Benefícios da pimenta

O gosto picante confere um sabor a mais a diferentes pratos, de diversas culturas. Temida por alguns e indispensável para outros, consumida na medida certa, a pimenta traz muitos benefícios à saúde.

Mais nutritiva do que o pimentão-doce, as variedades vermelhas geralmente possuem um conteúdo nutricional mais elevado do que as verdes. São excelentes fontes de antioxidantes, em especial de betacaroteno e vitamina C.

Uma pimenta-vemelha (45 g) possui cerca de 105 mg de vitamina C, mais do que o dobro da quantidade estabelecida pela Ingestão Diária Recomendada (IDR). Além disso, contém bioflavonóides, pigmentos vegetais que, de acordo com alguns pesquisadores, teriam características anticancerígenas.

A pimenta também pode ajudar a aliviar a congestão nasal, e a prevenir a formação de coágulos causadores de infartos ou derrames. Além disso, ajuda na liberação de noradrenalina e adrenalina, também associadas à melhora do ânimo de pessoas deprimidas; combate a enxaqueca, por provocar a liberação de endorfinas, potentes analgésicos naturais; a pimenta também se mostra útil contra infecções, por combater as bactérias, já que tem poder bacteriostático e bactericida, e não prejudica o sistema de defesa, mas, pelo contrário, estimula a recuperação imunológica.

Curiosidade: Um copo grande de leite funciona como antídoto para a pimenta. Para abrandar a sensação de ardência após ingerir uma pimenta picante, recomenda-se beber um copo grande de leite. Os capsaicinóides se diluem em gordura, e o leite (exceto o desnatado) contém gordura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *