontade de comer. Sendo assim, um bom nutricionista deve elaborar uma dieta ou recomendar o uso de suplementos.

Alguns alimentos são, comprovadamente, aliados no combate ao câncer:

-Maçãs, frutas silvestres, brócolis e outras verduras crucíferas, além de frutas cítricas contêm flavonoides, que atuam como antioxidantes, e ajudam a prevenir danos ao DNA das células.

-Tomates: contêm licopeno, que, segundo alguns estudos, protege contra o câncer de próstata.

-Cebola e alho: contêm compostos de enxofre que podem estimular as defesas naturais contra o câncer, além de ajudar a controlar o desenvolvimento do tumor. Os estudos sugerem que o alho pode ajudar a reduzir em até doze vezes a incidência de câncer de estômago.

-Chá verde: contém EGCG ( galato de epigalocatequina), uma catequina que pode ajudar a combater o câncer de três modos: ajuda a reduzir a formação de carcinógenos no corpo, aumenta as defesas naturais do organismo, e elimina o desenvolvimento do câncer.

-Castanha-de-caju, frutos do mar, algumas carnes e peixes, pão, trigo e arroz integral, germe de trigo e aveia: são as melhores fontes de selênio, uma arma poderosa contra o câncer. Alimentos à base de plantas, principalmente o trigo, são os grandes responsáveis por suprir o selênio na nossa alimentação.

Dicas de conservação dos pães Pinheirense

A Pinheirense produz, artesanalmente, deliciosos pães integrais de forma e Tipo Sueco. Devido ao fato de não utilizarmos produtos químicos e conservantes, a validade de nossos produtos, comparada a dos pães industrializados, é menor. A seguir, disponibilizamos algumas dicas de conservação dos Pães Pinheirense:

Pão tipo Sueco:

Para conservá-lo sempre fresco, guardá-lo em vasilha de vidro devidamente fechada.

Pão Integral:

Até quatro dias: guardá-lo em lugar fresco;

a partir do quinto dia: guardar na geladeira por até 10 dias;

após dez dias: conservá-lo no congelador.

Campanha de vacinação contra febre amarela

Na manhã desta quarta-feira, 10, o governo de São Paulo reabriu os parques da Cantareira e Horto Florestal, na Zona Norte da cidade, e o parque Ecológico do Tietê, na Zona Leste da capital paulista, que, desde o ano passado, estavam fechados devido a uma ação preventiva contra a febre amarela. Mas para frequentarem esses locais, as pessoas precisarão estar vacinadas contra a doença.

Mais de um milhão de pessoas já foram vacinadas, e, entre fevereiro e março deste ano, 75 municípios de São Paulo, do Rio de Janeiro e da Bahia vão realizar campanhas de vacinação contra a febre amarela com doses fracionadas. A decisão, segundo o ministro da Saúde, Ricardo Barros, foi adotada mediante recomendação e autorização da Organização Mundial da Saúde (OMS).

A dose padrão da vacina contra a febre amarela protege uma pessoa por toda a vida, enquanto a dose fracionada protege por pelo menos oito anos. Segundo Ricardo Barros, estudos em andamento continuarão a avaliar a proteção da dose fracionada posterior a esse período.

Ao todo, 19,7 milhões de pessoas devem ser imunizadas nos três estados, sendo 15 milhões com doses fracionadas e 4,7 milhões com dose padrão (crianças de 9 meses a menores de 2 anos; pessoas com condições clínicas especiais como HIV/aids, doenças hematológicas ou após término de quimioterapia; gestantes; e viajantes internacionais, mediante apresentação do comprovante de viagem).

No estado de São Paulo, 4,9 milhões de pessoas vão receber a dose fracionada e 1,4 milhão, a dose padrão em 52 municípios. O período da campanha será de 3 a 24 de fevereiro, sendo os dias 3 e 24  (sábados) os dias D de mobilização.

Receitas de sorvetes saudáveis para o verão

Excelente fonte de cálcio, o sorvete apresenta uma quantidade considerável de proteína, assim como de vitamina A e riboflavina. Uma ótima escolha para fechar a refeição com uma sobremesa gelada são os sorvetes de fruta, que têm baixo teor de gordura.

Confira três receitas de sorvetes e picolés saudáveis e super saborosos, que, ao contrário dos industrializados, não prejudicam a saúde, nem a dieta:

Picolé de mirtilo e amora

Ingredientes para 10 picolés:

  • 500 ml de iogurte grego, magro e sem açúcar.
  • 3 colheres de sopa de mel.
  • 1 colher de chá de extrato de baunilha
  • 120 gramas de mirtilos
  • 120 gramas de amoras
Preparo:

  1. Misture o iogurte grego, o mel e o extrato de baunilha numa tigela grande até obter uma mistura bem homogênea.
  2. Deite metade da mistura nos moldes de picolés. Deite alguns mirtilos e amoras inteiras em cada molde e empurre-os para o fundo do molde com um palito. Coloque os picolés no congelador durante cerca de 15 minutos, apenas o suficiente para endurecê-los um pouco.
  3. A seguir, deite a metade da mistura que sobrou, bem como os mirtilos e as amoras num liquidificador e misture-os bem. Depois deite esta mistura nos moldes de picolé e coloque-os no congelador durante pelo menos 3-4 horas.
Picolé de geleia e manteiga de amendoim:
Ingredientes ( para 6 picolés):

  • Meia xícara de manteiga de amendoim sem sal
  • 1 xícara de iogurte natural magro
  • 1 xícara de leite magro
  • 3 colheres de sopa de mel
  • 2 colheres de chá de essência de baunilha
  • 1 xícara e meia de framboesas frescas
  • 2 xícaras de suco de framboesa sem açúcar
  • 4 colheres de sopa de sementes de sésamo
  • 6 moldes de picolé
  1. Deite a manteiga de amendoim, o iogurte, o leite, 2 colheres de sopa de mel e o extrato de baunilha num liquidificador e misture até que fique bem suave.
  2. Encha os moldes de picolé com um pouco da mistura de manteiga de amendoim. Coloque os moldes no congelador durante 1 hora.
  3. Encha os moldes de picolé com o sumo de framboesa e algumas framboesas. Insira os paus de madeira e coloque os moldes no congelador durante 1 hora.
  4. Encha os moldes de picolé com o que restou da mistura de manteiga de amendoim. Coloque no congelador de noite ou durante pelo menos 8 horas.
  5. Retire os moldes do congelador e deixe-os permanecer à temperatura ambiente durante alguns minutos antes de retirar os picolés dos moldes.
  6. Deite a colher de mel que restou ao redor da borda inferior de cada picolé e em seguida cubra com sementes de sésamo.
Sorvete natural de morango:
Ingredientes (para quatro doses):

  • 4 xícaras de morangos congelados
  • 3 colheres de sopa de mel
  • ½ xícara de iogurte magro
  • 1 colher de sopa de suco de limão fresco

Deite os morangos congelados, o mel, o iogurte e o suco de limão num processador de alimentos. Triture-os muito bem durante cerca de 5 minutos, até obter uma mistura bem cremosa. Pode servir o sorvete imediatamente a seguir ou, então, pode transferi-lo para um recipiente hermético e guardá-lo no congelador durante até 1 mês.

Receita para um dia chuvoso

Em dias chuvosos, a vontade é de ficar embaixo do edredom, curtindo um bom filme e comendo guloseimas. Mas é possível substituir a pizza, o salgado gorduroso e doces cheios de calorias por alimentos saudáveis e também saborosos. Experimente o pão de queijo com mussarela de búfala, tapioca e linhaça:

Ingredientes:

  • 1 e ½ xícara de tapioca granulada
  • 3 xícaras de leite de inhame ou outro leite vegetal (coco, amêndoas, etc).
  • ¼ de xícara de óleo de coco, girassol ou azeite de oliva extra virgem
  • 1 ovo caipira
  • 1 xícara de mussarela de búfala, ou queijo sem lactose ou tofu (se optar por tofu, tempere com azeite, sal e orégano)
  • ¼ colher de sopa de sal marinho moído
  • 4 xícaras de polvilho doce
  • 2 colheres de sopa de linhaça
Preparo:
Aqueça o leite com o óleo de coco e despeje em uma tigela onde já esta a tapioca granulada. Reserve até esfriar. Quando a tapioca estiver fria, acrescente a mussarela de búfala, o ovo, e o polvilho aos poucos, até que fique em ponto de pão de queijo, desgrudando das mãos, mas não totalmente. Fica ainda mole. Passe água nas mãos para não grudar e faça bolinhas.

Asse em forno preaquecido a 180°, por 25 a 30 minutos.

Inteligência emocional: foco e concentração

Em meio a um turbilhão de estímulos, num mundo mediado pela Internet e novas tecnologias, nunca se falou tanto em inteligência emocional. Hoje, mais do que nunca, não basta ter “QI”, um bom currículo e raciocínio rápido, mas, sobretudo, equilíbrio, disciplina e foco.

Contudo, alcançar inteligência emocional não é tarefa fácil, visto que demanda tempo, paciência e muita determinação. É preciso uma autorreflexão constante, indispensável para quem busca, de fato, conhecer a si mesmo.

Muitos livros e vídeos, por exemplo, propõem-se a ensinar truques e técnicas que ajudariam os indivíduos a ser mais focados. O best-seller “Inteligência Emocional”, de Daniel Goleman, é um deles, e vale muito a pena ser lido.

Segundo o autor, o foco em si mesmo é o mais relevante, visto que o autoconhecimento é o caminho para conseguir o controle emocional. Aquele que não conhece os próprios sentimentos e emoções dificilmente conseguirá compreender outrem. Segundo pesquisas, crianças que demonstram autocontrole na infância têm mais chances de se tornarem adultos bem resolvidos e felizes. 

Goleman fornece algumas dicas importantes:

- Preste atenção em suas emoções: aprenda a definir os próprios sentimentos;

-Pense a respeito: além de sentir, é preciso pensar, refletir sobre as emoções e sentimentos, e questioná-las;

- Foco na respiração: inspire e expire, para conseguir refletir com tranquilidade. Exercícios de respiração abdominal ajudam a esvaziar a mente, auxiliando na concentração.

Técnicas de meditação, como a shamata (http://meditacaoshamata.blogspot.com.br/), ajudam a pessoa a alcançar o autoconhecimento e, respectivamente, o autocontrole e o foco. Experimente!

Sucos detox pós festas de fim de ano

Após as festas de fim de ano, costuma bater aquele remorso, afinal, os excessos são quase inevitáveis nessa época do ano regada a bebidas e guloseimas. Além de ajudar a eliminar as toxinas do nosso corpo, os sucos detox atuam como diuréticos, combatendo a retenção de líquidos, estimulam o funcionamento do sistema imunológico, melhoram o sistema digestivo, hidratam a pele, melhoram o sono e a disposição.

Confira três receitas de sucos detox: 

Suco detox de maçã e gengibre: 1 cenoura, 1 maçã verde, 4 rodelas de gengibre, folhas de salsinha, água mineral ou gelo. Preparo: bata todos os ingredientes e beba sem coar.

Suco detox de couve: 3 folhas de couve, 2 kiwis, 1 maçã verde, água de coco, folhas de hortelã.

Suco detox de limão: suco de dois limões, 1/2 pepino, 3 folhas de couve, 2 rodelas de gengibre, 1 pitada de canela.

Feliz 2018!

FELIZ ANO NOVO!!!

“Lá bem no alto do décimo segundo andar do ano
Vive uma louca chamada Esperança
E ela pensa que quando todas as buzinas
Todos os tambores
Todos os reco-recos tocarem:
– Ó delicioso voo!
Ela será encontrada miraculosamente incólume na calçada – outra vez criança
E em torno dela indagará o povo:
– Como é o teu nome, meninazinha dos olhos verdes?
E ela lhes dirá
( É preciso dizer-lhes tudo de novo )
Ela lhes dirá bem alto, para que não se esqueçam:
– O meu nome é ES – PE – RAN – ÇA …”
Mário Quintana

Saiba como se prevenir das viroses no verão

Durante o verão, casos de viroses ocorrem com maior frequência, e medidas preventivas devem ser tomadas. Enjoo, vômito, diarreia e cansaço são alguns dos principais sintomas que acometem pessoas expostas ao calor excessivo e à água e alimentos contaminados.

Vale lembrar que virose se refere a toda infecção por vírus. Porém, os médicos utilizam o termo para se referir às gastroenterites virais, que têm como principais causadores o enterovírus, o coronavírus e o rotavírus.

Saiba como se prevenir das principais viroses no verão:

Bicho-geográfico: a larva A. braziliense invade o corpo e vaga pelas camadas superficiais da pele, fazendo linhas parecidas com mapas, causando coceira e irritação. Prevenção: usar algum calçado na areia ou em gramados suspeitos. Tratamento: compressas de gelo aliviam os sintomas. Há casos que carecem de pomadas.

Dengue, zika e chikungunya: vírus transmitidos por picadas do mosquito Aedes aegypti são um tormento no período de chuvas. Prevenção: elimine todos os reservatórios de água parada de sua casa. Tratamento: os remédios atuam contra a febre alta e as dores articulares.

Hepatite A: oculto em água e alimentos sujos, o vírus se instala no fígado. Em situações raras, progride para uma hepatite fulminante. Prevenção: não coma em lugares sem condições básicas de higiene. Tratamento: fazer repouso auxilia. Álcool deve ser abolido por três meses.

Micose: fungos tiram vantagem do tempo quente e da umidade, para proliferar na pele, nas unhas e no cabelo. Prevenção: seque-se bem após o banho, dando maior atenção aos pés, axilas e virilha. Tratamento: pomadas ou medicamentos orais.

Otite: inflamação de algumas das estruturas responsáveis pela audição. Fungos e bactérias são os vilões. Prevenção: seque bem o ouvido, tomando cuidado com as hastes flexíveis. Tratamento: analgésicos e antimicrobianos.

Candidíase: o fungo Candida albicans vive normalmente na região genital, sobretudo em mulheres. Se ele se propaga demais, causa coceiras e aumento nas secreções. Prevenção: não fique com o biquíni molhado por muitas horas; evite tomar muito leite; prefira roupas largas e calcinhas de algodão. Tratamento: creme feito à base de nitrato de miconazol.

Verminoses: quem gosta de viajar e se aventurar pela natureza precisa ficar atento com lombrigas, tênias, esquistossomos e outros vermes. Prevenção: lave e cozinhe bem os alimentos. Só tome água filtrada. Tratamento: remédios da classe dos vermífugos.

Aposte na hidratação constante, beba muito líquido, alimente-se bem, coma muitas frutas, legumes e verduras. Dê preferência aos alimentos integrais e sem conservantes.