Dicas de saúde: coma feijão

Presente na alimentação diária de milhões de brasileiros, o feijão contém ácido fólico, vitaminas A e C, e os maduros (na casca) são ricos em proteínas e em ferro. A população brasileira conta com uma grande variedade de opções a serem cultivadas e consumidas.

Os tipos mais conhecidos são o feijão-preto, o feijão-fradinho, o feijão-branco, o feijão-carioca, o feijão-rosinha, o feijão-roxinho, o feijão-mulatinho, entre outros. O brasileiro consome em média 12,7 kg de feijão por ano.

Feijões-verdes (que também podem ser amarelos ou roxos) são colhidos ainda não maduros. Tanto a vagem macia como as sementes suaves são comestíveis. Às vezes, são chamados de feijão-branco. Nas variedades com casca, apenas as sementes são comestíveis. Alguns, como a vagem, são colhidos ainda verdes, já outros amadurecem no pé.

Valor nutricional

Feijão-de-lima e fava são boas fontes de proteína, fornecendo cerca de 7 g por cada meia xícara. A mesma porção de feijão baby ou de feijão-de-lima contém 2 mg de ferro, mais que o dobro das favas e quatro vezes a quantia em ½ xícara de feijão-verde.

Todas as variedades contêm ácido fólico, vitaminas A e C. Feijão na casca tem mais tiamina, vitamina B6, potássio e magnésio. A fibra solúvel em feijão com casca pode reduzir o colesterol, mas a presença de carboidratos como rafinose pode provocar gases.

Um comentário em “Dicas de saúde: coma feijão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *